Resenha: Quase Verdade

by - domingo, fevereiro 12, 2012

Oi galera!

Hoje trago para vocês a resenha do livro "Quase Verdade" das autoras Jennifer Kaufman e Karen Made, o livro é da nossa editora parceira: Casa da Palavra. Confiram:

Dados de Publicação:
Autoras: Jennifer Kaufman e Karen Made
Ano: 2011
Páginas: 334
Editora: Casa da Palavra

O livro “Quase     Verdade” é uma comédia romântica, tendo como personagem central, Cassie. Ela é viúva, seu marido sofreu um acidente de carro, mas ela não está tão triste, pois o casamento dos dois ia de mal a pior, eles não se amavam mais, digamos assim, então seu luto não foi tão regado a lágrimas ou cheio de sofrimento, ao contrário, sentia-se normal, não que desejasse que aquilo acontecesse, mas se aconteceu não iria derrubá-la a ponto de passar a vida sofrendo.  Viúva, Cassie vai morar com a mãe, e lógico que leva seu papagaio muito fofo Sam que é muito esperto, fala muitas coisas, e demonstra ser mais que um animal, existia uma parte humana dentro dele composta por sentimentos. 

Cassie precisa de um emprego, nunca fora uma aluna brilhante na escola, tinha muitas dificuldades, entretanto conseguiu terminar a escola, ela tinha dislexia, e sentia muita dificuldade em relação a isso. Nunca ingressara em uma universidade, e isso se tornou um empecilho em seu currículo, não havia emprego para quem não tivesse um curso universitário. Cansada, Cassie resolve mentir em seu currículo, precisa muito de um emprego, mentiu que era formada em psicologia e conseguiu um emprego para trabalhar na sala de Xerox de uma universidade.
Em seu novo emprego conhecera várias pessoas, entre eles o professor Conner, lindo e inteligente, e a Alyson, a secretária irritante, mas que tinha um irmão que chamara a atenção de Cassie.
Cassie vai levando adiante a mentira, porém sabe que ela um dia poderá ser revelada, mas a cada dia  se sente melhor, mais renovada, como há muito tempo não se sentia, amava o emprego e as pessoas ali, e também as palestras do professor Conner. O amor poderá sorrir novamente para ela, mas lógico, como em toda comédia romântica tem aquela pitada de humor e situações que nos fazem rir muito. Mas até quando a mentira perdurará e quais as conseqüências que ela poderá trazer para Cassie?
O livro é de leitura fácil e envolvente, regado de humor e situações hilárias. Sam é muito fofo, um papagaio que todo mundo gostaria de ter, e a sua relação com a dona era linda, cheia de cumplicidade e amor, sentimentos que o nem o marido de Cassie demonstrava por ela.
A narrativa também é regada a filosofia, poesia e questões da natureza, o que faz com que  se torne ainda mais especial, já que muitas situações, e autores citados no livro, para aqueles que conhecem um pouco dessas teorias, ajudam na compreensão do todo da obra e da composição do personagem da Cassie, a qual é esforçada, e também querida, pois mesmo tendo dislexia, ela sempre lê, estuda e se compromete com o que faz.
O final é lindo, e entendemos o título “quase verdade”.  A capa também é perfeita, juntamente com a diagramação do livro. “Quase verdade” vai te surpreender, e mostrar a força de nossas palavras e atitudes, além de te proporcionar uma leitura prazerosa e com muitos conhecimentos.

Este livro foi concedido para resenha pela nossa Editora Parceira: Casa da Palavra



Leia também

11 comentários

  1. Já l outras resenhas desse livro etodas falaram muito bem! Quero leeer! Adoro narrivas filosóficas!! Hahahha

    Parabens pela resenha!!!!

    Beijos

    Gleice
    @MPessoais
    www.murmuriospessoais.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Daiane, ainda não conhecia o livro e tenho que dizer: fiquei muito a fim de ler! Gostei da sua resenha, que sem revelar muito, despertou minha curiosidade! Parece ser realmente uma ótima leitura.

    até mais!

    Prólogo da Leitura

    ResponderExcluir
  3. Amei a tua resenha!!!
    Já estava com vontade de ler esse livro, depois que li, fiquei com mais vontade ainda!! LINDA a capa, de uma forma simples, mas linda.

    Beijos,
    http://naminhaestanteliivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Daiane!
    Este livro pra mim é novidade. Nunca tinha lido nada sobre ele e gostei muito da sua resenha!
    Apesar de não gostar de comédia romântica, me interesse muito por este livro.
    Fiquei muito curiosa com o porquê de ser "quase verdade" rs
    Com certeza vai entrar para a lista!
    Beijos e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  5. Oi Daaaii!!!

    Adoro chick lit!
    Rir com essas situações é muito bom!
    Melhor ainda é lembrar de algo parecido que vivemos e rir mais ainda!!!!

    Esse com certeza vai para minha lista!

    Aaaah Eu sempre quis um papagaio!!!
    São tão lindos e inteligentes!!!
    Mas um dia eu terei!!!

    Beijos menos gripados que os últimos!

    ResponderExcluir
  6. Oiee!!
    Essa é a segunda resenha que leio desse livro e cada vez mais me apaixono por ele. A resenha ficou linda!!Deve ser um ótimo livro mesmo.Já o adicionei à minha listinha de aniversário..rsss
    Bjs,linda!
    Zilda Mara
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  7. Esse livro deve ser uma delícia!! Fiquei apaixonada por sua resenha.
    E devo concordar com você a capa é perfeita.

    ResponderExcluir
  8. Eu amei esse livro, a capa, a estória ... me identifiquei demais. Também recomendo muito o livro.

    *chorei litros pelo Sam, só digo isso.

    @dnisin
    http://diamanteliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi gostei da resenha, rsrs conheço uma amiga q a mãe dela tem uma papagaia e realmente são mto inteligentes.
    O livro me chamou a atenção pelo título, e sua resenha me fez ficar ainda mais curiosa.
    BjOs!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá, meninas! Eu li e amei... fíquei torcendo para que tudo desse certo no fínal para a Cassie! Fora que é divertido e comovente ao mesmo tempo! Vale a pena! Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá, meninas! Eu li e amei... fíquei torcendo para que tudo desse certo no fínal para a Cassie! Fora que é divertido e comovente ao mesmo tempo! Vale a pena! Beijos!

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011