Resenha: Jogada Mortal

by - quarta-feira, abril 04, 2012

Olá galera!

Hoje trago para vocês uma resenha de um livro Jogada Mortal! Se eu fosse vocês não deixaria de ler essa resenha!


Dados de Publicação:
Autor: Harlan Coben
Ano: 2012
Páginas: 255
Editora: Arqueiro

Pensem em um suspense, mas daqueles bons, que te prendem do início ao fim, que te abrem leques de possibilidades para interpretações, assim é Jogada Mortal de Harlan Coben.
Valerie Simpson, uma jovem de 16 anos, futuro brilhante, carreira de sucesso, de repente as coisas mudam, percebe-se que há algo de errado e ela começa a decair. Depois de seis anos nesse estado, ela quer voltar a ser o que era e procura o agente Myron Bolitar. Este agente treinava Duane Richmond, um talentoso tenista com uma carreira promissora. Mas os planos de Valerie não prosseguem, pois em uma partida de tênis de Duane, em que havia milhares de pessoas, ela é assassinada, e quem poderia ter dado esse tiro?
Duane torna-se um dos suspeitos, pois seu telefone estava na agenda de Valerie e ele não estava sendo convincente contando sua versão para a polícia. Intrigado, Myron resolve investigar mais a fundo o que realmente acontecera, e porque aquela jovem tenista fora assassinada.

Em suas investigações Myron mergulha em um passado de dor e mentiras envolvendo Valerie, havia outros motivos para esse assassinato ter acontecido, havia outras pessoas envolvidas, muito poderosas, aliás, que não mediam esforços e estavam dispostas a fazer de tudo para que a verdade não fosse revelada, nem que isso envolvesse matar.
Esse livro me prendeu da primeira a última página, uma narrativa simples, fácil e rápida. Há muitos diálogos, e esses são curtos, o que causa uma maior dinamicidade na estória. Diferentes de alguns romances policiais, em que a leitura se torna tensa, o autor desse livro se utilizou da ironia para compor os seus personagens. Em vários momentos ri com alguns diálogos e pensamentos de Myron.  Mesmo tendo aquele suspense e uma tensão que envolve a estória, é impossível não rir e não se descontrair. Amei essa característica que Coben demonstrou no livro.
O autor construiu uma trama muito bem feita, em vários momentos tentei adivinhar quem era havia assassinado Valerie, parece que ele estava nos conduzindo por um caminho, e quando a resposta pareceu ser definitiva, lá vem outra jogada de mestre de Coben, e em pouco menos de cinco páginas surge outra reviravolta mantendo um suspense, que ao ser revelado deixa o leitor em choque, e faz com que pensemos: como não pensei nisso antes?
Mas o livro não se prendeu somente sobre a questão do assassinato, pois podemos ver algumas críticas com relação à política, máfia, abusos, o lado egoísta do mundo do esporte, em especial do tênis, o jogador ser mais um produto e fonte de dinheiro.
Em vários momentos me peguei pensando que as situações como as que aconteceram no livro, acontecem também em nossa sociedade. Alguns vêem o esporte como uma fonte de riqueza e melhoria de vida, e às vezes são submetidos a situações humilhantes, desumanas, para conseguirem o que querem. São subornadas e vistas como mais uma mercadoria para os patrocinadores, que se importam apenas com a imagem.
Eu ainda estou impactada com este livro, e também com um autor. É difícil um autor me cativar e me fazer adorá-lo de cara, ou somente com a leitura de um livro, mas Harlan Coben é uma exceção, simplesmente adorei e continuarei lendo seus livros.
Jogada Mortal é assim, simples e maravilhoso. Se você quiser ler um bom suspense e ainda rir ao mesmo tempo, esse é o livro certo!


Leia também

20 comentários

  1. Oi Dai!
    Eu que sou fã de Agatha Christie e Sherlock Holmes, adoro um suspense policial. É muito legal você terminar um capítulo achando que já sabe quem foi, e no próximo essa pessoa morrer, então você começa a tentar imaginar quem pode ser o assassino.
    E quando as mortes são por envenenamento então, nem se fala.
    Adorei a resenha.

    Bjos querida.

    Cida
    www.moonlightbooks.net

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu sou fã do Coben. Mas esse livro, tenho que obtê-lo o mais rapidamente. Na minha opinião, todos os livros desse gênero - no qual é o meu preferido - jamais nos decepcionam. Sua resenha ficou bem elaborada, e capaz de aumentar minha vontade de lê-lo. Principalmente a parte que o Coben nos confude, ao suspeitarmos de vários personagens, e de repente, haver reviravoltas.
    Continue lendo o Coben e nos contado o que achou , haha :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Daiane!
    Há muito tempo ouço (leio) falar sobre esse autor, mas nunca tive oportunidade de ler nenhum livro dele. Sua resenha me empolgou. Gosto muito de romance policial e parece que este é daqueles que a gte não sossega enqto não descobre o assassino! Com certeza já entrou para a lista de desejados.
    Ah, uma coisa no 1º parágrafo está escrito q ela foi 'assinada'.
    Gostei muito da sua resenha!
    Outro bom autor de romance policial é o James Patterson. Já leu?
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por me avisar flor >.< agora arrumei lá hehe.
      Ainda não li James Patterson, mas ele já está na minha lista de desejados, sempre vejo as sinopses de seus livros e fico curiosa para ler!!
      Bjs linda!!

      Excluir
  4. Entendo o que você sentiu com esse livro,pois senti a mesma coisa com Não Conte a Ninguém,me apaixonei a primeira leitura,autor maravilhoso e extremamente cativante!!!!
    Vou colocar esse na minha wish list,adorei a resenha!!!

    bjsss

    Bianca

    www.apaixonadasporlivros.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu amo livros desse gênero, então a resenha já me chamou a atenção logo de cara! O fato dos personagens serem compostos com ironia só ajudou para eu ficar morrendo de vontade de ler! haha
    Ótima resenha!
    Nunca li nada do autor, mas preciso mudar isso rapidamente!
    Beijos,
    Gaby
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Muito boa à resenha, Daiane! :D
    Ela me cativou, mas tenho um pé atrás sobre livros de suspenses policiais, rsrs, já li Sherlock Holmes, James e outros, mas mesmo assim, sei lá, ainda não sei se gosto ou não desse gênero de livro, rsrs

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Genteeeeeeeeeeeem, todo mundo falar desse autor. Tenho que ler algo dele o quanto antes! Acho que essa é a terceira resenha que leio falando bem do moço. Adooooro qd misturam suspense com criticas ao sistema!

    Beijoooooooooooos

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li,mas vai para os desejados com certeza.
    Li poucos livros desse gênero, e gostei muito.
    Beijos
    Ingrid
    http://livros-e-tal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Whoa...simplesmente incrível. O título já é bem chamativo, principalmente para aqueles que gostam de suspense assim como eu. Gostei bastante da sua resenha e ganhei uma vontade de lê-lo. Simplesmente sua resenha demonstrou que todo o suspense no livro é bom.

    ResponderExcluir
  10. Comigo aconteceu a mesma coisa, Harlan Coben me conquistou no primeiro livro que li dele , que foi "Desaparecido para sempre" . Realmente o cara é um gênio . Ainda não tive a oportunidade ler jornada mortal, mas ja esta na minha listinha de leituras futuras .

    Bjinhusss !!!

    ResponderExcluir
  11. Oiii
    Eu amo Harlan Coben, ele me conquistou quando li Não Conte a Ninguém e agora só quero ler mais e mais, ele nos prende do inicio ao fim e pela tua resenha com Jogada Mortal não será diferente, deve ser um ótimo suspense!
    Gostei muito da resenha e preciso ler esse livro, pois o autor se tornou um dos meus preferidos!

    Um beijão
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir
  12. Ok Muitas pessoas falam sobre esse escrtior mas nunca tive oporunidade de ler os livros dele é mole ? A sua resenha me deixou muito curiosa coisa que bem dificil ! Vou ver se encontro ee pra vender ^^ beijos !

    ResponderExcluir
  13. @cyberlivingdeadabril 06, 2012

    Todas as resenha de livros desse autor sempre enfatizam que o suspense criado por ele é de deixar roendo as unhas e a sua resenha me deixou ainda mais convencido de tal fato, amo suspense e desta maneira sinto que vou amar Harlan Coben. Ainda bem que já tenho dois livros dele (que pegarei emprestado de um amigo) em minha lista para ler xD Agora decidi que o próximo livro que vou ler será "Não conte à ninguém". Parabéns pela sua resenha!

    Beijos!
    http://policialdabiblioteca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto de suspense...e quem não gosta. E pelo jeito este autor consegue amarrar o mistério da trama e manter a curiosidade do leitor até o fim. Tenho que confessar que não conheço este autor. Então, pela sua resenha este livro seria perfeito para fazer uma incursão na obra do autor. Afinal, suspense com doses humor e contextualizado com a realidade... só pode ser interessante.

    Abraços,
    Islayne
    http://folheandopensamentos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Harlan Coben é um gênio da trama policial!

    Todos os livros que li dele são ótimos e seguem essa mesma idéia: nos fazer acreditar que determinado pesonagem cometeu o crime e derrepente... Tudo se volta contra alguém que sempre esteve lá mas que não despertava a menor suspeita....

    Nota 10 pra ele!

    Esse livro eu não conhecia!
    Obrigada pela dica viu!!!

    bju Bju Bju

    ResponderExcluir
  16. UAL DAI \O/\O/ AAAAAAAA MEU PROXIMO LIVRO QUE VOU PEDIR PRA ARQUEIRO VAI SER ESSE,SÓ PORQUE VOCÊ ME DEIXOU COM UMA PITADA DE QUERO MAIS COM ESSA RESENHA EXPLENDOROSA! PARABÉNS!
    BEIJOKAS...
    http://fomesedeevontadedeler.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Ouço falarem muito desse autor, e desse livro também, mas confesso que esse gênero literário não é dos meus favoritos, e eu não curti muito a capa do livro não. Mas deve ser um ótimo livro para quem gosta desse gênero!

    ResponderExcluir
  18. Eu ouço falar TANTO do Harlan Coben que terei que me obrigar a ler um livro dele! rs... Esse parece ser bem legal, adoro quando o autor me tapeia e o mistério dura até o fim!

    Ju
    entrepalcoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Coben...........olha, passo em muitos blogs, procuro me informar sobre essa literatura modinha e tals, mas tenho lido tanta coisa sobre o autor, que ele tem se tornado um dos meus preferidos.
    Li esses dias que ele bate legal em Agatha...rs
    Só li uma obra dele e tô maluca pra ler outros. Sem sombra de dúvidas, esse Jogada Mortal vai pra listinha de desejados.

    Abraços..

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011