A música e a literatura

by - sábado, junho 30, 2012


Por: Lilian Farias


Olá, queridos!

Esta é a minha primeira participação no blog e eu agradeço a atenção de todos. Quando a Daiane falou-me da vaga de colunista, aceitei na hora. Confesso que tenho dificuldades de falar de literatura, mas não por que eu não goste da coisa, mas há algum tempo resolvi me dedicar a outro ramo da língua materna: leitura e produção textual. Então espero que gostem do texto...

          Já perceberam que a música e a literatura se encaixam perfeitamente? E pode-se afirmar que é uma relação de amor, apesar de não haver uma carência entre uma e outra, compreendemos como elas caminham juntas rumo à harmonia artística. Essa agitação sonora e verbal cria uma dimensão distinta de acordo com as épocas.

Soneto de Fidelidade
Vinicius de Moraes

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure


            Esta visível união pode ser apreciada nas Óperas; Jazz; MPB etc. e muitos grandes nomes podem estar ligados a essa tendência ‘literáriamusical’: Vinícius de Moraes, Maria Bethania, Arnaldo Antunes, Vila-lobos, Raimundo Fagner entre outros.  Recentemente tenho percebido uma nova forma de divulgação dos livros dos autores que é o trailer. Onde trechos dos livros são lançados com imagens e com uma bela ‘ou não’ trilha sonora.

            As lendas estão recheadas de música e literatura. A lenda Grega conta que Orfeu apazigua as feras e seduz o coração de homens e mulheres com a beleza de sua lira. Com o toque sagrado, Orfeu movimentava a natureza ao seu bel prazer. Dizem os filósofos que o universo foi criado sobre notas musicais e que a condição ‘sine qua non’ de o homem ser homem é a linguagem. E compreendemos o homem como parte integrante do universo e que a literatura é linguagem. E poeticamente falando, nós somos música e literatura.

            Toda essa harmonia de longos anos vem com o intuito de nos revelar seres integrantes da beleza da vida. Pode parecer brega o conceito, mas é a pura verdade. Ora, então por que o homem criaria a arte? O universo está inserido em notas musicais e muita literatura. E é essa inserção que mantém o homem na condição de Ser humano! 



Esta que vos aborrece é, 
Lilian Farias

Leia também

22 comentários

  1. Vinícius de Moraes é meu divo <3
    Vamos combinar né? É super perfeito os livros dele.

    http://www.pausaparaumcafe.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante do post, e realmente a música inserida na literatura ou vice-versa é algo que sempre devemos explorar e admirar.
    A percepção de conseguir assimilar e interpretar as notas e as palavras...
    Passar sentimentos através de palavras seja na música ou nos livros, é algo de grande maestria.
    ^^

    ResponderExcluir
  3. Realmente música e literatura se encaixam, amo as duas e adoro quando o autor reúne as duas, a obra fica mais harmoniosa!

    ResponderExcluir
  4. Muito legal a coluna, adoro o Soneto de Fidelidade. Estavamos discutindo isso na reunião do clube do livro da semana passada, quando lemos o Hobbit.

    ResponderExcluir
  5. Os dois juntos formam uma maravilha né ? Não sei porque tenho a mania de botar trilha sonara pra ler os meus livros ! O.o

    ResponderExcluir
  6. Olá, Lilian!
    Por nada, garota. ^-^ Com bons textos vai ganhar a atenção dos leitores sempre. Concordo contigo que a música e a literatura são expressões artísticas ligadas, pois ambas são elementos que sempre remetem a nossa imaginação a algo maior, nos despertam sentimentos para além delas mesmas. Parabéns pelo texto de estréia.

    Beijos!
    http://policialdabiblioteca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Adoro sonetos, são tão lindos!
    Vinicius de Moraes, adooooro!
    Adorei sua coluna.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. concordo com vc, musica e literatura andas de maos dadas, sempre que leio um livro tenho a tendencia de associa-lo a uma musica rsrsr adoro imaginar os personagens co elas e alguns livros ate citam musicas o que acho bem bacana, que bom que alguem pensa como eu rs

    ResponderExcluir
  9. Bela escolha:adoro Soneto de Fidelidade!Adorei
    Bjs
    Fabianne

    ResponderExcluir
  10. Bom dia!
    Música e literatura dançam juntas.
    Existem músicas que quando ouço lembro na mesma hora de um livro.
    Dá uma sensação muito boa.
    Bjos!
    Cida
    http://www.moonlightbooks.net

    ResponderExcluir
  11. Lilian adorei esse seu texto de estreia, e realmente literatura e musica dançam juntas perfeitamente, muitas vezes já li livros e lembrei de alguma musica ou ao contrario !

    ResponderExcluir
  12. Oie.
    Seja bem vinda Lilian.
    Vinicius de Moraes e eu concordo com a Cida existem músicas que quando ouço lembro também na hora de um livro.
    Beijos
    Ingrid

    ResponderExcluir
  13. Oi,Lilian!

    Concordo contigo. Música e literatura caminham juntas. Afinal, encontramos o principio da melodia nas palavras. Sou fã de Vinícius e Tom Jobim. Ótimo post para começar . E que venham muitos outros.

    Abraços,
    Islayne

    ResponderExcluir
  14. Oiii adoro esse soneto, realmente música e literatura combinam, ainda mais quando ouço músicas lendo é mto bom, adorei a coluna de estreia da Lilian...

    Bjos!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Bem-vinda Lilian!
    Muito bom seu post, gostei muito.
    Lindo o soneto do Vinicius de Moraes.
    Concordo plenamente de que literatura e música estão interligadas.
    Bjus! ^^

    ResponderExcluir
  16. Eu amo sonetos, mas quando se trata de vinicius de moraes... um não não gosto muito

    e por falar de música e literatura, adoro quando os autores escrevem cansões próprias nos livros, principalmente os épicos :3 é lindo

    @Mayh_Fernandes

    ResponderExcluir
  17. Concordo plenamente em que a musica e literatura se encaixam.
    Ambos forma uma união perfeita. Gosto de escrever poesias e inspirada ao som de uma boa musica desperta muito inspiração.
    Gostei seu seu primeiro post, está de parabéns.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  18. Os dois juntos ficam otimos
    Tem um livro que li com citações de algumas
    musicas.. Foi uma otima leitura!!!!

    ResponderExcluir
  19. Música e literatura é uma mistura poderosa. Talvez tenha que não goste de ler, mas de música todo mundo gosta e usar isso para trazer mais leitores é uma grande ideia.

    ResponderExcluir
  20. Ah, tão lindo o post! Adorei!
    E realmente, literatura e música sempre caminham juntas pra mim também. Sempre quado leio um livro, não consigo deixar de pensar numa música que casa perfeitamente com ele, ou vice versa. Mas como eu não sou muito clássica, normalmente eu penso em músicas de rock, rsrs

    ResponderExcluir
  21. Muito lindo o post, quem gosta de leitura sempre gosta de musica tbm é como se estivessem integrados. Lindo o soneto.
    Bjus Lizi

    ResponderExcluir
  22. Ah! Vinicíus de Moraes é mestre gente! Não tem como um post com uma obra dele ficar ruim...sem contar que literatura e música tem tudo pra dar certo. Os dois me acalmam...

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011