Uma poesia para mim

by - quarta-feira, julho 18, 2012



A poesia, para mim, é quase um vício. O que para muitos pode parecer algo démodé e clichê; para outros é uma libertação do quotidiano metódico. Quem nunca teve a impressão que Aquela poesia foi feita pra você? E foi. Claro que foi. O grande Amado já dizia que quando passa seus sentimentos para o papel e lança no mundo ele deixa de ser dele e passa a ser do leitor.  

            Ouço muitas pessoas dizerem que não conseguem entender as poesias e esse é um fator crucial para gostar delas. Eu também já passei pro essa experiência. Lia e não compreendia. Mas desde que passei a sentir a poesia tudo mudou. Antes eu tentava descobrir o que o autor queria me dizer, que erro estúpido o meu. Assim terei que bater na cova de Mário Quintana e perguntar: e aê mano, o que você quer dizer com isso?
            É ai onde se encontra o segredo da coisa, nem sempre importa o que o autor quer dizer, mas o que você sente. O que você quer sentir. São as suas impressões. Ainda hoje tem poesias que eu leio e não compreendo. Às vezes até poesias que eu escrevo. Depois nem lembro mais o que queria dizer com aquilo (rsrsrs). Abrir a mente e a alma em aceitação ao texto poético é uma arte. E esta arte precisa ser trabalhada diariamente.
            Imagina se todos os dias, antes de iniciar suas atividades, você degusta uma poesia? Eu gosto de fazer isso. Imagina você ter o prazer de escolher uma poesia de acordo com suas necessidades? E isso é possível! Eu faço! Adoro.
            Perto das eleições sempre tenho uma poesia de Elisa Lucinda na cabeça:

Só de Sacanagem
Meu coração está aos pulos!
Quantas vezes minha esperança será posta à prova?
Por quantas provas terá ela que passar?
Tudo isso que está aí no ar: malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro, do meu dinheiro, do nosso dinheiro que reservamos duramente pra educar os meninos mais pobres que nós, pra cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais.
Esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.
Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta à prova?
Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais?
É certo que tempos difíceis existem pra aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz.
Meu coração tá no escuro.
A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e os justos que os precederam:
" - Não roubarás!"
" - Devolva o lápis do coleguinha!"
" - Esse apontador não é seu, minha filha!"
Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar. Até habeas-corpus preventivo, coisa da qual nunca tinha visto falar, e sobre o qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de benefício que só ao culpado interessará.
Pois bem, se mexeram comigo, com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, então agora eu vou sacanear: mais honesta ainda eu vou ficar. Só de sacanagem!
Dirão:
" - Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo o mundo rouba."
E eu vou dizer:
"- Não importa! Será esse o meu carnaval. Vou confiar mais e outra vez. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos. Vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau."
Dirão:
" - É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal".
E eu direi:
" - Não admito! Minha esperança é imortal!"
E eu repito, ouviram?
IMORTAL!!!
Sei que não dá pra mudar o começo, mas, se a gente quiser, vai dar pra mudar o final.

Quando leio essa poesia, minhas esperanças, de um mundo melhor, resurgem. Assim como a Fênix ressurge das cinzas. Tenho alguns autores que coloco na minha lista de Clássicos: Mário Quintana, Elisa Lucinda, Cecília Meireles, Miró de Muribeca, Cida Pedrosa, Vinícius de Moraes, Hilda Hilst etc. é tanta gente que ficaria muito tempo aqui falando. Também adoro me abrir para conhecer novos poetas... é maravilhoso estar atualizado em termos de boa poesia. Tem tanta poesia por ai, que ainda nem conheço, mas que foi feita para mim. Que só cabe no meu pé. Que é o meu sapatinho de cristal. Portanto fica a dica pra vocês. Degustem da poesia, faça da poesia o seu dia.

Esta que vós incomodais é

Lilian Farias

Leia também

33 comentários

  1. Estou no grupo das pessoas que nao conseguem entender poesia,pois acho muito subjetivo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu também acho que poesia é para ser sentida e não compreendida. É para ler e deixar que as palavras inundem seus pensamentos e modifique o seu ser. Eu sempre leio poesias além desses que você citou gosto de Florbela Espanca, Walt Whitman..Aliás, Elisa Lucinda é uma ótima escolha , sempre. Eu tive a oportunidade de vê-la e ouvi-la na Bienal Brasil Brasília e até meu namorado ( que é matemático e costuma não ser tão sensível às palavras.rs) se rendeu a poesia e as coisas começaram a fazer sentido para ele.
    Sim...por uma vida mais poética a todos!
    Abraços,
    Islayne

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Adorei suas palavras. Vc citou gente muito boa, aê... Gosto deles...

      Excluir
  3. Gente adorei a poesia ! Gostei muito de quando você falou que " assim com a Fenix ressurge da cinzas " ! Adorei mesmo a poesia ! Gostaria que tivesse mais post assim ! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Rissia, mas esses posts só funcionam pq existem leitores maravilhosos como vcs!

      Excluir
  4. Ai que bom seria um incômodo assim todos os dias....
    Amo poesia e tbém como vc citou, passei muito tempo me perguntando o significado dos versos. Quantos e quantos poemas li, reli e não consegui entender uma estrofe. Pq tbém não entendia que eu tinha que fechar os olhos e deixar a poesia entrar em mim. Não era eu que a lia, mas ela que lia a mim. Hoje escrevo, sem pretensão e muitas vezes quando termino, não acredito que eu tenha feito.
    Ah e o poema que vc citou tbém ficou lindo na voz de Ana Carolina...adoro!!
    Parabens pelo post, maravilhoso!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc é poeta? suas palavras foram de uma sutileza maravilhosa. me comoveram! abraços!
      @liligarota

      Excluir
  5. Gostei muito desta poesia, acho que este tipo de leitura merece a divulgação.

    E não incomodou.

    Bjos!

    Cida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa poesia já está nas minhas células!

      Excluir
  6. Own, que lindo o post!
    Eu curto poesia, apesar de não ler tantas.

    Que tal dar uma passadinha no meu blog? :)

    Beijinhos,
    Thais Priscilla
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou passar por lá.
      Aproveita e visita o meu tb http://lilianpoesiablogs.blogspot.com.br/
      @liligarota

      Excluir
  7. Parabéns pelo texto, Lilian. Muito bom!
    Adoro poesias, mas, infelizmente, raramente leio.
    Eu, sinceramente, seja em tempos de eleição, ou não, sempre fujo de tudo, até poesias, que me lembre do mesmo, hahaha. É depressiva essa época de eleições. Mas poesias nos fazem refletir, e até mesmo 'tentar' ter um pouco de esperança para com nosso mundo, como esta, que é muito bonita :)
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo vc. E até concordo com a sua postura... As coisas não estão nada boas... Mas ainda bem que a poesia se salvou, né? Um brinde a poesia! ;-D

      Excluir
  8. Essa poesia Só de Sacanagem é perfeita. Ouvi a primeira vez no cd da Ana Carolina e dps, em seu show, fiquei arrepiada ao vê-la declamar e cantar tamanha poesia, tamanha verdade. Parabéns pelo post!
    Um beijo,
    Nica
    @DraftsdaNica
    http://nicasdrafts.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nunca fui muito fã de poesia por não conseguir entender o que o autor quer passar com ela. Dei risada quando você diz que deviamos ir no tumulo de alguns autores se quisessemos saber o que a poesia quis dizer e finalmente entendi que esse não é o proposito de uma poesia. Eu tenho que sentir ela, fazer um significado meu pra ela. Enfim, amei demais o seu texto.

    ResponderExcluir
  10. Oi Lilian sabe eu quando estudava tinha caderno de versos, poesias e poemas, adorava, a maioria eram romanticos ou de amizades....tenho saudades daquele tempo, cheguei a ter vários cadernos...Hoje em dia eu leio mais livros de histórias mesmo as poesias a gente acaba deixando de lado, por esse fato que vc disse de não sabermos compreender, mas concordo com vc, temos que aprender a senti-la néh, ai sim td fará sentido...Lilian estou adorando suas postagens aqui no Universo da Literatura, a Dai fez uma ótima escolha...vc está de parabéns...

    BjOs!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Cara, adorei a poesia! É tão política! Se algumas pessoas fizerem pequenos gestos, ensinará a outras e pode mudar um país. Chega de roubalheira \o/

    ResponderExcluir
  12. Esse assunto é um assunto delicado e de certa forma revolta, mas tb exige que tomemos uma atitude!

    Beijos
    Chrys

    ResponderExcluir
  13. Também não conseguia entender poesia por isso sempre dizia que detestava, mas graças a Deus as aulas da faculdade conseguiram mudar isso (pelo menos um pouco).
    Não vou dizer que amo poesia, pois seria uma grande mentira, mas hoje em dia já leio e entendo mais elas. Até gosto, mas realmente a poesia só serve se for sentida e aproveitada.
    Não conhecia essa autora, Elisa Lucinda, e nem o poema, mas gostei bastante.

    ResponderExcluir
  14. Gosto de poesia, não vou dizer que leio o tempo todo, não, mas de vez em quando da ta telha, ai eu leio, gosto bastante de vinicius de Moraes.
    Poesia vai muito do motivo pelo qual você está lendo, se for por obrigação, você vai apenas buscar respostas.
    O interessante é que se leia , sem motivo, quando der vontade.

    A poesia é muito subjetiva, é o que faz com que cada poesia sejam muitas poesias, cada um vai interpretar da sua forma, do seu jeito.

    ResponderExcluir
  15. Adorei a poesia....
    Apesar de não ter o costume de ler, gosto muito..
    Gostei do seu post espero mais desses aqui no blog !!!!

    ResponderExcluir
  16. Gosto bastante de poesias, porém não gosto muito das complicadas demais.

    http://devaneioselivros.blogspot.com.br/
    @DevaneiosLivros
    Viviane de Andrade

    ResponderExcluir
  17. "Assim terei que bater na cova de Mário Quintana e perguntar: e aê mano, o que você quer dizer com isso?" <<Ri muito disso kkkkkkkk
    Agumas poesias realmente não consigo entender. Mas outras já tocam a gente de um modo que realmente parece que foi escrita para nós naquele exato momento. Aqui onde moro, alguns ônibus possuem poesias coladas nas janelas para que as pessoas possam ler (apesar de ser meio difícil conseguir as ler no ônibus cheio em movimento), e também tem uma padaria que p~es poesias estampadas no saquinhos de papel que colocam os pães dentro. Acho essas idéias bem legais, assim divulgam poesias de pessoas não muito conhecidas, e as pessoas que não pegam um livro de poesia para ler, acabam lendo essas poesias espalhadas por aí. E quem sabe, elas não se interessam em ler mais poesias desse jeito? xD

    ResponderExcluir
  18. gosto de poesias, apesar de nao entendelas bem rsrsr
    adorei a sua. parabens! vou epsrar a proxima né!
    bjs

    ResponderExcluir
  19. Poesia pra mim é sempre lindo e uma forma de agradar aos ouvidos quando alguém recita.

    Muito bonita essa que vc postou^^

    bju bju

    ResponderExcluir
  20. Não sou muito fã de poesias, não por não entendê-las, mas por questão de gosto mesmo. Nem por isso deixo de ler algumas de vez em quando. Realmente acho lindo esse dom de escrever poesias, e torço muito para que apareçam mais e mais poetas.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. POR NATALIA:
      Eu não gosto de poesia, mas até que gostei da que você apresentou neste post.

      Excluir
  22. Muito show a poesia.
    Mas não sou muito ligado a poesias. Quase não leio. Só lembro de algumas que li nos tempos de colégio. Mas acho bem legal. As que dão pra entender. ;D

    ResponderExcluir
  23. eu não leio muito poesias, mas adorei a sua :D

    ResponderExcluir
  24. Confesso que não gosto muito de poesia !Pra falar a verdade quase nunca leio poesia !
    Não conheço muito bem poesias então eu não sei reconhecer uma boa poesia !
    Mais pelo que eu sei de poesia eu achei essa demais !
    Achei o final bem legal .

    OBS-Acho que você leva jeito pra a coisa !

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011