Resenha: A Noiva do Tigre

by - sábado, novembro 17, 2012

Olá galera!

Resenha nova! Dessa vez do livro "A Noiva do Tigre" da autora Téa Obreht, publicado pela editora LeYa. Confira!

Dados de Publicação:
Autora: Téa Obreht
Páginas: 228
Ano: 2012
Editora: LeYa


Natália, jovem médica que está em missão de paz levando vacinas para ajudar a curar crianças em um país da Península Balcânica fica sabendo que seu avô teve uma morte misteriosa. Quando sua avó a avisa, diz que os pertences dele não foram devolvidos, o que deixa no leitor uma pontinha de mistério. Percebemos que avô e neta sempre foram muito ligados.
No decorrer da narrativa, Natália relembra as histórias que seu avô lhe contava na infância, o que lhe seria apenas lembranças começam a despontar pistas para ajudá-la a encontrar respostas para essa recente perda. Uma das histórias contadas por seu avô é a do seu encontro com um homem que não podia morrer e que dizia não poder envelhecer.
Natália enfrenta superstições e segredos para tentar salvar as crianças de um vilarejo em que está em missão, e então descobre uma história fantástica, aquela que seu avô não contara. A época em que se passa o livro é a Segunda Guerra Mundial, em pleno inverno rigoroso, a vila em que está é isolada pela neve, e assombrada por tigre, o qual se aproximava na escuridão e muda a vida de todos os habitantes do local.
Ao saber que "A Noiva do Tigre" recebeu o prêmio Orange Prize 2011, confesso que uma ponta de curiosidade me percorreu, não é qualquer livro que o ganha, nem qualquer autor. Téa Obreht é uma autora jovem, e já nas primeiras páginas percebemos o seu grande diferencial, dotada de um talento que é para poucos.
Obreht se utiliza de descrições detalhistas tanto do espaço da obra quanto de seus personagens e acontecimentos, com isso a leitura se torna mais lenta, mas a imagem que formamos da estória é tão palpável que não sentimos frestas ou vazios, temos uma estória perfeitamente interligada, construída de uma forma que traz ao leitor diversas percepções, mergulhando de verdade na ficção que criaste.
Um livro rico em diversos sentidos, pela criatividade da estória, fugindo dos clichês tradicionais e comuns da literatura contemporânea. A Noiva do tigre é um romance incomum, mas ao mesmo tempo nos toca e conseguimos nos reconhecer dentro dele.
Diversas vezes me lembrei de meu tempo de infância, na relação com meus avós, passei minha infância no interior vivendo em uma pequena cidade em SP, então as lendas e contos permearam também meu crescimento, me lembrei das estórias que nossos avós nos contam quando somos pequenos, lendas que passam de geração em geração.
Ele não é de todo surpreendente, mas sua proposta é inovadora, são contos, lendas, mitos que se cruzam entre realidade e ficção. Recomendo a leitura para quem quer ler algo diferente do que está acostumado, esse é um daqueles livros que devem ser "saboreados", ou seja, não lidos rapidamente, mas sim aos poucos, sentindo as emoções que nos são passadas, deixando as imagens se construírem em nossas mentes, Téa sabe como entrar na mente do leitor, sabe nos contar uma bela estória.




Leia também

28 comentários

  1. Oi
    Não conhecia o livro, mas adorei sua resenha e me interessei bastante! ^^
    Vou procurá-lo!

    beijos
    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. gente eu nem conhecia esse livro
    vou procurar ele por ai.
    achei a temática do mesmo bem interessante.
    sem contar que sou louca por detalhes *w* então esse livro me deixou curiosa sabe

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro mas pela sua resenha parece ser bem interessante,espero um dia poder ler.
    mil bjs

    ResponderExcluir
  4. Primeira vez que leio sobre esse livro. Geralmente não gosto de ler livros que se passaram durante a guerra, pois são muito tristes e eu sempre choro, mas dependendo da ocasião é bom.

    ResponderExcluir
  5. não conhecia esse livro, alias conheço pouco sobre a editora, mas graças a sua dica vou procurar conhecer mais sobre o livro pois o tema me agradou :)

    ResponderExcluir
  6. Como a maioria aqui eu também não conhecia o livro, mas parece ser muito interessante. Obrigada pela dica!

    Beijos!
    http://beyondofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Amei *-* quero ler logo adorei sua resenha com certeza vô compra o/

    ResponderExcluir
  8. Eu conhecia o livro pelo marcador de páginas que eu tenho dele na minha coleção, mas nunca tinha buscado mais informações a respeito. Realmente, não é qualquer um que ganha o Orange Prize.
    Adorei a proposta do livro, e com certeza ele está na minha lista de desejados!

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a escritora tenho que admitir e essa coisa de lendas me relembrou muito quando eu tinha 9 anos que me avó contava histórias assim mesmo ^^ Adorei a resenha !

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro, nem a autora. Mas fiquei bem curiosa em relação a ambos.
    Se fôsse comum, eu passaria batido pela capa, sem ler nem sinopse. Mas assim, acabei lendo tudo e gostei muito do que li.
    A principio, achei que era algo relacionando a saga do tigre.rs Mas lendo sua resenha, percebi que é um livro totalmente diferente, com uma pegada de drama, mistério e familia.
    Por ser diferente, quero muito ler ele. Está indo agorinha pra lista de desejados..rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Já conhecia esse livro, mas nunca me lembrava de adiciona-lo no skoob, aproveitei e marquei lá. Depois de ler sua resenha fiquei interessada em ler esse livro mais pelo que você escreveu sobre a escrita da autora, Téa Obreht.

    ResponderExcluir
  12. Também não conhecia o livro , e fiquei super interessado pela nele pela sua resenha , que alias ta muito bem escrita parabéns !!!!
    Uma ótima dica que com ctz eu vou seguir e vou procurar comprar esse livro pra ler ...
    bjos!

    ResponderExcluir
  13. Acho que conheço só de nome esse livro. Vendo a resenha agora tive uma ideia melhor. É bom heim? Pelo menos pareceu ser.

    ResponderExcluir
  14. Oiii Dai, por isso que gosto tanto desse universo que é a blogosfera literária, eu ainda não conhecia o livro, nem a autora, mas fiquei bastante interessada ainda mais por toda essa história de avô e neta, eu tbm fui mto apegada com meu avô, gostaria de poder ler esse livro, assim que tiver uma oportunidade com ctz irei ler...

    BjOs!!!

    @jannagranado
    ..::Livros Pura Diversão::..

    ResponderExcluir
  15. Dai,
    Adorei a temática deste livro, eu não tinha ouvido falar dele!!!
    Me interessei pois a resenha foi muito bem escrita!!!

    Beijos
    Chrys
    Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  16. Pelo título do livro, juro que não daria nada por ele. Mas a sinopse me conquistou e sua resenha fechou com chave de ouro minha vontade de ler a história. Primeiro porque adoro histórias da época da Segunda Guerra. Depois, porque uma história como vc diz, para ser saboreada, é o que mais me interessa num livro. Não gosto de leituras que não me peçam pausas para reflexão. Gosto de encostar o livro no peito quando leio trechos que me emocionam. Acho que esse livro promete isso.

    ResponderExcluir
  17. Gente...
    Eu nunca tinha ouvido falar desse livro. Nem visto essa capa por aí...e olha que me considero uma pessoa muito bem informada sobre literatura.
    Não faz o meu estilo de leitura, mas obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  18. Me lembrou em alguns pontos "A maldição do tigre".
    Não conhecia o livro e realmente me interessei.

    Bjs
    Niii
    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu ouvi falar que esse livro ganhou um premio e coisa e tal e como vc tbm fiquei interessada, mas ainda não o li apesar da curiosidade estar aflorando em minha mente. Espero conseguir ler ele uma dia :D

    ResponderExcluir
  20. Eu nunca ouvi falar desse livro. Mas logo de cara achei que ele lembra um pouco a maldição do tigre.
    Eu gostaria muito de ler, porque gosto de livros diferentes, que passam por mistérios, segredos, lendas e tal. Acho que deve ser muito bom.
    Adorei a resenha . Parabéns.

    ResponderExcluir
  21. Oh, eu não conhecia esse livro ainda, Dai.
    Pelo que pude notar, parece ser um livro interessante. Bom, eu não tenho um contato tão grande com meus avós, como você citou na resenha, mas eles me contavam, realmente, algumas estórias, lendas, contos e que até hoje somos capazes de nos lembrar.

    Não leio frequentemente livros de contos, mas quando leio, gosto!

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Eu também não conhecia esse livro. Mas adorei sua resenha e me interessei muito por esse livro.
    Vou procurar por ele!!
    Animei muito para lê-lo.

    ResponderExcluir
  23. Ah, se o Fnac nao tivesse me trollado no black friday eu teria esse livro vindo pra casa! *O*

    Que pena q nao deu, agora, ao saber q é um ótimo livro, me sinto frustrada e irritada com o Fnac!!!

    ResponderExcluir
  24. Não conhecia este livro, mas estou encantada. Passei a infância escutando histórias incríveis da minha avó. Acho que este livro é diferenciado sim, esta mistura de ficção dos contos e mitos com a realidade é maravilhosa.
    Estou muito animada para conhecer a história!
    bjs

    ResponderExcluir
  25. Não conhecia nem o livro, nem a autora, mas confesso que gostei da história. Mesmo tendo um ritmo mais lento do que geralmente gosto, vale a pena pelo talento da autora. Se tiver oportunidade, lerei, sim!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  26. Também sou mais uma que não conhecia nem o livro nem a autora, mas o enredo me pareceu diferente e cativante. Você tem razão quando fala de lendas e histórias contadas pelos mais velhos. Também cresci com isso. Gostei muito da indicação.

    ResponderExcluir
  27. Nao conhecia o livro, e a capa nao chama muito a atenção.
    Mas a história parece ser bem interessante, e um pouco diferente, pelo menos pra mim. Nao cresci ouvindo lendas e coisas assim, no máximo em estudos na escola, entao sempre achei interessante como em alguns lugares essas coisas sao levadas a serio, e fico pensando "e se fossem verdade.", entao deve ser uma história muito boa.

    ResponderExcluir
  28. Gostei muito desse livro!Estou pensando em lê-lo novamente.Caso eu leia-o novamente,será o primeiro livro que li duas vezes.

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011