Gula literária

by - quinta-feira, dezembro 20, 2012

Olá galerinha!

Fim de ano chegando, clima natalino no ar e o desespero literário. Ai vocês me perguntam, como assim desespero literário? Bem, vou explicar. Nessa época do ano é comum vermos nas redes sociais e tudo mais pessoas que reclamam em não ter batido a meta literária do ano, que ainda faltam muitos livros e correm com as leituras para tentar bater essa meta ou pelo menos chegar bem próximo.
Acho legal estipularmos metas, eu mesma faço isso, mas se não conseguir chegar a aquele número que desejava não me desespero. Levo muito em consideração a qualidade, e esse ano li livros incríveis, conheci novos autores, tanto nacionais quanto estrangeiros. Felizmente a grande maioria dos livros que li me agradaram, foram ótimas leituras.
É legal bater a sua meta, sim é, mas não devemos ter como foco somente números. Você leu 100 livros? Que legal! Mas o que você extraiu deles? O que você aprendeu com eles? Foram leituras prazerosas? É isso que eu levo em consideração, já fui um dia uma gulosa literária, ou seja, lia um livro atrás do outro, quanto mais lia mais queria ler, eu queria saber e estar antenada sobre todas as séries, sobre todos os livros. Mas naquela época eu não trabalhava, não tinha outros compromissos tão sérios na minha vida, não era casada, ou seja, tinha um bom tempo livre. Hoje em dia, tenho vários compromissos e tento incluir a leitura todos os dias. Levo muito em consideração agora a qualidade do que leio, e o bom disso é que leio muito livros bons, no meu tempo, no meu ritmo, mesmo tendo editoras parceiras e um blog literário, leio com calma.
 Não me desespero mais em ler tudo de uma vez só, aprendi a "degustar" os livros que leio. Tem vezes que leio um livro em dois dias, outras que leio um livro a cada quatro, e não sinto vergonha e nem me sinto mal por isso, o importante é que estou lendo. Mas lógico que tem pessoas que leem incrivelmente rápido eu até conheço algumas, e elas não leem tão rápido porque são gulosas, mas sim porque conseguem ler rápido mesmo.
Há um tempo, cerca de um mês, conheci duas pessoas em momentos diferentes em meu antigo emprego, uma delas era uma mulher e ela me pediu dicas de livros sobrenaturais, comecei a indicar e falar de vários e ela dizia "já li, ah esse já li também, eu leio muito rápido, eu leio tudo, leio todos que aparecem, conheço todas as estórias" só que a forma como me dizia era para mostrar "está vendo como leio bastante? eu leio muitos livros! eu sei de tudo!" era perceptível isso e não só eu como outras pessoas perceberam também. Isso eu achei chato, pois a pessoa quis se aparecer com os números e um verdadeiro leitor não se incomoda com números, e sim com o conteúdo daquilo que lê. Até que eu perguntei "e o que todas essas leituras te acrescentaram?", ela demorou a responder e quando respondeu não me convenceu foi algo do tipo "conheci muitos livros".
Na outra vez isso aconteceu com um menino, que fez a mesma coisa. O que ambos tentaram a todo o momento ressaltar era a quantidade, e me peguei devaneando em minha mente sobre isso, não sei se estou ficando velha demais e cri cri, mas isso foi algo que realmente me fez parar para pensar.
Sempre fui um tipo de leitora que extrai coisas do livro para a vida aqui fora, ou leva coisas de fora para os livros, na teoria da literatura esses dois tipos de leitura tem um nome que me esqueci agora, mas quando me recordar coloco aqui. Eu simplesmente não consigo ver um livro de forma isolada, todo autor recebe influencias e toma como base coisas de sua realidade, mesmo quando o livro é de literatura fantástica, percebe-se que os sentimentos e relações dos personagens, como amizade, amor, traição, dor e etc continuam, e esses  tem base em valores universais que nos constituem.
O que também estou percebendo com frequência é o número de blogueiros que estão desanimados, alguns dizem que não estão dando conta do que leem ou que tem muitos livros de parceria para ler e não sobra tempo para ler o que realmente quer ler. Bem, eu também tenho parcerias, mas sempre mesclo minhas leituras, leio um de parceria e outro de outra editora que quero ler. Felizmente gosto muito dos livros que as minhas editoras parceiras lançam e os livros que elas publicam são do estilo de leitura que eu gosto. Há muitas questões envolvidas, sempre digo para os blogueiros que estão começando: não se entupa de parceiros, só faça parceria com editora que você se identifica, mas esse agora não é meu foco aqui.
Esse ano, principalmente agora nesses últimos meses, passei por momentos difíceis, deixei várias leituras de lado, pensei em minha saúde e li com muita calma. O blog até ficou meio paradinho, mas acreditem todos os dias eu olhava os recadinhos de vocês e muitas vezes com lágrimas nos olhos por não estar me dedicando o quanto eu queria me dedicar. Enfim, eu dei uma pausa, fui com calma, teve semanas que deixei de lado um pouco as leituras, e agora estou me recuperando, já estou bem melhor, estou com bem mais tempo livre em casa, mas mesmo assim leio no meu ritmo. Então, às vezes precisamos dessa “pausa”, desse tempo só nosso, e não me senti mal em ter dado um tempo nas leituras, ao contrário, foi bom para mim, foi preciso, blogueiros e leitores também são seres humanos.
Enfim, o que quero passar a vocês é não se desesperem se não baterem a meta literária, tenho certeza que leram bons livros, nem sempre vamos conseguir ler tudo o que estipulamos, não somos só leitores, temos trabalho, universidade, escola, vida social (rs) outras coisas que também estão ao nosso redor. E nunca vamos conseguir ler tudo o que queremos, ainda mais em um ano, sempre haverá novos livros, novos lançamentos e nossa lista de desejados só tende a aumentar, se um dia diminuir é porque tem alguma coisa errada.
Espero que tenham gostado do texto galerinha! Beijos da blogueira cri cri e zen.


Leia também

19 comentários

  1. Post muito interessante. Adorei o texto
    Quando eu ainda estava no ensino médio tinha tempo para ler muito mesmo, era tão simples. Agora na faculdade não sobra tempo pra nada, é tanta coisa para ler, que acaba sobrando tempo só no final de semana. O meu blog eu fiz no período da greve, em que estava lendo muitos livros. Mas agora o meu blog coitado fica super parado. ;/

    ResponderExcluir
  2. Dai!
    É bem por aí!!
    Acho que estavamos passando por esse tempo ao mesmo tempo, pois eu tb dei uma retrocedida por problemas pessoais sérios e fui obrigada a ver que diante de todas as circunstancias da vida, o blog teria que esperar pois eu precisava de um tempo para acertar minha vida pessoal e assim ter fôlego e vontade de recomeçar com força total e aqui estou...
    Portanto, entendo você e acho absolutamente correto o que vc fez!

    Beijos
    Chrys

    ResponderExcluir
  3. Adorei. É exatamente como me sinto, nesse antagonismo cruel: quero ler, ler, ler. Mas não só ler. Tenho vários livros à espera. O que quero mais que ler é aprender com as leituras, extrair o melhor, começar a aprofundar meu conhecimento e minha crítica em cada livro.
    Dessa forma, a quantidade não importa.
    Mas os bookaholics querem ler o máximo que puderem, isso é um fato e me incluo aí tb. Estou aprendendo a saborear mais, a recusar uma leitura que não me agrade e tb a conhecer autores e estilos novos - essa parte é a mais interessante pra mim.
    AMEI o post! Valeu, Dai!

    ResponderExcluir
  4. Acho que você disse tudo. Desde que me entendo por gente eu gosto de ler, mas não tenho essa paranoia de meta ou de "ter" que ler. Eu leio o que gosto e no meu tempo, sem cobranças. Leio por puro prazer. Sou casada, tenho uma filha pequena, trabalho, então a leitura para fim é fonte de puro prazer e não de mais uma cobrança. Muito bom o texto.

    ResponderExcluir
  5. Bem mana você esta certe ... eu formulo minhas metas mas não fico loco por não completa-las porque meu tempo é curto e assim fica difícil de manter uma leitura no tempo padrão pra alcançar a meta ¬¬ Gostei muito do texto e vou recomendar pra minha prima ... ela precisa kkk

    ResponderExcluir
  6. Concordo com você a leitura tem que ser prazerosa e não desesperada só para no final obter números e ficar se vangloriando "nossa eu li 100 livros este ano"não é assim,com certeza eu não bati a minha meta este ano e estou muito feliz.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. concordo plenamente com você
    eu quase não tenho tempo de ler, mas cada segundo que tenho livro pego um livro para ler, nem que seja uma pagina.
    minha meta de livros qeu eu queria ler este ano era 30. sim, é pouco, mais já li 29 este ano. estou lendo o 30° e acho que não conseguirei terminar logo. não estou desesperada!
    tem gente que realmente, só se preocupa em ler quantidade de livros, e não qualidade!
    isso me deixa muito revoltada :@

    ResponderExcluir
  8. Eu prefiro não ter meta literária...não em número, mas sim em qualidade..quero ler alguns clássicos como O CONDE DE MONTE CRISTO, OS TRÊS MOSQUETEIROS, O NOME DA ROSA... para ficar por "dentro" hehehehe e também livros do momento...mas sem me prejudicar nas outras coisas. Afinal, minha meta em 2013 será escrever hehehhe


    Aproveito para desejar um natal repleto de amor e paz para vc.
    Um beijo doce e um ótimo final de semana para vc e sua família.

    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. interessante, gostei bastante do texto, estou adorandu seu blog

    ResponderExcluir
  10. vou te falar eu estou com uma gula!!!! minha lista cresce a cada dia!! ai Jesus!! Olha que post lindão e super bacana de ler

    ResponderExcluir
  11. Ah flor, todos nós precisamos de um tempo, muitas vezes, longe até da gente mesmo pra poder recarregar as baterias e recolocar a vida em ordem.
    E essa fome q não passa? Como lidar com isso?rs
    Quanto mais livros,mais a fome aumenta. E embora muitos digam q isso é ruim, eu acho é bom demais da conta.
    Como leio muito pouco diariamente, não estipulo metas, daí, fica mais fácil lidar com o fato de não cumprido..rs
    Mas que venha 2013 e muito mais livros para ser lidos e deixados um cadim de lado né? Afinal, a vida é muita coisa :)

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Dai!

    Adorei o post!

    Outro dia eu falei algo parecido pra uma amiga, eu antes queria ler e ler(ok eu ainda quero isso rs), queria ler rapido, não ligava pra quantidade, mas sim pro tempo que eu levava pra ler um livro. Hoje tento não ligar tanto, quero ler pq gosto, claro que tem vezes que eu leio sem parar, mas é pq quero. Esses dias fiquei bem chateada, com o natal não consegui parar pra ler!!, simplesmente não tinha tempo rs.
    Vou acabar não cumprindo minha meta, por não ter conseguido ler esses dias, e isso me deixa triste, mas pq quis ler, e não tinha tempo rs.

    Bjooo

    ResponderExcluir
  13. Eu não tenho muitas "metas", simplesmente vou lendo e me apaixonando cada vez mais pela literatura. Aproveitando que ainda estou no ensino médio, então sempre me sobra um tempinho, porque sei que em breve não terei mais tanto tempo. Beijoo!

    ResponderExcluir
  14. Eu nem coloco meta de leitura pra mim... simplesmente leio, no meu ritmo... até me surpreendi ao perceber que li quase cem livros esse ano! Achei que nem chegaria aos 80... só descobri o número depois, mas realmente não acho que ele importe. Também prezo muito mais o que o livro me passou, como ele me tocou. É isso o que considero essencial.

    ResponderExcluir
  15. Eu não acho muito legal essas coisas de metas!As vezes no desespero de bater essas metas as pessoas nem prestam atenção no que estão lendo!
    XOXO

    ResponderExcluir
  16. Amei seu texto, Dai.
    Eu, para ser sincera, NUNCA fiz metas. Eu apenas pensava: "Ah, quero ler por volta duas séries" ou então "Preciso ler AQUELE livro, e pronto, estarei feliz". Não sou de dizer "Tenho que ler 40 livros nesse próximo ano". Acho que isso acaba nos fazendo ficar ainda mais devagar na leitura, devido a preocupação em cumpri-la. A pessoa fica paranóica, digamos.

    Para ser sincera, eu nem sei quantos livros li esse ano. Não contei! Só sei que foram mais de 30, pois eu comprei 37 livros esse ano e desses, só 4 ainda não foram lidos. Mas não tenho ideia de quantos, no total. Afinal, o que importa é LER.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Como sempre vc arrasa com seus textos reflexivos....adorei é exatamente isso que pensei esse ano, participei de um Desafio que a meta era ler 70 livros, mas eu consegui ler 59, e para mim já está ótimo, pro ano que vem eu pensei se conseguir ler 50 já estará ótimo tbm, não quero quebrar recordes rsrs e sim ler com paixão, como vc disse degustar a leitura, sentir prazer com o que lê, aprender com a leitura, trazer algo do livro para a sua vida, refletir, sorrir, chorar, e não apenas ler só por ler, números haha, somos leitores queremos letras não números, isso vamos deixar para os matemáticos né Dai....e que 2013 venha com muitos livros bons que possamos ler e viver a leitura, com calma, com amor e dedicação....BjOs!!!!

    ResponderExcluir
  18. Não leio por metas e sim os livros que vão me interessando rs o complicado esses sites tipo o sub fazendo promoções, então compro muitos livros dai fico com muitos pra ler ..
    Belo texto parabéns

    ResponderExcluir
  19. Apesar de minha meta ser bem pequena, não consegui atingi-la. Essa vida de trabalhador, estudante, concurseiro não é moleza. Mesmo assim, não fico desesperado não. Coloco na cabeça que não era o momento para ler. Espero atingir minha meta em 2013.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011