Resenha: Cordilheira

by - domingo, dezembro 23, 2012

Olá pessoal!

Trago para vocês a resenha do livro "Cordilheiras" de Daniel Galera, publicado pela nossa Editora Parceira Companhia das Letras.

Dados de Publicação:
Autor: Daniel Galera
Páginas: 175
Ano: 2008
Editora: Companhia das Letras

Cordilheira é o primeiro romance pertencente à coleção Amores Expressos, publicada pela Companhia das Letras. Nessa coleção autores brasileiros escrevem histórias de amor que devem ser ambientadas em diversas cidades no mundo. Em Cordilheira somos apresentados à história de Anita e temos como espaço da obra a capital da Argentina, Buenos Aires.
Anita é nossa protagonista e lemos a história sob seu ponto de vista, ou seja, a escrita está em primeira pessoa. Ela está saindo de um relacionamento com Danilo e ainda sofre o impacto do suicídio da amiga. Aproveitando que seu livro estava sendo lançado na Argentina, e visto tanto no Brasil quanto fora como um dos melhores livros da literatura brasileira contemporânea recebendo prêmios e boas críticas, Anita decide passar uma temporada em Buenos Aires.
Diversas questões já nos são apresentadas da vida da personagem, sua mãe falecera no parto, vivera com o pai, sonhava em ser mãe, entretanto seu ex-namorado, Danilo, alegava não estar preparado para tal e evitava o filho e suas amigas lhe diziam que isso era bobagem. Anita ainda nos revela que quando escreveu o livro não esperava ter sucesso, nem que ganharia algo em troca, dizia até mesmo sentir vergonha da obra e que não se reconhecia nela.
Em uma mesa-redonda na Argentina, na qual estava sendo discutida literatura e também apresentado seu livro, Anita conhece um argentino fã de seu livro. A personagem se vê atraída por ele, e após um tempo se conhecem e ela passa a viver com ele e conhece seus amigos com hábitos incomuns. Eles nos lembram daqueles grupos revolucionários, ou pensadores da literatura, se reuniam em bares ou outros locais e debatiam sobre teoria literária. Estranhamente cada um tinha um livro e nestes estavam seus respectivos finais. Nesse momento Galera molda uma história na qual realidade e literatura se mesclam a ponto de se tornarem um só, de forma geniosa, assustadora e reveladora.
A forma como Anita transparece seus pensamentos, medos, receios e desejos, me fez ficar pasma com a habilidade do autor, que conseguiu nos mostrar e revelar como ninguém parte da alma feminina. Ela não é uma personagem perfeita, não sonha com o inédito, seus pés estão fincados no chão, sofre como todos sofremos e deseja o que um dia já desejamos ou iremos desejar.
Além de termos uma história muito bem criada, montada e interligada, vemos também o grande conhecimento literário de Daniel Galera. Cordilheiras é diferente de todos os outros romances contemporâneos que li nos últimos anos, ele foge do tradicional, foge daquilo que nos é cômodo, ou dos chamados clichês, e cria uma obra única, que mostra de forma crua e real a solidão, os desencontros, tragédias e reconstrução de uma alma ferida. Mostra de forma nua as relações humanas, os sentimentos que às vezes persistem em se esconder em nós, e os desejos mais obscuros.
A forma como foi conciliada literatura e realidade dentro de uma ficção tornou o livro de 175 páginas riquíssimo quanto ao conteúdo literário. Até que ponto a realidade interfere na literatura, ou que a literatura interfere na realidade, e quando essas duas esferas se encontram o que pode acontecer? Mas e se essas duas esferas já viverem conjuntamente e precisarem uma da outra, ou  só existir porque a outra existe? Até que ponto tudo isso pode interferir em nosso destino e influenciar nossas escolhas reais? Essas são algumas questões que permearam minha mente durante a leitura, e me fez realmente refletir sobre literatura como nenhum outro livro fez.
Mesmo sendo estudante de Letras, confesso que Galera me deixou sem palavras e explicações para diversos fenômenos no livro, e me fez lembrar o porquê amo tanto literatura, justamente por nos trazer essas reflexões mescladas com a arte pura e única das palavras.
 A frieza de algumas situações e palavras também toca o leitor e nos deixa desassossegados. Uma trama que nos traz uma bela reflexão sobre os limites da ilusão e realidade, perdas e sonhos, literatura e amores. O final me surpreendeu, um romance rápido de ser lido, mas que com certeza te acrescenta muito. Daniel Galera é realmente um ótimo autor, e ouso a dizer um dos melhores senão o melhor da literatura brasileira atual. Não espere uma historinha de amor ou algo parecido, espere um romance real, reflexivo e inesquecível.


Leia também

18 comentários

  1. Pronto!! Fiquei encantada pela trama, esse vai para minha lista de desejados...para assim que possível adquirir.
    Adorei o enredo!!!
    Jura que vc também é estudante de Letras??? Que tudo!!!!
    Aproveito para convidar para visitar meu blog que está com várias postagens novas e sorteios.
    Beijinhos e boas festas!

    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa...não conhecia esse livro e muito menos esse autor. É sempre bom descobrir novas obras, e o blog me ajuda muito nisso.

    Te indiquei em um meme: http://www.perdidasnabiblioteca.blogspot.com.br/2012/12/memes-e-selinhos-14-natal-me-faz-lembrar.html

    Passa lá e dá uma olhada. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Tão bom ler algo que não conhecemos e acabamos gostando assim de cara!
    Adorei tudo que li.
    Não conhecia a obra e foi bom tbém saber que ainda é só o primeiro livro de uma serie.
    A sinopse não é tão reveladora assim,mas a resenha ficou impecável..Sempre digo que resenha boa é aquela q faz a gte ficar com vontade de ler a obra.
    E isso foi alcançado..rs

    Beijos, beijos

    ResponderExcluir
  4. Não sabia que ia me apaixonar pelo livro assim, só pela sinopse , mais ainda, pel resenha deliciosamente rica que vc escreveu.
    Adorei saber que se trata de literatura dentro da literatura, não é o que chamam de metaliteratura?
    Quero ler, sim, mais ainda por saber que é de um autor brasileiro.

    ResponderExcluir
  5. Não tinha ouvido falar deste livro,mas pela sua resenha apaixonante fiquei mega curiosa para conhecer esta história.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. não conhecia o livro, mas sua historia parece cativante!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia o livro ainda, e nem o autor. Acho que o livro não me chamou muita atenção ;/ Mas tenho certeza que deve ser realmente bom, para merecer suas 5 estrelas. E eu confio no seu gosto *_*
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar desse livro mas a história ate que é bem interessante ^^ Posso dizer que fiquei um pouco curiosa pela história.

    ResponderExcluir
  9. Não li nada do autor ainda, embora já tenha ouvido falar a respeito de "Cordilheira". Realmente parece que tem uma história marcante e como você diz, mais que um simples romance. Se tiver oportunidade, gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  10. Amei a capa, amei a trama, amei a resenha! Não conhecia o autor, nem nenhuma de suas obras, mas me encantei e já estou vendo outras também! :D

    ResponderExcluir
  11. Me interessei bastante pelo livro, durante quase toda a resenha, mas tenho que confessar que essa parte: "Eles nos lembram daqueles grupos revolucionários, ou pensadores da literatura, se reuniam em bares ou outros locais e debatiam sobre teoria literária.", me deu um pouco de preguiça. Sou meio alienada pra isso. Não sei se gostaria desses "amigos com hábitos incomuns". Mas, bem, acho que eles não são o principal do livro e, por isso, leria sim.

    ResponderExcluir
  12. Não curti muito!
    Mia adorei a capa!
    xoxo

    ResponderExcluir
  13. Parece ser interessante. A capa, apesar de simples, é muito bonita. Acredito que eu adoraria ler o livro, gostei da parte onde você citou ter se lembrando do por quê de amar tanto o seu curso, rs.

    Ótima resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Livro novo pra mim, gostei da historia, a narrativa dele parece ser boa e a capa é bonitinha. Ja o coloquei na minha lista.

    ResponderExcluir
  15. Posso dizer que mesmo não sendo fã de romances, daria um crédito a essa, pois você afirmou que foge dos clichês que geralmente vemos em obras desse gênero. Mas uma coisa que me incomodou bastante foi essa capa. Não achei legal.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  16. Ual, putz interessante gostei!!!
    Daiane pare de fazer resenhas boas, fica me deixando com vontade de ler os livros rsrs ( já comprei um livro por uma das suas resenhas: A Noiva do Tigre)
    Parabéns pela ótima resenha ^^
    Beijo

    ResponderExcluir
  17. Oi dai!
    Cordilheira parece ser um livro muito bom pra se ler. Sempre bom ler algo que te faz pensar. Mas sempre fico com receio com livros pequenos, será que só essas páginas eh o suficiente pra contar a história toda? Sempre penso nisso rs.
    Estou numa onda de nacionais entao esse passou a ser uma possibilidade :)

    Bjoo

    ResponderExcluir
  18. Oi dai, Cordilheira me pareceu ser um ótimo livro, ainda mais pela empolgação da sua resenha...parabéns!!!

    BjOs!!!

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011