Relendo a releitura

by - quarta-feira, fevereiro 13, 2013



Olá, gente!

by *carldraw
Sabe, o artigo já estava prontinho para ser enviado, mas eu esqueci, pois não sei como não perdi minha cabeça... pois é, então resolvi fazer uma modificação pequena. Ontem, estava no facebook quando me deparei com uma mensagem que falava a respeito da idade. Como eu não posso deixar de me posicionar frente ao texto e a vida, fiquei super reflexiva...

A mensagem discorria sobre ficar velho, tipo, você pode ficar velho, mas com a mente jovem. Deu-me uma vontade incontrolável de escrever uma poesia.


Velhice
Qual é o problema com a velhice?
Ela é só o oposto da novice!
Ela nasce, morre e revive...
Tudo o que é velho é novo
E tudo o que é novo é velho;
Tudo que é velho existe
Tudo que existe flui
Tudo que flui vive
Qual o problema da velhice?
Quem tem corpo velho: vive
Quem tem alma velha: ensina
Quem tem mente velha é sábio.
Quem nasce hoje e morre amanhã é otário!
Qual o problema da velhice?

Eis que saiu isso! Bom o fato é que nem tudo o que dizem por ai deve ser levado a sério, pois bem, quem está na vantagem: quem viveu 100 anos ou quem morreu as 10 anos? (sei que isso pode ser relativo), continuando, quem está na vantagem: um homem de 40 anos com mentalidade madura de 40 anos ou um homem de 40 com mentalidade de 15 (que faz muita bobagem?)? Ser velho, ou ficar velho é algo do qual não podemos fugir nunca. Acho que a poesia diz muito, mas continuando, vivemos numa sociedade cartesiana que quer a todo custo que reneguemos nossas origens e para onde iremos.

Pode não parecer, mas Robert Pattinson também vai ao banheiro e está vulnerável a diarreia e as DSTs. As atrizes globais acordam com mau hálito. E todos nós iremos morrer e envelhecemos o tempo inteiro. As etapas de nossa vida existe para serem vividas e não maquiadas com reboco...

Para minha sobrinha de 2 anos de idade, o primo de 10 é velho. Tudo é uma questão de ponto de vista. Mas a minha releitura não termina por ai, também me deparei com um texto da minha Diva, Marta Medeiros, onde ela detonava co a música de Gabriela “...eu nasci assim, eu vivi assim, vou ser sempre assim, é assim que eu sou, Gabriela...”, ela (Marta Medeiros) disse que impossível que ninguém mude a vida toda, mas o que ela não se atentou é que a música está dentro de um contexto.

Gabriela nasceu livre, uma mulher visceral, uma selvagem em pele de anjo, uma loba do mundo, e nem mesmo o amor seria capaz de rança-la de sua liberdade. Gabriela nunca seria um passarinho na gaiola. A música foi criada unicamente com essa intencionalidade discursiva, portanto, infelizmente, terei que ir de contra a minha Diva e pedi para que ela reveja os fatos. 

Quando alguém já nos vem com uma leitura ou releitura pronta e acabada, abra o terceiro olho, não aceite, não! Até mesmo o que digo aqui, não aceite tão facilmente assim... leia, pesquise, lute por sua verdade, conheça os fatos, se ambiente sócio e historicamente.
Seja um leitor crítico!

Bom carnaval para todos,

Lilian Farias
@LiliansFarias

Leia também

31 comentários

  1. Adorei este post!
    Amei seu ponto de vista, as comparações e indagações.
    Sim, ser velha ou ser experiente, é algo que, quem não é, um dia se a vida permitir, será.

    Parabéns
    Belíssimo post.
    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  2. Uau ficou demais a sua poesia eu amei e concordo pra que ter medo da velhice o que de mau ela tem se ela é mais uma fase que todos nos devemos passar, e na minha opinião não tem nada de errado com ela, pois ela serve para que possamos nos lembrar de cada bom feito que tivemos durante a nossa caminhada de crescimento.

    ResponderExcluir
  3. Não acho que nós devemos ver a velhice como um problema, pois a cada ano, a cada segundo ficamos mais velhos, acho que devemos aproveitar cada minuto e viver a vida intensamente! E concordo com você quando disse que é tudo uma questão de ponto de vista. Adorei sua poesia, me fez refletir !
    Bjss

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante do final da postagem:
    devemos mesmo refletir quando alguém nos apresenta uma visão pronta sobre o que quer que seja.
    Faz parte da vida, faz parte de ser humano. ;)

    http://devoradoreshistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Lindo poema, eu também não sei o que há de tão errado em ficar velho. Afinal, quanto mais tempo você vive mais sabedoria você acumula (com poucas exceções).

    ResponderExcluir
  6. Opa, adore o post!
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olha, você tem talento ein, adorei a poesia, e super concordo com o que você falaste.

    ResponderExcluir
  8. eu sou encanada com a velhice, medos e receios permeiam minha mente, post pra pensar e refletir

    ResponderExcluir
  9. Eu odeio ficar velha. Meu aniversário é sempre um saco. Sou eu fugindo de tudo e todos pra evitar os parabéns.
    Mas o meu problema com a idade/ velhice não é uma questão de estética. Acontece que as pessoas não percebem que do momento que nascemos até agora estamos em uma contagem regressiva. Quando percebo que estou ficando velha, penso: Putz! Ainda não fiz nem metade das coisas que quero fazer e meu tempo esta se esgotando!!
    Ah...mas a velhice traz sabedoria...mentira!
    Tem muita criança que já passou por uma grave doença; por miséria; por um drama, que é bem mais sávia do que muito adulto. O que traz sabedoria é experiência. Velhice só traz reumatismo, diabetes e colestrol alto.

    ResponderExcluir
  10. Ah Lilian..sou fã do teu trabalho!
    (eu sei...vc já leu isso em algum lugar)rsrsrs
    Mas é sério..Mesmo que pensemos igualzinho, vc consegue transmitir isso nas letras. Em cada uma delas, há sentimento.
    Sempre encarei a velhice como um pequeno detalhe..Sim,não pertenço ao time q se preocupa com isso. Etapas..é preciso vivê-las de acordo com o que podemos!!!
    E esses conceitos mudam tanto de pessoa a pessoa né?rs
    Nos livrar de pré conceitos estabelecidos, é o primeiro passo, para deixarmos que o tempo corra!rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Esse post é tão lindo que eu fico até com vergonha de me expressar e não estar à altura. Mas enfim, eu amo velhos, eu amo cuidar de velhos e principalmente eu amo ouvi-los, mas confesso que tenho um medo absurdo de ficar velha e eu não sei de onde vem tanto medo.
    Eu comentei no outro post que eu não havia gostado, mas este me surpreendeu, parabéns!

    ResponderExcluir
  12. AH!! Adorei o post... Ta me fazendo refletir bastante! Hoje mesmo estava conversando com uma amiga, sobre fazer aniversário, e ela disse "vc~e já vai fazer vinte anos, como isso é possivel?' e eu pensei... é mesmo, caramba... e eu meio que nao gosto de fazer aniversário... mas depois de ler o seu post, ddepende do ponto de vista! Beijos

    ResponderExcluir
  13. Super legal o post e que poema é esse menina lindo,ele fala tudo,temos que envelhecer com sabedoria.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito do post, e o poema ficou interessante.
    Acho que a velhice deve ser comemorada e encarada com alegria, já que significa que você conseguiu viver tanto tempo num mundo tão cruel. Minha mãe não gosta de envelhecer, não gosta de aniversário porquê a lembra que está ficando velha, mas eu sempre digo que isso é uma coisa boa, quer dizer que ela está vivendo e sobrevivendo cada dia mais e mais, que isso é uma dádiva e que ela não deve reclamar...
    A velhice é bela, é um presente, é uma época linda da vida.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns...vou compartilhar...muito verdadeiro

    ResponderExcluir
  16. Muito bom o post, de verdade! Concordo quanto tu fala de que idade é algo relativo, nossa maturidade ou jovialidade passa bem distante de simples números. Tudo é questão de personalidade.

    E sim, leitores críticos questionam, contradizem, até mesmo a Martha Medeiros, rs.

    beijos, querida.

    ResponderExcluir
  17. A parte onde vc disse sobre pra qem tem 2 anos (sua sobrinha, acho) velho é qem tem 10 foi a melhor, pq mostrou bem q a velhice é só uam qetao de ponto de vista. E hj o povo tem uma visao mto distorcida, pra nao usar palavra pior :D
    Beijos e parabens pelo texto!!
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Boa reflexão.
    Cada vez mais a perspectiva de vida aumenta, então temos que aceitar e viver a velhice da melhor forma possível.

    ResponderExcluir
  19. Adorei o texto, muito bem escrito. É incrivel como suas palavras nos envolvem *u*

    ResponderExcluir
  20. Gostei muito do texto, o que lembrou uma situação que vivi essa semana. Falávamos exatamente do preconceito contra quem é velho, numa viagem de onibus. E minha mãe disse "feliz é quem consegue ficar velho". Sim, e o pior que é. Quantos jovens não esta morrendo por aí sem chegar nem aos 40?
    Ficar velho é na verdade uma conquista que poucos alcançam, ainda mais nos dias atuais.

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  21. Adorei o texto.
    Acho este um assunto bem complicado.

    ResponderExcluir
  22. Bem legal esse post.
    Ficou muito boa sua poesia.
    Adorei!!

    ResponderExcluir
  23. Gostei demais da reflexão.
    Para nós, mulheres, envelhecer é uma questão muito importante, pois está ligada à perda da beleza - claro que toda idade tem sua beleza, estou me referindo à beleza que atrai os homens e nos faz tb sentirmos mais poder e juventude.
    São perdas necessárias, o preço pelo amadurecimento, pela experiência.
    Para os homens, as perdas com a idade pesam muito no vigor físico, na virilidade.
    Mas tem recompensas. A maturidade só é possível com a chegada dos anos. Não é da boca pra fora quando dizemos que preferimos nossa vida aos 30 ou 40 que aos 20 anos. Menos culpa, mais discernimento e fases concluídas me dão sensação de plenitude.

    ResponderExcluir
  24. Adorei esse post!!

    Tenho pensado muito nesse negocio de idade, pois nunca me lembro a idade que realmente tenho, e ao mesmo tempo sinto o meu corpo me abandonando um pouco rs.
    O que mais me surpreendeu foi pensar que hj tenho a idade que, provavelmente, minhas professoras tinham quando era crianca, e eu as conciderava tao velhas, e hj me considero tao nova, essas coisas sao estranhas rs.

    E amei esse poema!!

    Bjoo

    ResponderExcluir
  25. adorei o post, bem diferente, mas sinceramente eu não me apego a idade, acho que a maioria das coisas não se tem idade certa para fazer isso ou aquilo

    ResponderExcluir
  26. Adorei o post e ao tema : Velhice!
    Um tema que eu tenho muito medo,sim, tenho muito medo de morrer e principalmente perder as pessoas que eu gosto,não gosto da velhice simplesmente porque implica em perdas futuras :(

    http://llivroseletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Essa poesia disse tudo!!!!
    Como sempre, você nos trás ótimos questionamentos, e o melhor de tudo, muito bem embasado. E assim como você, também não vejo problema na velhice.
    Parabéns pelo post!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  28. Adorei essa poesia cara! queria ser habilidosa assim :D

    ResponderExcluir
  29. Tem dias que da vontade de escrever sobre tudo mesmo, o bom é se expressar escrevendo e você faz isso muito bem , principalmente a Poesia que eu simplesmente adorei, concordo, idade, velhice é relativo e as vezes ta na mente, no psicológico das pessoas. Já Falei que adoro seus textos? rs

    ResponderExcluir
  30. Oá adorei o post, isso é mesmo relativo, vc pode estar velho e ser novo ou ser novo e ter mente de velho, tudo é uma questão de atitude, comportamento...como sempre vc arrasou no texto Lilian.

    BjOs!!!

    ResponderExcluir
  31. Momentos reflexivos sempre são ótimos para a criatividade aflorar.

    Parabéns pela poesia! Tão cheia de verdade.
    Adorei!

    Bjs

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011