Resenha: Amante Liberto

by - quinta-feira, fevereiro 07, 2013

Olá galera!

Oba! Resenha! Dessa vez do livro "Amante Liberto" quinto livro da série Irmande da Adaga Negra. Bom pessoal, só para esclarecer, quem ainda não leu os livros anteriores não precisa se preocupar porque não tem spoiler nenhum.
ATENÇÃO: Para aqueles que estão participando do top comentarista e que não quiserem ler a resenha por ainda não ter lido os livros anteriores, não tem problema. Não tem spoiler algum na resenha, e não faço comentários dos livros anteriores. Mas respeitarei aqueles que decidirem por não lê-la, então o comentário nessa resenha para vocês do top é optativo, o post será neutro! Mas aqueles que quiserem comentar ficarei feliz.

Dados de publicação:
Autora: J.R. Ward
Páginas: 524
Ano: 2011
Editora: Universo dos Livros

"Eu mordo Jane. E não conseguiria me controlar. Não com você."


Em Amante Liberto conhecemos mais sobre o guerreiro Vishous, filho de Bloodletter, e que possui uma capacidade assustadora de prever o futuro, além de ser destemido, muito inteligente, sexy e com uma maldição destrutiva. Ele fora criado um acampamento de guerra por seu pai, nesse ambiente viveu e passou por muitas coisas difíceis, que marcaram toda sua trajetória.
Como um dos membros da Irmandade, esse guerreiro não está interessado no amor, ao contrário, ele quer lutar e destruir seus inimigos. Mas em uma das lutas ele se sofre um ataque que coloca em risco sua vida. Como estava desacompanhado de seus irmãos, é então encontrado por um humano e levado para um hospital. Lá é tratado por uma cirurgiã humana, a Dra. Jane Whitcomb, que salva sua vida e fica maravilhada com o guerreiro, percebendo que ele é além de um humano. O que Vishous não esperava e muito menos a Dra. Jane, era que a partir desse encontro nenhum dos dois seriam mais as mesmas pessoas, ele pode sentir pela primeira vez o verdadeiro prazer, mas o destino prega uma peça nesses dois personagens, e talvez o futuro não seja tão previsível assim.

"E então, com a voz rouca, o homem cuja vida ela havia salvado disse três palavras que mudaram tudo... mudaram a vida dela e o seu destino: 

- Ela. Vem. Comigo."


Durante minha leitura dos livros anteriores, sempre fiquei curiosa para saber como seria o livro do Vishous. Assim que comecei a ler Amante Liberto, não queria mais parar, a curiosidade me afligia e me devorava. Além de ser um personagem sexy e misterioso, quis descobrir o que mais envolvia esse guerreiro. Ward me surpreendeu, muito. 
A relação de Vishous com Jane é linda, a forma como eles vão se descobrindo, e o desejo que crescia em cada um, me fez torcer muito por esse casal. Como todo livro de IAN, esse não poderia ser diferente, e as cenas quentes também estiveram presentes, e que cenas! Esse vampiro além de sexy, sedutor, lindo, maravilhoso (ok, parei) também tem um coração puro, e o amor que ele sente por Jane o deixa ainda mais fofo. Para quem não sabe Vishous é um Dom (dominador), adepto do BDSM.
Nesse volume coisas novas começam a surgir, o personagem John também recebe um enfoque maior, e alguns segredos começam a ser revelados e algumas surpresas aparecem. A titia Ward arrasou e colocou ainda mais pimenta, me deixando ainda mais desesperada para saber como será a continuação da série.

"Medo, sexo e amor preenchiam sua pele por dentro, tornando-se em músculos e ossos que o formavam; ele não era nada além de emoção e desejo, sendo ela a motivadora"  

 

Mas novamente a autora fez que meus sentimentos fossem além do à flor da pele, tive diversos surtos psicóticos principalmente com o final do livro, a ponto de me fazer parar a leitura do livro, me deixando chocada. Li e reli algumas cenas inúmeras vezes porque não estava acreditando no que estava lendo. Como sempre digo, ela faz que meus sentimentos virem massinha de modelar em suas mãos. Chorei muito, fiquei brava, mas ao mesmo tempo feliz, foi uma mistura de emoções tão grande que eu nem sabia mais o que sentia.
J.R Ward consegue ser a única escritora, repito a única, que consegue me arrebatar dessa forma, levando meus sentimentos ao limite. Não acreditei que ela fez aquilo, eu senti isso no livro do Z. e voltei a sentir novamente. Quem leu sabe o que estou dizendo, e quem ainda não leu se prepare. Minha relação com a Ward é de amor e ódio, eu amo muito por ter criado essa série maravilhosa, uma das minhas preferidas, pelas suas estórias belíssimas, bem construídas, mas a odeio quando ela apronta algumas com os personagens. Mas meu amor por ela sempre é mais forte.
Esse livro é lindo, amei, embora Vishous tenha se tornado um dos meus irmãos preferidos, esse não foi meu livro favorito da série, acho que o do Z. é o melhor de todos até agora. Se você ainda não leu, corre, porque não sabe o que está perdendo. Mais uma vez a autora construiu uma linda estória, interligando as cenas, e construindo um livro em que nada fica vago. É incrível essa habilidade da Ward.
Amante liberto fisga o leitor, nos desassossega, pregamos os olhos em suas páginas e o devoramos, enquanto lemos esquecemos as horas, o tempo, tudo. Achei que o Vishous foi um pouco injustiçado, para mim ele merecia um final melhor, queria que tivesse mais cenas entre ele a Jane também, esse personagem sofreu um bocado nas mãos da Ward.
Livro mais que recomendado, se você ama vampiros, sobrenatural e estórias hot, IAN é leitura obrigatória! Embora eu tenha me irritado muito e perdido a compostura com meus surtos durante a leitura, não tem como não deixar de dar 5 estrelinhas, é o Vishous, é IAN!



P.S: Virgem Escriba eu te odeio.
P.S 2: Por quê?????? Por que Ward???? Por quê????
P.S 3: Ward, se um dia nos encontrarmos, teremos uma conversa seríssima sobre o Vishous.

Leia também

41 comentários

  1. Nunca tinha ouvido falar dessa saga e não fiquei muito afim de ler também não, parece uma das mil adaptações de crepúsculo que surgiram só porque o tema ficou "na moda".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem Lucas, pode ficar tranquilo. Ward lançou o primeiro volume de IAN em 2005. Essa estoria é muiiiiito diferente de Crepúsculo, a única semelhança é ter vampiro, mas só. O foco de IAN é o público adulto. Respeito sua opinião. bjs.

      Excluir
    2. Desculpas então, pelo "adaptações de crepúsculo", mas que parece parece.

      Excluir
    3. Sim, sim. Mas isso e normal, sempre qdo vemos algum livro de vampiro ou algo assim q tbm faz fama nos lembramos de crepúsculo, e inevitável. Tem alguns livros q sao mto parecidos e com estórias fracas, e outras com estórias boas. Mas vai de livro pra livro.

      Excluir
  2. Já ouvi muito a respeito da saga, mas nunca tive a oportunidade de ler :S
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei os "P.S.'s" hahaha A resenha está incrível e este livro parece ser ótimo! Adorei!!

    ResponderExcluir
  4. Quando eu li o primeiro livro da série, fiquei assim que nem você, simplesmente enlouquecida com certas coisas, no sentido bom e ruim, mas eu adorei muito, é certamente muito diferente, não dá pra comparar com essas estórias fraquinhas de vampiros, tipo Crepúsculo, IAN é outro nível, trata os vampiros do jeito que tem que ser. Estou ansiosa para começar o segundo livro!!

    ResponderExcluir
  5. O meu livro preferido da série entre os que li atá agora.
    Ain, sofro muito com o V. hein.
    Ward é malvada demais!

    Beijinhos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Meu irmão preferido é Z..não adianta e claro o fofo/gato/sexy/gostoso/..melhor parar por aí rsrs o John....hummm espera até vc chegar lá..aiai meu Johnzinho.
    Mas falando de V eu gostei deste livro, acho que V tem seu valor, mas coisas que ele fez mais a frente na serie não permite que eu goste tannnnto dele, criei birra.
    beijos.

    ResponderExcluir
  7. Como Ainda não li nada da série não lerei a resenha, mas pra ser cinco estrelas o livro deve ser bom, fiquei curioso rs....

    ResponderExcluir
  8. Mesmo não tendo livro nenhum livro da série da Irmandade, sempre faço questão de ler as resenhas dos livros, pq sei que é algo que quero muito fazer!
    Ler todos, apesar de saber q já são inumeros..rs
    As capas são um show a parte e andei lendo essa semana, que os livros virarão serie de tv e até tinha alguns personagens já escolhidos.
    A Irmandade deve ser com certeza, uma serie hot, e tensa..rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Bom, eu nunca tinha ouvido falar dessa série, mas como você disse que não tinha problema ler, porque não tinha spoilers na sua resenha dos livros anteriores (e não tinha mesmo, e se tinha, eu não percebi) eu resolvi ler né. Confesso que eu fiquei um pouco perdida. Só na metade da resenha eu fui me dar conta de que o personagem era um vampiro. Ai eu achei interessante essa relação entre ele e a médica; e depois você veio dizendo desse final que te deixou perplexa, mas eu ainda assim fiquei perdida... dominador????? adepto do BDSM???? hã????? Tá bom, eu não li os outros livros, então não conta... Não sei se eu leria, pelo menos por agora. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Cissa, não tem nenhum spoiler na resenha, nem dos livros anteriores ;)

      BDSM (bondage, dominação, sadismo, masoquismo) é uma prática sexual e o Vishous é um domme (dominador). Isso não é o foco principal nesse livro, e tem pouquíssimas cenas dele com isso, então pode ficar susse.
      Sim, o final me deixou mto de cara... pq tipo, eu não esperava aquilo, mas esse é o estilo da Ward, sempre nos surpreender no final, de uma forma q nem acreditamos!!
      Essa série levei um booom tempo para ler, tdo mundo falava bem e tal, mas mesmo assim resolvi esperar, qdo bateu a vontade e curiosidade resolvi ler e gostei, tanto q eu sempre acompanho. é minha série de vampiros preferida :)
      Bjs linda e obrigada pelo comentário ^^

      Excluir
    2. Ah sim, nossa sou super por fora! Agora que voce falou que eu me liguei s&m.. ok. Bom,vou anotar aqui o meu bloco de notas, vai que...
      Que nada, eu adoro o blog estou sempre por aqui. Obrigada você pla resposta. Beijos!

      Excluir
  10. ja tinha ouvido bastante dessa saga, mas não me interessei quem sabe no futuro, por enquanto quero ler meus livros desejados do momento

    ResponderExcluir
  11. Não vejo a hora de chegar neste volume!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Eu não li, eu optei por isso, mas vim comentar que capa é bem hot.

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não chegou no livro do Vishous mais amei sua resenha *_____* e você descreve tão bem a leitura que meu deixou anciosa pelo livro <3 e espero que você poste o resto das resenhas dos outros livros <3

    ResponderExcluir
  14. Nossa não tinha muita vontade de ler esta série mas agora fiquei no mínimo curiosa depois da sua resenha.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Eu fiquei louca da primeira vez que li essa sinopse, imaginei que ficaria como vc ao ler, a julgar pela sua resenha. Mas ouvi umas críticas bem negativas e perdi a vontade por completo :S

    ResponderExcluir
  16. Menina...que livro é esse heim?
    Eu ainda não li nenhum livro dessa série, mas já me disseram que se trata de uma história bem hot com vampiros. Me interessei, mas a verdade é que sempre acabo passando outros livros na frente na hora da compra. Por isso, acho que vai levar milênios pra ter esse exemplar em mãos.

    ResponderExcluir
  17. aaai meu Deus!!
    Eu ano li a resenha pq nao li os anteriores ainda (só até amante eterno),mas mesmo a resenha sendo optativa eu decidi comentar pq seu PS'S me ENLOUQUECERAM!
    COMO ASSIM? OQE ACONTECE???? AI CEUS!!!
    beeijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu não me interessei pelo livro, é uma resenha boa, mas não sei, :/ A capa também não ajuda muito. Li várias resenhas positivas e outras negativas, não sei se leria, rs. A não ser se ganhasse *--* E mesmo assim eu deixaria para 2º plano. beijos

    @russara_
    http://entreamizadeeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu ainda não li nenhum livro dessa série, mas confesso sou louca a irmandade da adaga negra esta na minha lista faz tempo pena que eu não tenho nenhum ainda, mas vou ter logo espero.

    ResponderExcluir
  20. Sempre via no Twitter a sigla IAN e não sabia o que significava, rsrsrs. Não li nenhum livro dessa série, mas parece ser um gênero que me interessa. Vou tentar começar a ler.

    ResponderExcluir
  21. Começando quem nunca leu nenhum livro da saga IAN não sabe o que está perdendo, Ward é uma autora maravilhosa, ela consegue fazer um livro hot e sensual, totalmente emocionante além de misturar outros temas na série e conseguir em todos os livros da série até agora me fazer chorar, Agora em relação em a Amante Liberto é um livro diferente do resto da série por conter BDSM, mas isso não significa que foi ruim, A relação do V. com a Jane desde o começo prende o leitor desde o começo (pelo menos foi o que aconteceu comigo), Ward como sempre soube como emocionar, o leitor com os problemas de V., e conseguiu fazer um final totalmente supreendente e emocionante, (chorei litros) o BDSM no livro so me fez gostar mais (adoro as velas) como todos os livros da Irmandande foi muito bem escrito, Ainda acho o livro sobre o Z. o melhor da série acho muito dificil, muito mesmo Ward conseguir escrever um livro tão bom quanto esse mais se conseguir estou aqui, sempre com a IAN, enfim quando começa IAN é quase impossivel largar ♥

    ResponderExcluir
  22. Sua Resenha esta perfeita parabéns, eu dei uma parada na série porque como você falou ela meche muito com os sentimentos deixa a flor da pele e muito intenso, enfim ainda não cheguei no livro do Vishous mais o meu Irmão favorito e o Thorment *-* amoooo <3 víciada em IAN <3

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia a série, na verdade eu ando evitando séries, rs. Mas achei muito interessante, mesmo. Parece uma literatura madura, sem pudores, eu gosto disso. Se eu voltar a ler séries, lembrarei dessa.

    ResponderExcluir
  24. Particularmente não curto tramas sobrenaturais... essa série é enooorme, já vi vários comentários em outros blogs.

    ResponderExcluir
  25. Eu sou doida para começar a ler essa série, mas são muitos livros, e isso me desanima. Adoro a temática sobrenatural, pode ser de qualquer espécie.
    beijos

    ResponderExcluir
  26. Todo mundo fala tanto dessa seria... adoraria ler mais sempre passo algum outro livro na frente dele!
    Os livros parecem ser muito bons pois ate agora só ouvi comentários positivos a respeito da serie!

    ResponderExcluir
  27. Oii eu adorei sua resenha, eu comecei a ler a série ano passado mas aí eu não terminei o primeiro livro só li alguns capítulos, vc deve me achar louca néh? Mas aí fui colocando outros livros na frente...essa série terá quantos livros no total? Eu tenho os três primeiros e gostaria de começar depois que tivesse todos rsrs.

    BjOs!!!

    ResponderExcluir
  28. Nossa, adorei sua resenha, estou louca para ler está serie, mas infelizmente ainda ão tive oportunidade.

    ResponderExcluir
  29. Já faz um bom tempo que quero ler essa série, mas ainda não tive a oportunidade, e sua resenha me fez querer lê-la o mais rápido possível!!

    ResponderExcluir
  30. Ahaha, preciso contar aqui... Fiquei pensando: o que será esse IAN? Pouco depois descobri que á série da Adaga Negra, que fora!
    Olha, não curto leitura com seres não humanos, com magia ou fantasia, distopia, essas coisas. Gosto muito dos romances e dramas possíveis.
    Mas tenho que concordar que a sinopse é envolvente e, pela sua resenha, vai arrebarar muitos leitores!

    ResponderExcluir
  31. Oii Dai!!
    Eu preciso ler essa serie, ate agora, nao sei pq, nao li!!

    ResponderExcluir
  32. não conheço a série, mas já ouvi falar dela por ai.
    parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
  33. Nunca li nenhum livro dessa série pois realmente não faz meu estilo,mas vejo muita gente comentando bem,nada que me chame atenção para lê-los

    http://llivroseletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  34. Já li várias coisas em relação a essa saga, mas confesso que ela não me chamou a atenção. E sem falar que ela me parece interminável.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  35. Ainda não li nenhum livro dessa série, mas sou muito louca para ler gente! Sua resenha só me deixa mais animada *OO*

    ResponderExcluir
  36. A cada resenha de livro dessa série, a minha curiosidade só aumenta.

    Bom, eu não curto livros hot, não gosto tanto assim de sobrenatural (não livros e etc. Mas essa série parece ser ótima! Acho que o fato do livros intercalar entre irmãos me deixa bem interessada.

    Bjs, e ótima resenha!

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011