Resenha: Serena

by - quinta-feira, março 21, 2013

Olá pessoal!

Confiram a primeira resenha da Karina aqui no blog! O livro é "Serena" de Ian McEwan. Confiram e comentem!

Autor: Ian McEwan 
Gênero: Romance, Ficção
Páginas: 384
Ano: 2012

Sinopse: Ao ser contratada pelo MI5, o Serviço Secreto Britânico, a protagonista Serena se vê como participante de uma mentira cujo objetivo é fomentar a criação de uma ficção. Isso porque ela é incumbida de estabelecer contato com um escritor a quem não pode contar que é uma espiã, nem que o dinheiro que ele passará a receber virá do Estado. Mas o contexto de toda essa armação é uma guerra muito real, num período bastante violento da história da Inglaterra, especialmente por causa da atividade do IRA. E, para Serena, o caso envolve ainda sua vida pessoal, tanto no que se refere a seu antigo amante, que a introduziu no MI5, quanto no que se refere ao escritor que é vítima do ardil, por quem acaba se apaixonando. Ela é, portanto, agente e vítima, personagem e criadora, num romance em que todos esses papéis são questionados com fervor. 
Ora, ao conhecermos a ficção de Tom Haley, o escritor que não sabe que está na folha de pagamento da Inteligência Britânica, já notamos essa curiosa relação entre o real e o fictício, mediada pelo criador. Mas será apenas quando concluirmos a leitura de Serena que teremos a verdadeira dimensão do grau que atingiu essa fusão, tanto na história que estamos lendo quanto na nossa relação com o livro e seus personagens. A literatura experimental, questionadora, pode adotar várias máscaras. Nesse romance, Ian McEwan a veste nos trajes mais discretos e, talvez por isso mesmo, mais eficientes.

A melhor forma de começar a falar do livro Serena é dizendo que é uma obra espetacular.
Esqueça os romances de contos de fadas, os hormônios a flor da pele dos adolescentes, os cenários cosmopolitas e luxuosos que encontramos nos YA que dominam as livrarias. Serena é um livro maduro com um enredo inserido numa Londres em meio à guerra-fria. O cenário é um caos: crise econômica, pobreza, decadência, ataques terroristas de grupos irlandeses... Tudo bem diferente do que eu imagino que seja Londres hoje.
Serena é uma jovem apaixonada por literatura, porém se formou em matemática. Sua mãe não queria que ela se tornasse uma mulher fútil que entende apenas de romances, então a proibiu de cursar Letras, mas Serena continuou lendo tanto quanto antes. Após se formar, ela precisava de um emprego e de repente se viu sendo recrutada para trabalhar com o serviço secreto inglês. Claro que o seu cargo era o mais baixo ali, mas por causa do seu conhecimento em literatura, ela é recrutada para participar da missão “Tentação”.
Em todo o livro são feitas referências políticas e históricas, coisas que eu desconhecia, por isso acabou que fiquei sem entender algumas coisas, mas nada prejudicial a leitura como um todo. Para quem gosta dessa parte da história, Serena é um achado, mas se você não se interessa muito (como eu!), o livro pode se tornar um pouco chato e cansativo. Diversas vezes tive vontade de pular alguns relatos, mas não o fiz.
 O autor Ian McEwan está de parabéns. Sua narrativa é extremamente rica em detalhes e vocabulário. Ele toma um cuidado especial com cada descrição... Nada é descrito e simplesmente jogado no meio do livro. Ele amarra uma coisa na outra e você não consegue parar de ler até chegar ao final. E que final!
Por alguns minutos, nas páginas finais, eu tinha certeza que eu ia odiar o livro, mas eu não queria acreditar que o Ian fosse me decepcionar dessa forma, com algo tão previsível, logo no final. E ele não decepcionou. Ele me surpreendeu da melhor forma possível e eu precisei de uns 5 minutos para digerir o que tinha acontecido!
 Depois dessa não preciso nem dizer o quanto eu recomendo o livro. Se você está acostumado com leituras sobrenaturais, distópicas, YA, chicklits... Leia Serena com a mente aberta e tenho certeza que ela vai te conquistar tanto quanto me conquistou.




Leia também

40 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Acabei de comprar este livro e estou vendo como não poderia ter feito escolha melhor.
    No começo da resenha já estou encantada. Eu vou AMÁ-LO, pois eu AMO estórias que se passam durante guerras e contém referências políticas e históricas!
    Estou in love por Serena. <3
    Parabéns Ká, adorei a sua primeira resenha no blog!

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha! Quando vi o título pensei em algo diferente, mas ao terminar de ler a resenha, fiquei intrigada com o enredo e seus personagens, creio que será uma leitura ótima ;)

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir
  4. Oiee!

    Pelo título imaginei uma história muito diferente! Rs
    Fiquei bastante curiosa com a história, adoro livros que se passam durante alguma guerra e me identifiquei totalmente com a protagonista *-*

    bjoo

    ResponderExcluir
  5. Quando vi a capa, imaginei que se tratava de alguma Biografia ou algo parecido. Mas pra minha surpresa, não é! Gosto de tramas com essa pegada mais próximas de realidade. E se o final for surpreendente, melhor ainda. Está mais do que apto pra minha listinha de futuras aquisições.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Muito interessante esse cenário apresentado no livro. Com certeza não é comum encontrar um livro que se passe na Inglaterra e que não tenha um cenário glamoroso e que tente se valer disso para trazer status a história. Já de cara gostei.
    Ainda tem relatos históricos poucos conhecidos? AMEI!
    Vai com certeza para a minha lista no skoob. É isso que gosto nos blogs literários: descobrir livros que eu nem imaginava que existiam.

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    eu não conhecia esse livro, mas gostei do enredo, apesar de não ser fã de relatos históricos, mas acho que isso não vai fazer mta diferença rsrsrs

    ResponderExcluir
  8. Bem, confesso que não conhecia o livro e ainda não sei o que pensar direito sobre.
    Nunca curti muito esse lance de espionagem e coisas do governo..Normalmente, me perco inteira e acabo terminando os livros que começo nesse gênero, por simplesmente achar q deva fazê-lo e não por prazer.
    A única coisa q me encheu os olhos foi a paixão da menina pela leitura..o restante do enredo, não me chamou a atenção.
    Ainda não vou descartar totalmente a possibilidade de ler a obra, mas por enquanto, deixarei passar.
    Resenha detalhada, super bem feita!
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. não gosto muito de distopia, mas este livro eu estou realmente interessada para ler
    todos falam bem deste Ian ai... quero ver o que ele tem de tão interessante :P

    ResponderExcluir
  10. Primeira vez que vejo a resenha desse livro. Eu já tinha lido a sinopse, mas não tinha tido interesse. Agora que você resenhou, e deu sua opinião sobre o livro, eu fiquei bastante interessada em ler. Nesse instante, ele já está na minha lista de desejos literária ;)

    ResponderExcluir
  11. Assim não da são só livros bons. Mããe cade minha mesada? kk
    Já ta na listinha ;)

    ResponderExcluir
  12. assim como a Jéssica essa é a primeira resenha que leio sobre o livro e me pareceu bem bacana e eu tambem não conhecia o autor, quem sabe ele não é uma grata surpresa

    ResponderExcluir
  13. Gostei desse livro na época do lançamento dele, vi um monte de resenhas e tal e gostei. Mas agora ainda não li e nem sei se vou ler mais =/
    Ainda parece bom e ainda quero ler, só não sei quando...

    ResponderExcluir
  14. Gostei bastante da resenha.
    O livro me parece interessante,
    mas eu sou do tipo "gosto do de sempre".
    Se vou mudar, preciso ter certeza de que vou gostar da mudança.
    E Serena não me convenceu.

    ResponderExcluir
  15. Tanto Serena como outros livros do autor estão na minha lista de desejados há algum tempo, no Skoob. Só leio resenhas e comentários positivos às obras de Ian McEwan.
    Gosto muito dessas leituras que misturam fatos históricos à ficção da leitura, criando uma atmosfera mais realista e também me informando. Se não compreender alguma coisa, corro pro 'tio Google' pra pegar alguma informação adicional, leio alguma resenha mais explicativa e vamos em frente.

    ResponderExcluir
  16. Super resenha não conhecia este livro mas apesar da parte cansativa que você descreveu deu vontade de ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  17. parabéns pela sua primeira resenha aqui.
    Ah, eu não conheço nenhuma obra do autor, mas ouvi vários comentários sobre esse livro Serena. Acho que o livro merece uma chance, fiquei curiosa para saber mais sobre a história (:

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia o livro, mas me apaixonei. Um coisa bem legal que notei foi que os romances adolescenticos são ótimos quando se sabe ler com atenção e muito fervor.

    Ps: Parabéns pela resenha (=

    ResponderExcluir
  19. Karina adorei sua primeira resenha aqui no blog!
    Já tive varias oportunidades de comprar esse livro a sinopse dele me chama atenção e sua resenha agora me deixou curiosa da proxma vez não hesitarei em comprar =D

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o livro. Adorei a resenha, e não há dúvidas que lembrei de Gossip Girl hahaha É certo que vou imaginar a Blake como a personagem. :D

    ResponderExcluir
  21. Quase 5 estrelas, deve ser bom mesmo. Não conhecia, nem o livro nem o autor. Me interessei pela história. As vezes a gente quer ler algo diferente daqueles romances que estamos acostumados.

    ResponderExcluir
  22. Eu não conhecia este livro. Achei a capa linda e depois de ler a resenha estou desejando o livro. Já vai para minha lista, com certeza.

    Bjos

    ResponderExcluir
  23. Gosto bastante da capa deste livro, ela tem um efeito muito legal. Não conhecia sua sinopse e nunca tinha lido uma resenha dele. Depois de ler a sinopse e a sua resenha eu achei ele totalmente incrível e surpreendente, diferente de tudo que já li. Com certeza gostarei do livro, pois gosto de ser surpreendido em uma leitura.

    ResponderExcluir
  24. Parabéns pela primeira resenha Karina!
    Ahhh estou com muita raiva de mim, eu ia comprar esse livro, mas como não sabia nada sobre ele dei preferencia a outro que eu conhecia. Devia ter comprado os dois!

    ResponderExcluir
  25. Esse livro não me atrai não ;/ Sei lá, nunca tive curiosidade para conhece-lo. Mas adorei a resenha, seja muito bem vinda ao blog =)
    beijos

    ResponderExcluir
  26. Eu tbm não sou muuuito ligada em fatos históricos, mas acho que isso não seria um grande problema. O cenário é realmente diferente do que estamos acostumados a ver nesse tipo de livro. Parece um livro bom.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Nao sei.... nao gostei muuuito da sinopse do livro.
    Mas, apesar disso, leria ele, com certeza. :)

    Bjos

    ResponderExcluir
  28. Oiii Karina, adorei sua resenha, nossa vendo a capa jamais imaginei que se tratasse uma uma história passada em meio a uma guerra, fiquei bastante curiosa para conhecer Serena.

    Bjos!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. gostei desse livro *-* ele me pareceu bem interessante.
    fiquei curiosa para ler

    ResponderExcluir
  30. Serena já estava na minha lista de desejados há algum tempo, no Skoob. Só leio resenhas e comentários positivos em relação a escrita de Ian McEwan.

    Seja bem vinda!

    =D

    ResponderExcluir
  31. Não conhecia esse livro, não é um livro que compraria, mas se tivesse oportunidade daria uma chance pra ele.

    ResponderExcluir
  32. Livros com histórias antigas e romances me fascinam! Adorei a resenha

    ResponderExcluir
  33. Já tinha visto este livro antes, mas nunca me chamou atenção, agora com a sua resenha e quando você disse que te surpreendeu no final ( amo livros assim) me deixou muito curioso pelo livro...

    Uma ótima resenha resenha pra se começar no Blog adorei, Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  34. Varias vezes vi este livro em promoção na submarino, mas o livro não chamava minha atenção, porém após ler sua resenha estou bem curiosa para ler o livro!

    ResponderExcluir
  35. Sabe o que é todas resenhas que você lê sobre um livro serem positivas? Impressionante. Esse livro deve ser fantástico. A algum tempo já que comprá-lo, mas estou me segurando em compras ultimamente. Mas quem sabe, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  36. Sabe quando você se identifica com a personagem em algum momento?
    Pois é, minha mãe também não curtiu a ideia de que eu fizesse Letras, mas diferente da Serena eu fui lá e fiz.
    Que bom que apesar de não cursar o que queria ela não desistiu de ler.
    O livro não é bem o estilo que gosto de ler, mas parece ser uma história bem interessante.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Engraçado mas esse livro nunca me chamou a atenção, acho q pela capa, acho tao sem graça...
    eu julgo o livro pela capa... (infelizmente, to tentando mesmo parar com isso...rs)
    E nome do livro sempre me fez pensar em gossip girl, por causa do "Serena", né...rs
    e eu li alguns livros d gossip e DETESTEIIIIIIIIII... entao quando via esse livro ligava automaticamente ao livro ruim q eu tinha lido...
    mas depois da resenha, ele melhorou nos meus conceitos.. vi q nao tem nada a ver uma coisa com a outra...

    ResponderExcluir
  38. Fiquei receosa por essa parte dela trabalhar no serviço secreto inglês,missões do governo podem ser bem chatas,mas fiquei curiosa,os pontos positivos como a narrativa extremamente rica em detalhes e vocabulário,com um final não previsível,parece valer a pena.

    ResponderExcluir
  39. Geralmente sou uma leitora fiel ao YA, livros do gênero dominam meu livreiro. Mas vez ou outra gosto de me arriscar a livros mais maduros, principalmente após uma leitura com alguma personagem adolescente muito chata. Rsrsrs
    Adoro livros que não são clichês em seu final e me alegrei em ler: “...E ele não decepcionou. Ele me surpreendeu da melhor forma possível e eu precisei de uns 5 minutos para digerir o que tinha acontecido!”. Sem dúvida irei me arriscar e ler “Serena”.
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  40. Acho a capa bem bonita mais não sei se leria o livro :/

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011