Resenha: Reiniciados

by - segunda-feira, abril 01, 2013

Olá pessoal!

Mais uma resenha de um livro simplesmente OMG  "Reiniciados" que será lançado ainda esse mês pela Farol Literário!

Dados de publicação:
Autora: Teri Terry
Páginas: 430
Ano: 2013
Editora: Farol Literário

Em "Reiniciados" Terry nos apresenta a uma distopia que tem dado o que falar no exterior, concorrendo inclusive a diversos prêmios e sendo aclamado pela crítica. Nessa obra conhecemos Kyla, uma jovem de 16 anos que teve suas lembranças apagadas, sendo reiniciada.
Em uma Londres totalmente diferente, onde o governo impõem todas as suas forças sobre a sociedade, que jovens não podem se manifestar, nem usar celular antes dos 21 anos, que tudo, inclusive a internet é supervisionada pelo governo. Frente a esse ambiente, jovens criminosos são reiniciados, ou seja, tem suas memórias completamente apagadas, todos os traços de suas personalidades se perdem, é como se começassem uma nova vida desde o zero. Assim eles são readaptados à sociedade, ensinados nos hospitais, e adotados por famílias. Até os seus 21 anos, eles são acompanhados por um aparelho chamado "nivo" que fica em seus braços os controlando. Se tentar tirar ou manifestar alguma emoção forte como raiva, medo, ou ser violento, a pessoa sente dores muito fortes, e corre o risco de até mesmo morrer.
Após ser reiniciada Kyla é adotada por uma família, mas há algo estranho, diferentemente dos demais, ela é questionadora, não aceita os fatos assim e pronto, ao contrário ela pensa e questiona. Dentro de si é como se uma voz de intuição interagisse com ela, e o bom é que ela houve seus pensamentos, não é boba, e sim muito esperta, sabe a hora de questionar e isso começa a incomodar as pessoas, porque não era para ela ser assim. Os outros reiniciados não questionavam nada, e viviam em suas felicidades artificiais, já Kyla se pergunta se ela foi mesmo uma criminosa o que fez de tão ruim assim para ser reiniciada. E por que seus pesadelos a atormentam tanto?

"Real como uma memória gravada por dentro, forte e clara; tão horrível que você não consegue esquecer, não importa o quanto se esforce. Mas memória é algo que não devo ter. Nada de antes de ser uma Reiniciada"

Para tudo! Gente que livro não é mesmo? Confesso que quando comecei a leitura eu não conseguia parar, em uma "pegada" foram-se mais de dez capítulos. Desde o começo o livro é muito intrigante, sentimos toda aquela tensão e suspense no ar, a autora nos fisga rapidamente.
Kyla é uma personagem ótima, ela não se faz de vítima, sabe o que falar e quando, seguindo suas intuições. Apesar dos seus dezesseis anos, é uma jovem forte e muito observadora. Em uma sociedade totalmente manipuladora e ditadora, pensar pode ser algo perigoso. Mas Kyla se percebe diferente dos demais, o passado sussurra em sua mente, e não era para ela se lembrar de nada.
A narrativa de Terry é leve, ela mantém um suspense que envolve o leitor do início ao fim, e o melhor consegue nos surpreender. Uma das coisas que mais me admirou é a forma como compôs Kyla e outros personagens. Embora haja esse questionamento, essa característica diferencial da protagonista, a autora fez com que ela colocasse os dois pés no chão. Não era simplesmente chegar aos lordeiros (guardas do governo) e expor tudo, dizer o que havia de errado, pois a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco e com Kyla não seria diferente. Há toda uma preparação e como será o desfecho dessa série, como a verdade virá à tona, me deixa muito curiosa.
Há tempos um livro não me prendia assim, de me fazer ansiar por ele e não parar mesmo de ler comecei em um dia e terminei no outro. Algumas coisas são assustadoras, mas o livro é único, é diferente, não tem clichê, e é desafiante.

"(...) não sou uma nova pessoa, não importa o quanto eles digam que sou. E se não sou uma nova pessoa, seja lá o que eu tenha feito, ainda está aqui, ainda é parte de mim, escondida em algum lugar"

Os reiniciados sempre me deixaram como uma pulga atrás da orelha, a autora já colocou elementos que nos faz realmente questionar sobre esses, será que todos são criminosos? Por que fazer isso? Ao interesse de quem? Em alguns momentos são assustadores, e para ser sincera, há coisas do passado que às vezes queremos muito esquecer, pois para algumas pessoas eles podem trazer marcas muito profundas, será que ser reiniciado, ter uma nova chance, seria de todo tão ruim assim? Esses questionamentos são para colocar mais fogo na fogueira e fazer vocês ficarem com muita vontade de ler.
Ao decorrer da narrativa algumas coisas acontecem, personagens novos aparecem, e o final nos deixa de olhos arregalados e loucos para o próximo. Um livro em que o passado e presente se mesclam, segredos permeiam todos os personagens, de uma forma em que não é recomendável confiar em todos, por mais bonzinhos que possam parecer.
O que há no passado de Kyla? Por que ela ainda tem algumas recordações vagas, mas fundamentais? Há muitas coisas que nos levam a refletir com a leitura desse livro, embora seja uma distopia que se passe há muitos anos a frente do nosso, não há como não observar traços dos dias atuais. Em alguns momentos pensei já ter uma opinião formada sobre algumas coisas, mas nesse momento questiono até sobre o que acredito ser certo ou errado.
Acredito que esse é um dos papeis de um bom livro, fazer o leitor pensar e refletir junto com os personagens, fazendo com que nossa mente vá além das páginas e nos complemente de alguma forma. Nutrindo não somente nossa necessidade por boas histórias, mas também por conhecimento e crescimento pessoal.
Leitura recomendada para quem quer ler algo diferente e desafiador ao mesmo tempo, que queira algo leve, mas que deixe aquele leve traço de suspense no ar. E principalmente para os apaixonados por distopias assim como eu, ou quem quer começar a conhecer o gênero. Recomendo com certeza, e em breve a Farol o lançará para vocês! E novidade bombástica! Os direitos de filmagem do livro já foram adquiridos, em breve o veremos também nas telonas



Leia também

61 comentários

  1. O livro tem cara de ser impactante, começando pela capa. Mas eu já imagino o final da história. Porém não desistiria da leitura, já que amo distopias e para ser 5 estrelas, tem que realmente ter aquela "pegada".

    ResponderExcluir
  2. Adorei a premissa dele, quero muito ler. Amo distopias e um livro 5 estrelas tem quer ser realmente muito bom.

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu já sabia que esse livro era bom. Amei a capa e já vi umas resenhas que me deixou curiosa, agora então fiquei louca pra ler.
    Eu gosto de liro assim, que tratem desse ar de mistério, torna a história muito mais viciante e emocionante.
    Pretendo ler ele futuramente, gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir
  4. Deve ser ótimo mesmo o livro... pela sinopse pelo menos, parece um bom suspense.
    bem intrigante... e pelas suas 5 estrelas, me de até vontade de ler.

    Esperando ser lançado... ^^

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. adoro livros que me prendem e me fazem refletir sabe
    eu não conhecia esse, fiquei interessada
    e nossa cinco estrelinhas, ta podendo esse livro hein.

    ResponderExcluir
  6. Necessito desse livro! Que distopia maravilhosa!!! Vou correndo na Saraiva comprar o meu exemplar!

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    não conhecia o livro, e não sei se gostaria, fiquei na dúvida, mas gostei da resenha, o livro parece ser interessante.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. eu vi uns blogs comentando sobre esse livro e sinceramente parece ser bem bom!!!
    adorei a capa e com todos esses comentarios positivos eu quero um desse pra mim!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Gostei do estilo desse livro!
    Sua resenha ficou perfeita!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias
    Livroterapias

    ResponderExcluir
  10. Que isso menina fiquei com muita vontade de ler este livro,adoro distópias e este parece ser daqueles que nos prendem e não sossegamos até chegarmos no final,quero muito ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Distopias..
    Sabe q cheguei a acreditar que elas tinham dado um tempo?
    Mas é bom ler q não.!
    Adorei a premissa do livro..e por alguns momentos, desejei ter minha memória apagada..
    Seria bom reiniciar tudo!rs
    Com certeza, vou ler =)
    E foi bom ler que tbém virará filme.rs *uau*

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Menina esse livro tem cara de filme e não é atoa que no futuro vamos vê - lo nas telonas. A estória é envolvente, te cativa desde o primeiro momento, desperta aquele "q" de curiosidade- pelo menos comigo foi assim..rs. Certeza que vai ser um dos meus alvos de leitura p/ os próximos meses.

    ResponderExcluir
  13. Desde que vi a capa do livro eu já imaginava que ele seria bombom não, maravilhoso.
    Que história em? Gosto muito de livros assim, pretende a gente do começo ao fim.
    Gostei muito da resenha, só fez minha vontade de ler ele aumentar.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  14. Oi Dai, realmente esse será um lançamento ótimo da editora, logo que sou fã de distopias então o livro me pareceu ótimo.

    ResponderExcluir
  15. Nossa, que capa linda *-*
    Adorei sua resenha, a história me conquistou!
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Quando eu vi o livro pela primeira vez aqui na blogosfera eu fiquei tipo "*O* PRECISO LER ESTE LIVRO!" hahaha, acho que não é mais novidade por aqui que eu sou LOUCA por distopias né?
    Estou louca para descobrir o que a Kyle aprontou para ser reiniciada ~~~roendo as unhas~~~ Acho que vou me identificar muito com ela, tem tudo para ser uma das minhas protagonistas preferidas.
    Um livro que te aprende? AMO! (e quem não ama, haha)
    Não sabia que era um série, ah não sei se fico feliz ou triste, por um lado eu gosto de ter continuações, mas às vezes não. Espero que eu queira ler os outros livros.

    ResponderExcluir
  17. nossa eu não conhecia esse livro e gostei bastante da sinopse, ele tem aquele ar de ser o livro e olha que eu nem sou chegada em distopia! fiquei curiosa!

    ResponderExcluir
  18. Ual, cinco estrelas e ainda uma distopia to dentro!
    Hoje em dia livros com tema distopia são os meus preferidos, com uma capa linda Reiniciados mas que me chamou a minha atenção, vou procurar obter e ler o mais urgentemente pois estou louco por distopias diferente e que me prendem!!! (e antes que vá para as telonas rs)
    Simplesmente amei a resenha, Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  19. Bacana esse livro heim? Vi coisas do lançamento dele e essa é a primeira resenha, bem bom pelo visto. Gostei da história dele.

    ResponderExcluir
  20. Ainda não li uma distopia. Acho um tanto estranho ler ficção científica, não sou muito de tirar os pés da realidade, não.
    O roteiro é excelente, pra quem curte vai se deliciar com essa história. Pra mim, só mesmo em filme pararia pra ver. Em livros prefiro os dramas românticos, os conflitos familiares, as histórias comuns e possíveis.

    ResponderExcluir
  21. Ainda não li distopia, e quero poder ler. Quando eu li a sinopse desse livro, eu já fiquei doida, imagina quando eu li sua resenha... Mais doida ainda. O livro parece que mexe mesmo com o leitor, porque a medida que eu lia a sua resenha, ela ia mexendo comigo. Minha mente diz: "você tem que ler, você tem que ler"!

    ResponderExcluir
  22. Eu já tinha visto a capa do livro (linda, por sinal), mas não sabia nada do enredo, e adorei! Vou com certeza incluir na minha lista de leituras. Espero que a adaptação dê certo.

    ResponderExcluir
  23. Daiane mais um livro que entra para minha lista de desejados ( que só aumenta) e a culpa é sua hahahah Primeira vez que vejo falar desse livro e simplesmente adorei, sua resenha me deixou super curiosa! Essa capa é linda Adorei Adorei Adorei =D

    ResponderExcluir
  24. Amei essa capa assim que vi o lançamento, hehe.
    Enfim, não sabia que adquiriram os direitos das filmagens =O Gente, quantos livros serão filmes, estou perplexa. Mas só espero que façam jus.

    ResponderExcluir
  25. Juro que quando li o título pensei que fosse uma versão nova de Starters! Mas sou maluca mesmo... enfim, parece uma ótima história e eu adoraria ler! Bjs

    ssentrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Já havia visto esse livro em outros blogs e parece que ele se parece muito com algum livro, com a diferença da memória que fica totalmente apagada..gostaria muito de ler *-*
    beijoss
    http://sublimar-me.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Parabéns pela ótima resenha!

    Veremos o que sairá desse suspense!

    ResponderExcluir
  28. Esse livro parece ser realmente muito bom, alem de eu já amar distopias. Quero ler!!

    ResponderExcluir
  29. EEEEEEEei Dai,
    tudo jóia amore,
    Então que resenha foi essa? Quase morri lendo. Preciso ler o livro tipo AGORA.
    Antes eu não gostava muito de distopias, mas ultimamente tem lançado tantas legais que é impossivel não gostar. Adorei sua empolgação em descrever o livro. Com certeza vou ler.
    beijos,
    Fernanda,
    http://www.lendoeesmaltando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oiii gostei muito da sua resenha, além da capa ser linda a história parece ser bem interessante, parece que num futuro irão tratar os humanos como se fossem máquinas/computadores/objetos, ser reiniciado está aí uma coisa interessante, assim que tiver oportunidade com certeza eu irei ler, ótima resenha.

    BjOs!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. Nossa!!!! Gosto de distopias, e adorei a história dessa. Super interessante mesmo. Me colocando dentro da história, fico só imaginando como seria ter todo o seu passado apagado. Deve ser horrível mesmo. Fiquei super curioso pra ler essa série.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  32. este livro me lembra um antigo filme que vi com a geena davis. parece ser bem legal, mas não imaginava ser um distopia.

    ResponderExcluir
  33. Socorro! Adoro distopias e estou num período que não consigo ficar sem.
    A 1ª vez que vi esse livro, gostei pela capa mas não tinha chegado a ler a sinopse. Tinha ficado em dúvida se era bom ou não e agora, pela resenha, ele não é bom, é excelente!
    Faz um tempo que não leio uma resenha como a sua na qual o livro é realmente bom.
    Como fora comentado, a personagem tem 16 anos e sabe quando falar, é corajosa e isso me lembrou um pouca da Tris Prior do Divergente que também tem 16 anos mas questiona quando lhe convém.
    Adorei a ideia do livro de "reiniciar" as pessoas, é algo diferente. Estou super curiosa para ler ele e, olha só, já tem algumas coisas me agradam: a história se passa num mundo futurista, em Londres, é distopia e tem uma ideia ótima!
    AH! Fiquei super feliz ao terminar a leitura da resenha ao ver que ele vai para as telonas com uma adaptação cinematográfica! Adoro livros que viram filmes, principalmente distopias!
    Com certeza vou ler o livro primeiro!

    Adorei a resenha!
    Beijos,
    http://entrecapaselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. "[...]é diferente, não tem clichê, e é desafiante." Me conquistou! haha
    Sério, cada resenha que leio fico com mais vontade de lê-lo!
    E ainda vai ser adaptado? Uau, preciso meeeesmo desse livro :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Só pela sua resenha deu pra perceber que a história mexe muito com o leitor, e nos faz refletir, concordo com vc que isso é o melhor sentimento quando a gente termina um livro, sentir que aquela leitura teve um significado!
    Achei a ideia da autora de criar esse mundo futurístico, com adolescente Reiniciados super interessante e original! To doida pra ler!
    Bejos!

    ResponderExcluir
  36. Meu Deus... Como eu quero esse livro!
    Só leio resenhas ótimas dele, e sou completamente doida por distopias.
    Sua resenha dicou DIVA! Sério mesmo!Só me deixou mais doida ainda para ler.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  37. Livros do gênero distopia não são o meu forte.Mas este livro me chamou,a estoria parece ser bem envolvente.
    Espero muito em breve ter a oportunidade de ler esta obra!

    Parabéns pela resenha.E graças a ela(hahahaha),minha vontade só aumentou.

    Beijokas Ana Zuky

    sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  38. Achei a historia instigante, lembra um pouco o livro 1984. Realmente uma sociedade que decidi apagar a memoria dos jovens porque eles questionam é insano, pois somente do questionamento avançamos. A vontade de Kyla de lembrar é incrivel.
    Enfim, vou colocar na lista de desejados.

    ResponderExcluir
  39. Adorei a sua resenha e como sou louca por distopias, pretendo lê lo o quanto antes rs.
    Tenho lido resenhas muito positivas do livro, e fiquei bem curiosa pra saber o que ela fez para ser reiniciada...e como este universo funciona, beijos.

    ResponderExcluir
  40. Adorei sua visão sobre o livro e tenho a certeza de que sua resenha me influenciou muito para que meu desejo de ler Reiniciados só amentasse.
    Já tem algum tempo que quero ler um distopia, mas essa me deixou ainda mais necessitada, acho que por eu me identificar logo de cara com a personagem, que é questionadora e sabe como e quando questionar, foi o que mexeu mais comigo.
    bem esse já esta na minha lista de próximas compras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  41. Eu estou achando muito interessante distopia.E acho que eu seria como a Kyla,ia sempre questionar as coisas.Deve ser horrivel você ser reiniciada.Mas o livro parece ser MUITO interessante com uma historia envolvente

    ResponderExcluir
  42. Distopias estão com tudo hein!
    Preciso ler esse livro. A primeira coisa que me chamou a atenção foi essa capa maravilhosa. Depois é claro por ser uma distopia.
    Adoro livros que me prendam e me faça questionar as coisas. Ah que maravilha que vai virar filme! Tenho que ler pra depois comparar livro e filme.
    Beijos



    http://avidadeumabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  43. Mais uma distopia \o/
    Sou apaixonada pelo gênero e agora estão saindo um, melhor que o outro. Encantei-me com "Estilhaça-me", um dos mais recentes que li, "Reiniciados" parece ser muito bom também.

    ResponderExcluir
  44. Gostei da ambientação londrina do livro e da premissa ser diferente da maioria das distopias que vemos por ai. Na verdade creio que essa história é umas das mais "possíveis" de acontecer do gênero. Estou muito curiosa pra ler esse livro.
    Parece que o cinema está sendo tomado pelas distopias hein!
    Primeiro Jogos Vorazes, agora Divergente e Reiniciados. Fãs do gênero (EU) agradecem! :D

    ResponderExcluir
  45. Mais uma distopia pra lista de desejados! Parece que esse gênero vem crescendo muito e promete mais ainda! Eu adorei a ideia proposta no livro e estou sinceramente curiosa em relação a ele. Vamos ver...

    ResponderExcluir
  46. OMG,estou mesmo afim de ler este livro é bem impactante e amei a resenha *--*. Tem muita gente dizendo que imagina o final do livro,mas eu não nem ideia e estou bem curiosa a respeito.!!!! C:

    ResponderExcluir
  47. Nossa, amo distopias e adorei sua empolgação em relação ao livro! Serio que vai virar filme? Que maravilhoso, então eu necessito ler este livro! Amei essa capa, mais uma vez a editora arrasou!

    ResponderExcluir
  48. Nossa você tem razão.
    Só a leitura da resenha me fez ficar com vontade de ler e olha que não sou muito de ler distopias, mas essa parece ser muito boa.
    Fiquei mega curiosa pra saber se todos os reiniciados são maus mesmo e por que Kyla fugiu a regra.
    Fiquei curiosa!

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  49. ''Acredito que esse é um dos papeis de um bom livro, fazer o leitor pensar e refletir junto com os personagens, fazendo com que nossa mente vá além das páginas e nos complemente de alguma forma'' Totally agree.
    Fico louca quando estão todos fazendo resenha sobre um livro, e eu não li! Só isso já me deixa morrendo de vontade de ler, + a história que me parece bem original, + Londres (<3).
    http://nuvensdecrepom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  50. Oii Dai!!

    Ja vi algumas resenhas desse livro por ai e estou apaixonada por ele, ainda mais agora com o seu "para tudo" rs
    Esse livro parece sensacional!! Pq raios reiniciam as pessoas?? o que elas fizeram de tao ruim pra merecer isso? Fiquei mto mto curiosa, tem tudo pra ser um livro que vou amar.

    Bjoo

    ResponderExcluir
  51. Eu já tive o imenso prazer de ler esse livro maravilho e simplesmente amei. O li em apenas dois dias, isso porque eu estava me refreando para o livro durar mais rs. Muito bom mesmo.
    Não consegui parar de imaginar como seria implantar a Reiniciamento nos nossos menores infratores. Será que daria certo? Não canso de imaginar possibilidades.

    Estou ansiosa pela continuação e para ver como se desenrolará a promessa feita por Kyle na ultima página.

    raah_varella@hotmail.com

    ResponderExcluir
  52. =O oh god, vc me deixou ainda com mais vontade de ler o livro, jah adoro um distopia... rs Esse livro e Starters são duas distopias que qro mto ler! #Curiosa.
    http://coisasdebelaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  53. Mais uma distopia de sucesso. Todo mundo falando super bem do livro e achando, como você, a leitura fluida, que nos faz querer parar de ler só quando souber o final do livro.
    E o que falar da capa? Linda!
    Sua resenha e sua empolgação só me fez querer saber de verdade se o livro é tudo isso mesmo :P
    Parabéns pelo blog e por tudo!

    ResponderExcluir
  54. Puxa, este livro parece incrível! *-* Amo distopias, e Reiniciados parece bem diferente de todas as outras que já li... gosto de protagonistas "pé no chão", e acho que vou gostar de acompanhar a história de Kyla!
    Bjus,
    Paty Algayer - http://www.magicaliteraria.com/

    ResponderExcluir
  55. Amo distopia, e a história desse parece realmente ser distopia, por que já li uns que quase nem desenvolveram a história mesmo e que de inicio me decepcionou um pouco com o genero, mas a história desse livro me pegou, é do tipo "quero ler já" que te prende a cada descoberta, adorei mesmo, e já tá na lista de desejados!

    ResponderExcluir
  56. Com uma resenha dessa tem como ficar sem ler o livro? Pela resenha, o livro parece ser perfeito, mas eu mesmo não estou lendo tantas distopias já que acho que a maioria possui algum clichê, mas segundo sua resenha, Reiniciados não possui nenhum, oque aumenta vários pontos para o livro, e além da premissa ser muito interessante, e finalmente a mocinha não ser burra, pq ne, tava cansando já, basicamente quero muito ler este livro e confirmar se ele é tão bom assim!

    ResponderExcluir
  57. Minha flor, sua resenha foi realmente a cereja no topo do meu sundae, que no momento se denomina: PRECISO LER REINICIADOS! (rs)
    Você destacou com muita tranquilidade, mas com alta dose de incentivo, todos os aspectos que valorizo em um livro. Quando li a proposta de Reiniciados, o que mais me atraiu foi o fato de envolver o dilema moral sobre o bem e o mal. Se pudéssemos simplesmente "apagar o mal", é certo que faríamos. E o faríamos esperando que com isso tivéssemos pessoas completamente decentes. No entanto, isso apagaria também a real liberdade de escolha das pessoas. Apagaria parte de quem são, porque se escolheram agir maldosamente (ou apenas agiram de maneira legalmente errada), é porque no momento consideraram ser a melhor opção. E a pessoa que eram, que os levou a essa escolha, teria sido simplesmente apagada junto com o delito. Acho que no fim, apagar as lembranças é tudo, exceto reiniciar. :)
    A citação que usou apresenta isso o que estou dizendo: "(...) não sou uma nova pessoa, não importa o quanto eles digam que sou. E se não sou uma nova pessoa, seja lá o que eu tenha feito, ainda está aqui, ainda é parte de mim, escondida em algum lugar"
    Adorei o fato de você ter escolhido justamente essa frase! É o que procuro na obra! Estou ansiosa para lê-la... Obrigada pela ótima resenha! Olhe o tantoooo que viajei com ela (haha). Você me fez refletir ainda mais sobre a proposta de Reiniciados.

    ResponderExcluir
  58. Eu sou fã distopia e pelo visto essa é maravilhosa também.
    Achei interessante a questão de tudo ser supervisionado pelo governo e a memória ser "apagada", algo diferente até então, uma vez que as distopias que li sempre há a coerção do governo, mas não a falta de memória.
    Fiquei mega curiosa sobre os reiniciados, principalmente Kyla. Como será que ela se rebelou?
    É assustador pensar um aparelho esta controlando/medindo a quantidade de emoção que esteja sentindo, como raiva, medo, etc. Principalmente porque esses aparelhos são instalados em crianças/adolescentes, ou seja, pessoas mais suscetíveis a ter explosões/emoções como essas.
    Mega curiosa agora. Parabéns pela resenha! =D

    ResponderExcluir
  59. Eu sou fã distopia e pelo visto essa é maravilhosa também.
    Achei interessante a questão de tudo ser supervisionado pelo governo e a memória ser "apagada", algo diferente até então, uma vez que as distopias que li sempre há a coerção do governo, mas não a falta de memória.
    Fiquei mega curiosa sobre os reiniciados, principalmente Kyla. Como será que ela se rebelou?
    É assustador pensar um aparelho esta controlando/medindo a quantidade de emoção que esteja sentindo, como raiva, medo, etc. Principalmente porque esses aparelhos são instalados em crianças/adolescentes, ou seja, pessoas mais suscetíveis a ter explosões/emoções como essas.
    Mega curiosa agora. Parabéns pela resenha! =D

    ResponderExcluir
  60. Nos últimos tempos estou obcecada com distopias e essa resenha de Reiniciados me deixou com mais vontade ainda de ler, esse fato da principal ser questionadora me lembrou um pouco de Delírio, um livro que eu amo! Parabéns pela resenha! :D

    ResponderExcluir
  61. Estou obcecada por distopias ultimamente e estava com Reiniciados na minha listinha de desejo há um tempo já, estou muito ansiosa para ler principalmente depois da sua resenha, o fato da principal ser questionadora me lembrou muito Delírio, um livro que eu amo!

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011