Resenha: Cuco

by - quarta-feira, maio 01, 2013

Olá pessoal!


Bora de resenha nova \o/ dessa vez do livro "Cuco" da Editora Novo Conceito.


Autora: Julia  Crouch
Páginas: 464
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito


"Seu primeiro erro foi convidá-la a entrar..."

Nesse livro conhecemos Polly, uma mulher estranha, que depois de seis meses sem falar com sua amiga, Rose, liga para ela e diz que seu marido faleceu. Rose logo convida Polly para ficar em sua casa, seu marido não gostou muito da ideia, mas mesmo assim ela convidou. Que erro.
Polly tem o estilo de uma roqueira dos anos 80, e logo sentimos através da leitura algo sinistro nela. Rose é toda boazinha, tem um bebê, mas desde que convidara a amiga e seus filhos para ficarem em sua casa algumas coisas estranhas começaram a acontecer. Quando mais Polly fica na casa dela, mais ela percebe que não conhece a amiga tão bem quanto pensa. Rose, aos poucos, está perdendo o controle de sua casa, família, e com certeza a amiga tem algo a ver com isso, mas está difícil tirá-la de sua casa.
O que realmente Polly esconde? O que há mais na amizade dessas duas mulheres? Até onde podemos confiar em alguém?

"O único jeito que irá funcionar é do meu jeito. E eu faço as coisas de modo diferente de você. Sempre fiz. Então, por favor, não pense que pode deixar tudo bem com palavras e pratos de comida, porque não pode."

Cuco é um livro que traz aquela tensão dos suspenses da primeira à última página. Ao decorrer da narrativa vamos percebendo que há algo errado, e de cara já percebemos a maldade de Polly, é como se sua energia negativa fluísse. Confesso que algumas vezes me arrepiei (de medo).
Tenso e misterioso, assim definiria essa obra de Crouch. As personagens foram muito bem construídas e ela soube dosar o suspense em sua história de uma forma que o leitor se apega as páginas e fica ansioso pelo desfecho.
Rose é uma personagem boazinha, morava com o marido e a filha, e vivia uma vida meio pacata,  mas será que tem algum motivo para ela se apegar a Polly dessa forma? Ela começa a perceber que as coisas estão estranhas, em uma cena em que sua bebê está passando muito mal, e quando levada ao hospital o médico pergunta o que foi dado a ela, pois os sintomas são como se ela tivesse passando por uma overdose, ai Rose se lembra que Polly toma antidepressivos fortíssimos  teria ela deixado cair no chão? Ou dado a bebê? Até que nível vai à maldade da pessoa? Depois que vocês lerem vocês saberão. Em alguns momentos senti dó de Rose, pois a outra estava apenas se aproveitado de sua boa vontade. E algumas coisas nos deixam extremamente indignados.

-Ela está me fazendo passar por louca,sabe – Rose prosseguiu. – Estou me esforçando bastante para não acreditar que esteja.Ela nos contagiou a todos,de um modo ou de outro,não foi??
- Sim – Simon aparentava amargura. – Ela fez isso …”

O desfecho do livro nos deixa de boca aberta, e com um pouco de raiva, ai perguntamos: como assim acabou? Foi assim que me senti quando o li. Fiquei de cara com alguns acontecimentos, chocada mesmo. A autora, pelo menos a mim, surpreendeu.
Esse livro é bom para quem gosta de suspense, principalmente esses mais psicológicos, ou que trazem as relações humanas, amizades, por exemplo, como foco. Não é um livro assustador, mas a autora o descreve tão bem que sentimos aquela tensão que emana do livro em nós.
Questões como confiança, amizade, são abordados no livro, até que ponto realmente podemos confiar em alguém? E será que aqueles que julgamos amigos são realmente nossos amigos? São coisinhas a se pensar.
Cuco é rápido de ler, achei fácil também, geralmente os suspenses me prendem de forma mais rápida, e assim leio em menor tempo. Rose em alguns momentos pode soar como irritante, mas no fundo ela não é. Ela somente confiou em quem não deveria confiar tanto assim, e errou a convidá-la para entrar. O nome do livro faz jus à história da obra.
Recomendo para quem está procurando um suspense, ou gosta do gênero. Foi uma grata surpresa para mim.


Leia também

30 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A Janna já leu esse livro e disse que não curtiu muito e super fiquei curioso em saber o por que rs pois eu amo suspense, ao ler sua resenha só meu deu mais vontade de ler e saber o por que a Janna não gostou, se o suspense for parecido com o Livro Uma Questão de Confiança, creio que lerei rápido.
    Parabéns por mais uma excelente resenha ^^

    Beijos
    Rafa.

    ResponderExcluir
  3. É muito bom esse livro, fiquei impressionada quando li. E que final mais esquisito! Bem escrito e bem feito, vale a pena mesmo conferir.

    ResponderExcluir
  4. Não gosto muito de livros assim..
    sou mais estilo romantica!!
    tive umas amigas q leram e gostaram, outras nem tanto..
    de repente um dia eu leia, ja q é bom variar um cadinho... um livro que mostra de uma maneira tao "viva" alguns sentimentos descritos, vale a pena conferir!!

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Não gosto muito de suspense, mas gostei bastante da história que o livro aborda, estou super curiosa para lê-lo! O livro me intrigou, é bem complicado mesmo confiar em alguém, nossa esse livro deve ser maravilhoso!
    Só não gostei muito da capa, achei ela bem estranha!

    ResponderExcluir
  6. Adoro suspenses.
    Gostei bastante desse livro, mas, imagino que parece ser um pouco parado, porem, gostaria de le-lo.
    O fato do final ter sido assim do tipo que nao da pra acreditar, será que nao é porque vai ter continuação o livro? ou vc nao sentiu que a historia possa ter uma continuação?
    e a Rose deve mesmo ter alguma coisa a esconder que a Polly saiba, pra não mandar ela pra fora de casa. kkk

    Beijos.
    makeetcs.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Hum, eu adoro suspenses. Sou parceira do novo conceito também. Então Cuco esta me esperando na estante. Falta é coragem para pegar! Acho que essa leitura vai prometer. =)

    nasproximaspaginas.blogspot.com
    raah_varella@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho muita curiosidade em relação a esse livro! Adorei sua resenha.,
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Uma curiosidade sobre o nome deste livro é que a autora faz uma analogia com o nome de um pássaro, ou seja, Cuco, é o nome de um pássaro parasita. Quando a fêmea fica gravida ela procura outros ninhos retirando- quando a ave desse ninho sai por um momento- um dos ovos da ave para colocar o seu, assim quem cria o filhote do Cuco são as outras aves e não elas.

    Polly é como o Cuco, uma parasita nojentaaaaaaaaa. Até agora tenho um ódio mortal por ela. Mas confesso que a bondade de Rose permitia muitas coisas que me irritava as vezes.

    ResponderExcluir
  11. Engraçado..Creio que seja a primeira resenha positiva que leio sobre esse livro.
    Tanto que desde que foi lançado, eu nem tinha dado muita atenção não. Li relatos de pessoas que até abandonaram a leitura por ser entediante demais.
    Eu sou fã de um bom suspense e olhando assim, do ângulo que vc descreveu, acredito que eu iria gostar muito da história.
    Até que ponto podemos confiar em nós? Acho que se conseguirmos responder essa pergunta, fica desnecessário tentar entender até que ponto podemos confiar nos outros né?
    Vou caçar esse livro em troca no Skoob..rs
    Gostei..
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiii eu não gostei do livro, no começo achei ele super interessante pois realmente o suspense nos prende, mas aí chegou o final e eu pensei: tudo isso para chegar nisso, ah não, me decepcionei com o final, mas gostei da escrita, realmente é envolvente. Sua resenha me fez relembrar a história, essa Polly é demoníaca rsrs, tinha horas que queria matá-la rsrs.

    BjOs!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oie,
    o livro de suspense para me agradar tem que ser bom, então mtas vezes nem arrisco, mas esse parece ser divertido, vou ver se compro :)
    pelo menos ele te surpreendeu rsrsrs


    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  14. me decepcionei um pouco com o final dele, mas o livro inteiro foi eletrizante para mim... não conseguia parar de ler :(
    não sei se sentia mais ódio da Polly ou da Rose conforme ia lendo o livro :P

    ResponderExcluir
  15. Nunca li um suspense desses, ainda! A história parece ser daquelas que realmente prendem você, mas acho que ficaria um pouco assustada com as atitudes de Polly, principalmente por envolver um bebê. Mas, acho que mesmo não sendo muito fã de suspense, principalmente em livros, eu gostaria de ler e saber de realmente ia me dar pontadas de medo. Agora eu não entendi bem o nome do livro, mas acho que só vou entender quando ler.

    ResponderExcluir
  16. Eu vim ler a sua resenha na esperança de que ela me convencesse a ler o livro. Quando soube do lançamento, achei a história bem interessante, mas depois que o livro chegou, por algum motivo eu me desestimulei.
    O que posso dizer que que sua resenha me fez ter vontade de pegar o livro pra ler, mas ao mesmo tempo com receio do posso encontrar. O suspense me agrada, então com certeza esse será um fator que vou gostar.

    ResponderExcluir
  17. Eu nao li o livro.
    So li algumas resenhas e a maioria foi negativa.
    Mas a sua me deixou muito curiosa. Fiquei com vontade de saber quais as maldades pelas as quais Polly faz a Rose passar.
    Nao li muitos suspenses, mas acho um genero intrigante.
    E essa historia parece se surpreendente. E pelo o que voce falou o final nos deixa boquiabertos.
    Ja quero conferir.
    Entrou para os desejados!

    lisos-somos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. eu ja conhecia esse livro, li varias resenhas sobre ele, não entendi muito bem na epocoa o porque do nome ou do kit disponibilizado pela editora, hj já consigo fazer algumas suposições. Acho um livro forte, e como sou mais na linha romantica nãos ei se ia gostar de livro tão suspense, mas acho que seria uma leitura envolvente, pois vc quer descobrir o final logo!

    ResponderExcluir
  19. Eu li este livro e achei a história bem interessante, mas a minha vontade era de matar a Polly!!!
    O final é surpreendente...

    ResponderExcluir
  20. Li algumas resenhas do livro e estou muito curiosa para saber o final, todo mundo ficou surpreendido. Espero poder lê-lo logo.

    ResponderExcluir
  21. Eu li poucos suspenses até hoje, eu gosto mais ou menos do gênero, talvez seja um pouco porque eu ainda não achei os livros certos.
    Eu havia lido sobre ele já faz algum tempo, mas pra falar a verdade nem lembrava direito sobre o quê o livro tratava, mas lendo agora fiquei curiosa, também quero ter arrepios de medo e me questionar sobre amizade e confiança, só espero não achar a Rose muito irritante.

    ResponderExcluir
  22. Há pouco ganhei Cuco e tinha ficado muito feliz. Adorei a resenha, me deixou bem mais curiosa pra ler! Suspense é sempre vindo!!! Preciso arranjar logo um tempo pra ler. Gostei bastante dos fatos que parecem abordar, em questão de confiança, principalmente.

    ResponderExcluir
  23. Que horror, você colocar uma pessoa dentro da sua casa na intenção de ajudá-la e ela retribuir assim, com o mal. É preciso muito cuidado né... lembrei da importância de colocar alguém realmente de confiança pra cuidar dos nossos filhos..
    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  24. Fiquei com muita vontade de ler esse livro. Estou procurando um bom thriller psicológico, que seja envolvente e que dê alguns sustos rs Li O hipnotista e me decepcionei, espero que Cuco seja melhor.
    Li algumas resenhas falando desse final com sensação de término abrupto =/ Espero que eu goste da leitura apesar disso.

    ResponderExcluir
  25. Nossa, esse livro foi dificil de ler, não por ser ruim, mas a raiva que dava... cada coisa acontecendo e parecia que eu q era a louca que lia e parecia que só eu ficava de cara com tudo o que acontecia...
    Realmente o desfecho foi um choque pra mim... meio que tendeu ao terror. Eu acho.
    O livro é grande, tem umas partes com descrições muitas delongadas(essa palavra existe? rsrs) que me chatearam...
    e que estilo de vida...e que passado, de ambas as personagens... credo, uma mocinha parecendo muuiiiito safa hahaha
    Eu sei que pra mim, não é meu livro favorito, mas sou mais do tipo romântica, mocinha tem que ser mocinha, não com passado sujo hahahaha
    Tinha cenas que me lembravam do identidade roubada, mas era mais por causa do ambiente que a história passa e o clima tenso do que outra coisa...
    Gostei da resenha... queria ter escrito a minha assim rsrsrs... mas também na hora eu tava em choque com o final ainda rsrsr

    bjus e até

    ResponderExcluir
  26. Puxa, tem uns dois anos que este livros esta na lista dos livros que quero ler, infelismente ainda não pude comprar.

    ResponderExcluir
  27. Faz um bom tempo que estou querendo ler este livro, desde o lançamento, na verdade. Mas ainda não tive a chance de comprá-lo. Mas espero poder fazer isso em breve, pois todos me recomendam essa leitura. Deve ser bom, mesmo.

    ResponderExcluir
  28. Gosto de suspenses, mas prefiro os que tem a narrativa mais ágil. Mesmo assim, não dispenso um mais psicológico, desde que seja muito bem escrito. E me parece que esse é um deles. Já fico imaginando as barbaridades que essa "amiga" aprontou. Bem curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  29. Até hoje não sei o que pensar desse livro, pois já vi gente que gostou e gente que não. Por isso prefiro eu mesma ler, sempre! rs Odeio pessoas que se aproveitam da boa vontade das outras, e não sei qual o tipo de suspense esse livro utiliza, mas espero que seja um que faça a bandida apanhar no final! rs Imagina, um bebê com overdose?! Tô braba só de pensar! Beijos

    ResponderExcluir
  30. Sabe aquele livro que esta a bastante tempo na estante? Pois é Cuco foi um deles....Estou no inicio da leitura e já estou amando ele, não é um gênero que tenho muito hábito, mas estou bem surpresa com a historia, sua resenha somente me deixou ainda mais ansiosa para saber o que vai acontecer! Beijoo♥

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011