Porque ainda te amo...

by - quinta-feira, julho 18, 2013

Oi pessoal!

Este post será de um desabafo, de algo que não consigo guardar mais só para mim, e preciso escrever isso, para alguém em especial. Então as próximas palavras serão para você, que simplesmente mudou a minha vida.
Em um dia como qualquer outro, vi sua foto na internet, tínhamos alguns amigos em comuns, você conseguiu me chamar à atenção, mas não o suficiente para eu querer saber mais sobre você. Meses depois, nos encontramos numa livraria, houve uma troca de olhares, e do sentimento de reconhecimento.  Sem querer fui me aproximando mais de ti, não sei explicar o porquê, só sei que precisava estar próxima.
 Entretanto, não estava bem, fui completamente enganada, estava com o coração partido, ainda não recuperado da experiência que tive anteriormente. O problema era eu e não você, sei que isso parece clichê, mas quem disse que a vida não é feita de clichês?
Você me abriu os braços me convidando a te conhecer melhor. Então, sabendo que iria me arrepender depois, abri meu coração para você. Contei sobre minha experiência anterior, o quanto fui iludida, e como me senti enganada, para mim nenhum outro seria capaz de curar aquela ferida terrível.

Fomos para minha casa, e aquela foi uma bela noite, era como se fosse à primeira vez de tudo, adormeci e acordei com você ao meu lado. Eu não tinha tempo para você,  conheci uma parte de ti, e fiquei com medo de me arrepender novamente ao final, tive medo do que estava sentindo, confesso que fui covarde. Deixei-te de lado por um tempo, evitei contato, mas durante esse período, ainda pensava no que passamos juntos e você me esperou pacientemente, e disse que me esperaria o tempo que fosse necessário.
Indo contra tudo o que as pessoas me diziam, que deveria evita-lo, que você não fazia meu tipo, pois éramos tão diferentes. Mas ainda sim, eu queria te dar uma chance, uma chance a nós. E assim, te vi novamente, dessa vez tive a oportunidade de te conhecer ainda mais. Você me fez sorrir, me divertiu, cheguei a me emocionar com sua história, e assim esqueci daquilo que me fizera sofrer antes. Entendi que o que as pessoas tinham contigo era somente um preconceito.
Porém você não era só meu, eu sabia disso desde o começo, não consegui me despedir mesmo quando viramos a nossa última página, selada por uma lágrima. Eu precisava partir para outra, e novamente você me prometeu, que estaria me esperando para mais uma aventura, quando eu quisesse estaria pronto.
Conheci outros, me aventurei por tantos lugares, mas nunca me esqueci de você, e toda vez que te vejo em minha estante fico feliz, há um laço de cumplicidade entre nós. Sei que outras pessoas te amam assim como eu, assim como eu amo outros além de você. Mas saiba, meu querido livro, que você sempre terá um espacinho dentro do meu coração, e mesmo você não sendo meu único livro favorito, sempre te amarei da mesma forma.
Sempre que quiser reviver tudo que passamos, irei te reler, mas você é mais do que aparenta ser, pois toda vez que reiniciamos nossa aventura, você me mostra coisas que eu não havia percebido anteriormente, é sempre uma novidade. Você consegue me surpreender... Ah livro olha o que você faz comigo.

P.S: Esse foi um pequeno texto que tive como ideia por esses dias, pois nós leitores, sempre temos um caso de amor com nossos livros não é mesmo? 

Leia também

53 comentários

  1. hahaha, adorei! fofo demais *-*
    vivo tendo casos desse tipo ;~~

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente amei o texto! No início admito que pensei que fosse uma pessoa física, mas no decorrer percebi de que não se tratava de uma pessoa e sim de um livro. O que me cativou ainda mais! Me vi ali, como se fosse eu contando. Porque quem nunca viveu um caso de amor com algum livro? Pois é. Então é impossível não se encontrar lendo esse texto.

    ResponderExcluir
  3. tem livros que fazem isso mesmo com a gente, quem ve pensa que é um caso de amor!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Hahaha que perfeito. Realmente achei que tu havia escrito isso para alguém kkkk

    ResponderExcluir
  5. Surpreendente, um caso de amor, estava lendo achando que era uma pessoa e melhor que isso, é um livro. Parabéns, escreve muito bem, soube usar as palavras hehehh Confesso que fui ficando presa ao texto e quando li que era um livro eu tive que ler o texto novamente! Uau, adorei e vi o sentimento na escrita!!
    Bjuuuuuuuuuuuuuuuuuus e é sempre bem vinda no aprendendocuriosamente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Que fofo este texto, é bem assim mesmo que acontece. O mais legal acho que é esta experiência nova a cada leitura. Nunca é a mesma coisa! Adorei, parabéns!
    bjs

    ResponderExcluir
  7. hahaha adorei!! Confesso que imaginei que fosse uma pessoa e só percebi que se tratava de um livro já para o final hahaha Ótimo texto, me identifiquei depois que "descobri" o objeto do amor :)

    viciosdeumabaiana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do texto ;)
    Bjs
    eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Adorei e diria mais até. Temos, uma relação erótica. Tocamos. Desfolhamos. Entramos na teia narrativa. E isso ai. Adorei. Parabéns

    ResponderExcluir
  10. Adorei e diria mais até. Temos, uma relação erótica. Tocamos. Desfolhamos. Entramos na teia narrativa. E isso ai. Adorei. Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Vania, inclusive já vi um autor citando uma vez isso, nós temos mesmo uma relação com o livro hehehehee
      obrigada pelo comentário!

      Excluir
  11. Adorei o texto!
    Tem alguns livros que ficamos com receio de que a história termine para que não tenhamos que nos despedir dele. Consegui me identificar completamente com o texto que vc escreveu! =)

    ResponderExcluir
  12. HAHAHAHA AMEI o texto e adorei os trocadilhos. Toda leitura é uma história de amor, né? Algumas acabam bem, outras não, mas a gente sempre parte pra outra.

    beijocas!
    http://nossosromancesadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Hahahahaha!
    Dai adorei!
    Saudades menina!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oii Dai, ahh que história mais linda...os livros sempre são nossos amores eternos...os amo incondicionalmente, e para sempre.

    BjOs!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Legal o texto :D Tambem cheguei a pensar que era por alguém e ate ja estava vendo quem eu amava tbm uahsuahsua. Gosto mt do seu texto, mts coisas legais vc escreveu, mts coisas certas! Me identifiquei com algumas partes. <3

    ResponderExcluir
  16. AMEI o texto....fofo e perfeito demais.Me lembrou dos primeiros livros q eu li e q se tornaram únicos em minha vida.Parabéns pelo ótimo texto.

    ResponderExcluir
  17. "...mas quem disse que a vida não é feita de clichês?" Adorei. Simplesmente genial, amei o seu texto.
    Achei que estava falando de uma pessoa, mas não.
    Me fez lembrar de todos os meus amados, dos meus casos secretos.
    Quem nunca se apaixonou perdidamente por um livro? Quem nunca perdeu horas e horas de sono só pra ler "mais um capítulo"?
    Nem tenho o que dizer. Perfeito, lindo, maravilhoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own Gab assim vc me deixa vermelha >.< ahhaha obrigada pelos elogios!! E que bom nque gostou do texto :D

      Excluir
  18. Adoreeeeei! ai, me fez pensar nos meus amados. Cada livro é um relacionamento diferente com aqueles pequenos detalhes que são únicos. Seu texto ficou ótimo!

    http://morada-dos-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Amei o texto \o/ Ficou muito fofo ^-^
    Admito que no inicio do texto pensei que fosse uma pessoa física,o texto me prendeu e no decorrer do enrredo quando descobrir que era um Livro fiquei assim : O
    O texto descreve bem o Amor que temos por cada Livro que lemos \o/
    Amei a parte ´´Ah livro olha o que você faz comigo.´´

    Abraços = D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todo mundo pensou que era uma pessoa física, foi de propósito mesmo kkkk fazer uma pegadinha com vocês! HAHAHAHAH
      Obrigada :)

      Excluir
  20. E eu aqui pensando que era pra um cara especial, hein?!?! kkkkk
    Adorei o texto, e isso que você disse é tudo verdade. Assino embaixo.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah todo mundo pensando que eu estava fazendo uma declaração para um cara especial hahahah me divertindo muito com os comentários ;)

      Excluir
  21. HAUAHAUAHUAHA Nossa muito bom!

    ResponderExcluir
  22. Menina...você tem talento.
    Adorei! Eu crente que era sobre um homem, mas era um livro!!! Hahahahahha
    É bem assim mesmo...alguns destroem os nossos corações e outros ganham um lugar todo especial nele.

    ResponderExcluir
  23. Oii Dai!!

    Adorei o texto! Escolheu as palavras certinhas! Comecei a achando que era de alguém, até desci prever se tinha sido vc mesma que escreveu e achei estranho rsrs, lá pelo meio percebi que era um livro e só fiquei pensando "genteee, eh assim mesmo *-*"

    Maravilhoso :)

    Bjoo

    ResponderExcluir
  24. Muito legal esse texto! Realmente eu tenho uma ótima relação com meus livros, tem alguns que eu simplesmente não consigo largar e tenho vontade de relê-los várias vezes!
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Gostei muito do texto, parabéns, ja pensou em escrever algo, tipo contos e tal?
    Realmente temos um caso de amor com cada livro.
    Aguardo outros textos no blog.
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grecy :) sempre tento publicar algumas coisinhas por aqui, assim que tiver mais textos legais publico aqui! ;)

      Excluir
  26. Nossa, fiquei chocada! De início pensei que era uma pessoa, depois pensei que essa pessoa era casada e agora estou simplesmente de boca aberta pela simplicidade desse texto, sendo ao mesmo tempo tão profundo. Não tenho palavras para descrever!

    ResponderExcluir
  27. Desse jeito kkkk No início, achei que você estava falando do seu marido, porque vocês se conheceram pela internet, mas depois fui percebendo que era outra história de amor kkk Amei esse texto e é mais ou menos assim comigo, sempre há uma história de amor com cada livro, até mesmo os que não gostei tanto.

    ResponderExcluir
  28. Bem surpreendente o final do texto (e lindo, vale ressaltar!) hehe
    Belas palavras <3

    ResponderExcluir
  29. Muito lindo! Adorei!!! Gostei bastante do final, revelando que todos esses sentimentos um dia já sentimos... E continuamos a sentir, pelos nossos amados livros! *¬* Super criativo, flor! Bem escrito também. <3 Adorei ler.

    ResponderExcluir
  30. Se eu contar que só associei o texto com livros no final, quando você citou eles? kkkkk

    Adorei, muito criativo mesmo! Parabéns!

    ResponderExcluir
  31. Amei, amei e amei!!
    Tem livros que amamos como gente, que sempre olhamos na estante e fazemos um carinho. Que marcam nossa vida e sempre serão lembrados!!
    As vezes sofremos quando alguém não gosta ou não intende este tipo de amor!!
    =) Arrasou...

    ResponderExcluir
  32. Bem pessoal, sou uma que teve um final muito feliz. Sou Dona Flor e seus...mais de 100 malivros xD
    Casada com essas belezinhas! Que fofo esse texto ficou, adorei!

    ResponderExcluir
  33. hahahhaha adorei o textoooo
    Nem imaginava que tava se referindo ao livro..
    mas muitos nos deixam assim msm...rs

    Parabens pela criatividade!

    bjinhos

    ResponderExcluir
  34. Daiane, sua linda! O texto é extraordinariamente criativo! Adorei e você me pegou de surpresa! Jurava que era um texto sobre um amor bípede, sabe? :p Posso pegar o seu texto e postar no meu blog?
    Beijos! :)
    @nyasmim

    ResponderExcluir
  35. Dai, eu li este texto já faz algum tempo e não pude comentar, mas agora dei um jeito e vim aqui, eu já tinha até preparado o lenço, você sabe como eu fico emocionada com as coisas que você escreve, fiquei feliz com o desfecho, você é tão surpreendente e eu só te admiro cada dia mais.
    Eu também compartilho este mesmo amor com você, meus livros são meus tesouros, minhas paixões, meus "tudo", vivo histórias incríveis com eles e me identifiquei com cada palavra sua.
    Parabéns, não preciso repetir que suas palavras me encantam né? Continue escrevendo sempre e preciso ler mais "coisas" suas, lembra? Quando tiver um tempo, vou ficar muito feliz (mas se não puder/quiser eu entendo também). ;)
    Beijão, amada. <3

    ResponderExcluir
  36. hahaha Adorei o post, achei super criativo, no começo nem imaginava que você estava falando de livro kkk Com certeza eu também sou uma dessas pessoas que amam livro :)

    ResponderExcluir
  37. OMG!! Simplesmente amei esse texto!!
    amor por livros, não tem preço! <3

    ResponderExcluir
  38. Hahaha Adorei!
    Ficou muito bom o texto, mostra perfeitamente a nossa relação com os livros :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  39. kkkk No começo, eu realmente achava que você estava falando de alguém. Amei o texto, ficou muito bom e mostra o nosso imenso amor por livros.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  40. Que legal! Pensei que era para uma pessoa. haha Parabéns, muito bem escrito.

    ResponderExcluir
  41. Oi,

    Comecei lendo como se fosse uma história de amor para uma pessoa - a prova de que meu sonho pode acontecer e eu vou encontrar o cara certo na livraria! rsrs'

    Muito inteligente, e lindo... o amor que somos capazes de sentir por um livro, é difícil de explicar, mas é como você disse; você cria uma conexão com ele ;)

    ResponderExcluir
  42. Ahn puxa, eu já estava ficando com falta de ar pra saber o final dessa aventura... Juro Dai, pensei em outra coisa, e você sabe o que...
    Lindo, lindo!

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  43. Muito bom o texto!
    Só eu achei que a história não era com um livro? hahaha
    Adorei a forma como escreveu e concordo plenamente!
    Sempre temos uma história de amor com um ou uns livros, no meu caso uns muitos! hehe

    Beijos.

    ResponderExcluir
  44. Ahahahhaha e eu pensando que o amor tinha pernas e não páginas U.U Ótimo texto, excelente na verdade. Me senti em casa com ele, tenho livros assim :D
    Parabéns!

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011