Resenha: Delirium

by - quarta-feira, julho 17, 2013

Olá pessoal!

Resenha novinha da Karina, vem conferir!


Título: Delirium (BRA: Delírio)
Autor: Lauren Oliver
Editora: Harper Collins (BRA: Intrínseca)
Idioma: Inglês
Gênero: Ficção, Distopia
Páginas: 401 (BRA: 352)
Publicado em: 2011 (BRA: 2012) 

Sinopse: Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos. Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?


Delirium é uma das minhas distopias favoritas. Quando eu li a sinopse e uma resenha dele, fiquei obcecada. Eu PRECISAVA lê-lo. Um mundo onde o amor é considerado uma doença e removido através de cirurgia? Como seria isso?
Eu tinha grandes expectativas e estava super ansiosa para lê-lo e confesso que no começo estava um pouco decepcionada. O começo não é muito empolgante e, como sempre, a personagem principal, Lena, é um pouco irritante. Ainda bem que isso é só no começo!
Como já li a trilogia completa, fica difícil de separar o sentimento geral do sentimento que tive ao final de cada livro separadamente, mas vou tentar.
O enredo é bem envolvente e você fica preso em toda a ação, os perigos, as inseguranças e os questionamentos que existem ou surgem na vida de Lena. Com o tempo ela conseguiu ganhar minha simpatia e fui capaz de entender seus motivos para tanto mimimi.
Há muitos personagens secundários, mas apenas dois são mais importantes e ganham um maior destaque: Hana, a melhor amiga, e o Alex... Um querido! Hana não tem medo de se arriscar e é bem diferente de Lena, e no decorrer da história ela tem seus altos e baixos.
A temática do livro é algo que faz você pensar, de verdade. Eu, pelo menos, refleti muito sobre o assunto, imaginando como seria viver sem amor. Se isso existisse, será que faria a cirurgia de boa vontade, ou eu teria que ser amarrada e levada à força? Travei uma discussão com alguns colegas no trabalho... Até eles me lembrarem de que eu tenho uma tatuagem de amor infinito, logo sou uma romântica e seria contra o sistema. Mas, sinceramente, eu não sei.
O livro tem um tamanho razoável e como li no Kindle, não sei como está a edição da Intrínseca com relação a tamanho de letra. Depois que passa a parte introdutória, que é mais lenta, o enredo pego o jeito e é impossível largar o livro até chegar o final. Quando isso acontece, você deseja desesperadamente colocar as mãos em Pandemonium, o 2º livro da série. O final é tão OMG e eu tive que esperar quase 1 ano até colocar as mãos em Pandemonium!!!
Ah, a série conta com três short stories: Hana, Annabel e Raven. Hana deve ser lido após Delirium e Raven, após Pandemonium. Já Annabel não tem uma sequência, você pode ler antes de Delirium, ou depois. Se você consegue ler em inglês, leia esses livros na sequência correta. Eles são interessantes e fazem diferença para entender melhor alguns pontos da história. Hana é o mais revelador.
4 estrelas pois é um livro bom com um enredo diferente, porém com um começo não muito empolgante e um final... Quando vocês lerem irão entender as reticências.


Leia também

40 comentários

  1. Adorei sua resenha! Li o livro no mês passado e simplesmente adorei. A trama realmente é diferente do que vemos por aí nas distopias, e a premissa é fantástica. Também fiquei meio "obcecada" até conseguir ler o livro. Adorei os personagens e estou doida por Pandemônio!
    obs: O início é meio chatinho, demorei para me apegar à história. Mas depois melhora absurdamente!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Nossa eu li Delírio mas não curti muito, a autora não me convenceu e também achei os personagens apesar de muito verdadeiros meio chatinhos enfim... beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  3. Sou apaixonada por distopias e estou bastante curiosa e ansiosa com essa trilogia em especial. Comprei delírio hoje afinal, esctava por 9,90 na saraiva

    ResponderExcluir
  4. Li Delírio e gostei! Achei o inicio um pouco lento, mas depois a história toma um ritmo muito bom. Estou louca para ler Pandemônio!
    Não sabia sobre essas 3 short stories, com certeza vou lê-las! =)

    ResponderExcluir
  5. Já tinha lido algo sobre o livro, mas nunca tinha procurado ler algo (resenha, sinopse) dele. A primeira impressão, é que o livro me parece interessante. Gostei do que foi dito sobre. Além do mais, estou adorando essas distopias. Mas essa em especial me ganhou, talvez eu realmente leia. O amor como uma doença? quero ler. To me esquivando de livros que tenha continuações, mas tô desistindo. Acho que não tem jeito! kkk

    ResponderExcluir
  6. Hum... O livro parece bem interessante. Remover o amor com cirurgia? bafooo! =O
    Dica anotada.

    xoxo

    Books & Emotions
    http://books-and-emotions.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    sinceramente não estou mto empolgada com essa série.
    Não sei se iria gostar tb, mas achei bacana a resenha.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. não sou muito fã de distopias, mas li este e adorei!!!
    a sinopse dele tbm me deixou curiosa: retirar a doença "amor" com cirurgia... hmmmm :P
    não sabia dessas short stories aii :(
    P.S.: Prefiro a nossa capa :P

    ResponderExcluir
  9. Sou completamente louca por distopias e já li a versão brasileira ( Delírio ) e partilho do mesmo sentimento que você. O começo é meio parado, sem graça, mas depois da cena da praia eu simplesmente não pude parar de ler.

    ResponderExcluir
  10. Estou com esse livro em mãos e ainda não o li!!!! Que vergonha (rs) \õ>
    Depois desta resenha, sinto-me mais que motivada para pegar logo o livro em mãos e embarcar nessa aventura que torna o amor um sentimento tão nefasto! :O (rs)
    Não sabia que havia short stories. Fiquei curiosa. Onde posso encontrar? A editora traduziu?
    Adorei sua opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Francine!
      Até o momento, a Intrínseca não traduziu as short stories e não sei dizer se fazem planos.
      Se vc ler em inglês é fácil encontrá-las em ebook para download!

      Excluir
    2. Obrigada por responder, flor :D

      Excluir
  11. Olha, eu acho interessante o enredo de delirio, mas quando peguei a ler sei lá, achei mega chato, tanto que larguei, acho que o problema é mesmo comigo que não sou fã de distopias, apesar de que algumas eu gostei muito. Mas confesso uma coisa, acho MUITO mais bonita essa capa do que a que lançaram aqui.
    Bj

    ResponderExcluir
  12. Aquela assim que tem pandemonio mais ainda não leu delirio! sou yo, consegui essa proeza, mas até que estou com vontade de ler pra matar minha curiosidade sobre a história pois tratar o amor como doença, como algo que faz mau me parece bem inovador!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. gostei olha
    parece ser um livro que eu gostaria de ler :)

    ResponderExcluir
  14. Oi Karina, quando li a primeira resenha desse livro achei bem interessante, essa coisa relacionada ao amor, de tirá-lo das pessoas, como assim, o amor que faz as coisas valerem a pena, que faz o mundo girar, ops o dinheiro tbm faz isso, e muitas vezes as pessoas colocam o dimdim em primeiro lugar, coisa que não deveria, espero um dia poder ler, mas por se tratar de uma série acho que irei ler depois que a série já tiver terminado, ai não fico naquela ansiedade de esperar pelo próximo, gostei muito da sua resenha...

    BjOs!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. AH sabia que era intrinseca haha \o/ fui na turne e lembrei tudo o que falaram sobre esse livro e o outro. Sou fascinado por essa historia, é algo bem diferente , nunca tinha pensado em nao existir amor. Eu gosto da capa desse livro e do outro tbm, fiquei mt curioso, quero mt ler esse livro.

    ResponderExcluir
  16. Amor considerado uma doença. Coisa mais estranha, não?
    Esse livro me chamou a atenção pelo mesmo motivo que você (ainda mais pelo seu preço agora HAHA).
    Parece ser um livro ótimo e com uma narrativa linda ^^
    Pretendo ler logo

    ResponderExcluir
  17. Amei a Sinopse do livro e a Resenha também está ótima \o/
    O Livro deve ser Incrível mesmo!!!!!! Como pode o Amor ser considerado doença e o único meio de extermina-lo é com cirurgia??
    Agora este livro entrou na minha Wish List \o/
    O que me chamou a atenção é que mesmo a narrativa começando lenta,mais adiante ela se torna envolvente e com vários acontecimentos \o/
    Estão de Parabéns pelas Resenhas de Livros, sempre é uma melhor que a outra \o/

    Abraços = D

    ResponderExcluir
  18. Li "Delírio" e tive as mesmas sensações que você teve. O início é arrastado (talvez porquê não era acostumado com uma narrativa muito descritiva), e o final é eletrizante. Aliás, as cenas de fuga são ótimas. Estou bem ansioso pra ler "Pandemônio".

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  19. Esse livro tá na minha lista de desejados há muito tempo, mas ainda nem comprei o meu exemplar. Pode isso? Quem sabe eu não tomo vergonha na cara e compro na próxima Bienal do Rio, mas a minha versão vai ser em português mesmo, "because I don't read english". rsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Natalia, a sua chance de comprá-lo é agora: R$ 9,90 na Saraiva!!! Eu até comprei pra mim!! (http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/4035042)

      Excluir
  20. Tenho ele em e-book mas como não gosto muito de ler e-books eu fico enrolando. O livro parece ser muito bom e fiquei muito mais ansiosa com a resenha aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Eu fiquei completamente sem vontade de ler o livro, sem interesse mesmo. Não sei, me parece muito vago, ou estranho. A temática é bem esquisita e fora daquilo que eu consigo imaginar, mesmo além da imaginação.

    ResponderExcluir
  22. Ainda não li nenhuma distopia, acredita? Mas já ouvi falar muito dessa e desde a primeira vez que ouvi, fiquei querendo muito ler. Ah, achei a capa da versão em inglês mais bonita que a brasileira kkkk

    ResponderExcluir
  23. Até gosto de distopias, mas acho esse tema muito "viajado". Não é o meu estilo de leitura :/

    ResponderExcluir
  24. Comprei esse livro há alguns dias, pois como você me apaixonei pela sinopse. Ele está aqui do meu lado esperando para ser lido hahah'.

    Fiquei intrigada com o enrredo, viver sem amor? Ainda não li o livro, mas já estou aqui pensando se viveria sem, e não cheguei a conclusão nenhuma kkkkkkk

    ResponderExcluir
  25. Oi flor, eu morro de vontade de ler Delírio justamente por esta questão reflexiva que o livro aborda. Achei essa sacada da autora de usar o amor como um instrumento que nos dá poder...
    Até agora não consegui ler o livro, mas pretendo ler o quanto antes...
    Adorei seu texto flor. Bjokas

    ResponderExcluir
  26. Gostei muito desse livro, é bem diferente a ideia de um mundo assim. Bem, não que seja uma coisa doida demais, mas gostei de como foi tratado, escrito e desenvolvido. Ficou bacana de ler. Só não li esses pequenos dos outros personagens, não senti muita falta também..

    ResponderExcluir
  27. Oiie
    No momento é o livro q eu to lendo
    Delirio!
    E concordo com vc sobre o inicio... nao ta me prendendo muito nao, ja era pra ter terminado mas ainda nem cheguei na metade.. =/
    me lembra muito a série FEIOS, que eu nao curti nadinha...
    mas acho q essa vai me conquistar, eu espero, né...rs

    Acho a capa americana mais bonita

    bjinhoos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir
  28. A capa americana é muito melhor que a brasileira! *o*
    Com a resenha da americana ficou difícil eu não ficar confusa se estou falando sobre a mesma trilogia/série ou que tem o mesmo tema. :O
    Eu sou uma romântica maluca e sinceramente ACHO que aceitaria sim fazer a cirurgia e ficar sem o amor na minha vida. u__ú'

    ResponderExcluir
  29. :o
    Eu nao sabia que tinha historias entre os livros!! Vou procurar depois!

    Eu amei esse livro, e fiquei super ansiosa pelo próximo, que tb gostei bastante, mas esperava mais do segundo, espero que no terceiro as coisas voltem a ficar boas rs.

    Bem agora vou correr procurar as historias :p


    Bjooo

    ResponderExcluir
  30. Já li muitas resenhas positivas desse livro, parece ser ótimo. A ideia é bem interessante, quero ler. Ah, e essa capa é linda! Amei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Eu já li o delírio e pandemônio!!
    essa autora parece que tem o dom de deixar o leitor em panico, o final de panemonio é quase "pior", do que delirio!!x.x
    Mas a serie é incrivel.

    ResponderExcluir
  32. O final é mesmo OMG!
    Já tenho Pandemônio e assim que der, vou lê-lo. Não achei a Lena uma personagem irritante, só acho que ela podia ter um pouco mais de atitude, ela é meio paradona.. sei lá! haha
    Não vejo a hora dos livros virarem série de TV, quero muito assistir!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ketelin, infelizmente a série foi cancelada... Fizeram o piloto, mas não foi aprovado pela emissora. Fiquei chateada. =\

      Excluir
  33. O livro parece ser muito interessante, fiquei curiosa pra ler!
    Mas nossa, eu mal consigo imaginar amor como sinônimo de doença, que horrível deve ser uma sociedade sem amor.
    Esse livros distópicos sempre me causam esse incômodo, de imaginar como seria viver de um jeito totalmente diferente e oposto ao que acredito!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  34. Estou na faze 'obcecada para ler' esse livro mas ainda não tive oportunidade. Também fico imaginando se faria a tal cirurgia.

    ResponderExcluir
  35. Oi, :)

    Um amigo meu me indicou a leitura faz algum tempinho já... mas nem precisava, estou sendo naturalmente atraída para distopias recentemente *-----* kk'

    As vezes eu também faço isso que você falou: invento de fazer uma resenha quando já terminei a série, e não consigo separar o que senti quando terminei de ler o livro sobre o qual quero falar, do que senti no fim de tudo! É um problema O.o' rsrs' Estou sofrendo pra resenhar Hunger Games, por isso =P rsrs'

    Tenho curiosidade sobre a história, e a sua resenha só fez aumentá-la. Também sou romântica e esse definitivamente não seria meu mundo ideal O.o' rsrs'

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  36. Caraca! Essa história deve ser muito maluca. Como assim remover o amor com cirurgia??
    Nunca tinha ouvido falar no livro, mas já me interessei muuito!
    Vou até tentar ler a versão em inglês e na sequência, como você disse.

    Aaaahh, já estou morrendo de curiosidade!

    Beijos.

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011