Resenha: O anjo de Hitler

by - domingo, julho 07, 2013

Olá pessoal!

Vamos de resenha nova, e dessa vez é do livro "O anjo de Hitler" lançado pela Editora Seguinte!

Autor: William Osborne
Páginas: 269
Ano: 2013
Editora: Seguinte
Compre aqui: Livraria Saraiva

Era 1941 e a Segunda Guera Mundial ainda estava acontecendo. Otto e Leni, dois jovens que até então não se conheciam, pensavam que estavam a salvo na Inglaterra. Entretanto, são convocados pelo governo britânico para uma missão ultrassecreta, se suma importância para o futuro da guerra e que colocaria a vida de ambos em risco. Mesmo assim, eles aceitam, passam por um treinamento, e são enviados para além das linhas inimigas com o único objetivo: resgatar de um convento na Alemanha, uma garota de nove anos que é tida como a peça-chave para a derrota de Hitler.
Otto e Leni são apenas dois adolescentes, nada pode dar errado, pois suas vidas correm grande risco se forem capturados pelos alemães. Eles partem para uma jornada repleta de aventura, perigo e momentos de tensão. Mas algo os inquietam, quem é a menina, e por que ela é tão importante assim?


"-Sabe eu pensei muito nisso, e talvez meus pais não existam"
'-Claro que eles existem'. Leni sorriu. 'Todo mundo tem pais, Angelika (...)'
'-Não necessariamente', respondeu Angelika.
Leni olhou para a menina. 'Eu não entendo. O que você quer dizer?'
'Estou dizendo que você não precisa ter pais. Não se você for um anjo'"

O anjo do Hitler é um livro cheio de adrenalina do início ao fim, repleto de ação e com um toque de aventura que consegue prender o leitor. É impossível não formar em nossas mentes as cenas as quais o livro nos rementem, parece que estamos diante de um filme, em que a qualquer momento seremos surpreendidos. Tamanha habilidade se deve ao fato do autor também ser roteirista de Hollywood, então consegue em algumas cenas, quando pensamos que tudo está acabado para os personagens, fazer o inacreditável.
Otto e Leni são personagens fortes, e cumprem com afinco a missão, mas não são bobos e começam a questionar quem é a menina, que se chamava Angélika. Ao resgatarem-na, e durante a fuga, eles criam um laço, a menina tem somente nove anos, e durante quase cinco ficara trancada naquele convento, sendo que uma vez por ano um homem ia visitá-la. Quem era ele? A preocupação com o que o governo britânico faria com ela, sabendo que essa tinha importância para Alemanha, fez Otto e Leni se questionarem sobre o que seria ao certo fazer, afinal Angélica era apenas uma criança.
O autor, que também sempre fora fascinado pelo tema "Segunda Guerra Mundial", incluiu alguns personagens que realmente foram reais, como Hitler, e alguns outros membros de governo, mas claro que essa é uma obra de ficção.
Todo o livro é recheado de ação, estratégias militares, e uma correria dos personagens para salvarem suas vidas e entregar Angélica em segurança na Suíça, conforme o plano inicial. Isso faz com que o leitor não queira parar a leitura, e consequentemente leia o livro rapidamente. Entretanto ao chegar ao final, senti falta de uma maior explicação sobre alguns fatos. Não sei se haverá livro de continuação, pois algumas pontas realmente ficaram soltas. E se houver, será em minha opinião algo totalmente desnecessário, já que ele poderia ter finalizado muito bem este livro sem ter necessidade de um próximo.
Não é um final de todo surpreendente e quando terminei pensei: acabou? é isso? Faltou um desfecho melhor, toda a narrativa estava indo bem, mas senti falta de mais emoção. O autor construiu muito bem as cenas, mas os adolescentes em alguns momentos pareciam meros soldados, eu queria saber mais sobre o que eles estavam sentindo além de dor física, queria saber mais o que se passava na mente de cada um, os temores, senti falta de algo mais "humano e real" nos personagens.
Acredito que o autor teve uma ideia legal, escreve bem, e poderia ter explorado mais o final da história, dando um final que marcasse o leitor, além de colocar mais sentimentos em seus personagens. É um livro com bom toque de adrenalina, que consegue nos prender com a leitura, mas deixa a desejar em alguns pontos.
No geral gostei do livro, mas confesso que esperava bem mais, e o final a meu ver foi vago, irreal, e fiquei imaginando qual era a real intenção do autor, pois ele misturou uma coisa meio mística, meio sobrenatural, e me deixou bem confusa e sinceramente, achei muito estranho. Mas se você gosta de histórias cheias de aventuras, e sobre a Segunda Guerra, vale a pena ler, e ter também sua própria opinião.

Leia também

17 comentários

  1. Já tinha me interessado pelo livro assim que vi a capa, depois que li a sinopse me interessei mais ainda. Adoro livros que acontecem no período da Segunda Guerra, mesmo que o autor não tenha dado um final surpreendente e que tenha deixado algumas pontas soltas, estou muito ansiosa pra ler esse livro

    ResponderExcluir
  2. Fiquei tão interessado nesse livro que fui ler o primeiro capitulo no site da editora, se não me engano. Confesso que me entediei… Gostei tanto da historia e da resenha, mas na hora de le-lo poucas partes não gostei. O que gosto desse livro é o contexto historico e referencias de guerras. Achei bem legal. Um livro mais ou menos!

    ResponderExcluir
  3. Hum, parece ser bem interessante. Amo o assunto da Segunda Guerra Mundial, então com certeza vou tentar lê-lo. Mas não seria um livro que eu colocaria como prioridade.
    @mmundodetinta
    maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adoro livros sobre a Segunda Guerra, como se eu pudesse ver o que aconteceu por pontos e visões diferentes, mesmo sendo pura ficção. Gostei da sinopse, do livro. Mas infelizmente, já vi que o final deixa as pontas soltas. E isso não me cativou muito não. :x Mas achei a premissa bem interessante, quem sabe um dia eu leia.

    ResponderExcluir
  5. realmente, parece ser um livro bem eletrizante e cheio de emoções, mas não consegui me interessar muito pela história não...
    não gosto deste tipo de livro, ambientado em décadas passadas :S

    ResponderExcluir
  6. Nossa que pena...já estava interessada pelo livro. Esse negócio de segunda guerra sempre me chama a atenção e o fato de ser ecrito por um roteirista de Hollywood só me deixou com mais vontade de ler.
    Mas com um final cheio de pontas soltas eu perdi o tesão. Acho que existe uma pressão sobre os autores...não sei...todos eles agora querem fazer trilogias. Parece até que é obrigatório escrever três livros pra carimbar o seu espaço como um bom autor. Sei la...esse livro não vai pra minha lista do skoob, mas se ele cair nas minhas mãos eu até leio...

    ResponderExcluir
  7. Gente, não consigo ler um livro da II Guerra, sério. Já li livros pós segunda guerra, mas nenhum no momento. Acho que não iria conseguir terminar. E com esse livro não é diferente, principalmente por saber que ficou meio que sem fim e por você ter dado 3 estrelas. Não é um livro que leria de jeito nenhum :/

    ResponderExcluir
  8. OiE!

    Gosto muito de livros como este, que contam a história. Fiquei com muita vontade de ler. Pela sua resenha parece ser muito bom.

    Beijinhos*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Que pena, não faz muito meu gosto... E agora sim que eu desanimei...

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. oi dai, tudo bem?
    Então eu adoro livros que contam sobre a 2 guerra mundial, sou bem aficionada nesse tema desde o ensino médio, acho que ia gostar de ler esse livro, mas tenho medo de ficar frustrada com o final, assim como vc aponta é meio sem graça

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiii Dai, a sinopse do livro nos atrai, sua resenha no começo me deixou super empolgada mas ai o final me deixou com o pé atrás, mas mesmo assim eu fiquei curiosa para ler, pois livro é uma coisa muito pessoal, o que não te agradou de repente pode ser que me agrade, fiquei curiosa para conhecer esses meninos e também a Angélika, será que realmente ela é um anjo? Adoro ler resenhas sinceras que não querem somente agradar editora/autor. Parabéns pela resenha.

    BjOs!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Gosto muito de histórias sobre fatos históricos e já estava bem ansiosa por esse. Não sabia que o autor também era roteirista. Pena que deixa um pouco a desejar no final.

    ResponderExcluir
  13. Também adoro livros de fatos históricos. E este como tu descreveu tem bastante ação e gosto bastante de livros assim. Estava bem interessada mas fiquei com a pulga atras da orelha por causa do final =).
    Mil bjusss

    ResponderExcluir
  14. Achei esse livro até que interessante, mas no momento não deu muita vontade de ler. Apesar de gostar muito dessa coisa histórica não senti que vale muito a pena...sei lá.

    ResponderExcluir
  15. Eu tinha ficado bem intrigada com o titulo,mas definitivamente eu não gosto do genero... guerra, batalhas, morte, estrategias... sem romance? é, não é para mim, ainda mais com esse final que vc falou! Não me prendeu!

    ResponderExcluir
  16. O que mais me chamou a atenção foi o título, desde que o vi fiquei imaginando o exatamente o livro traz.
    Lendo a resenha deu pra sanar um pouco a minha curiosidade e eu gosto de livros com a temática, acho que eu me arriscaria a ler.

    ResponderExcluir
  17. Acho que o título chama mais atenção do que tudo. Não sei se gostaria do livro, acho que seria uma leitura arrastada, não me arriscaria a ler por enquanto

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011