Resenha: Através do universo

by - quarta-feira, novembro 13, 2013


Olá pessoal!

Vamos de resenha nova que a Ieda preparou pra gente \o/

Autora: Beth Revis
Editora: Novo Século
Páginas: 408
Ano: 2012

Oi gente, e ai??
Bom, ultimamente eu realmente tenho lido alguns livros muito bons e fico surpresa com a capacidade de sempre ficar mais surpresa ainda com a quantidade de criatividade que alguns escritores até então desconhecidos possuem.
Esse foi o caso em Através do Universo, de Beth Revis. Faltam-me palavras pra descrever como a história é incrível, por isso eu garanto a vocês que esta mera resenha não irá fazer jus a obra de Revis.
Então, o livro narra a estória de Amy, uma garota de 17 anos que em um futuro não muito distante passa pela criogenia junto a seus pais para poder embarcar em uma espaçonave, a Godspeed que viajará por cerca de 300 anos até outro planeta que deverá ser colonizado. Mas Amy é acordada 50 anos antes disso e sem poder voltar ao seu estado congelado se depara com todo um mundo diferente criado dentro da espaçonave.
Lá ela conhece Elder, o futuro comandante mais jovem da espaçonave, e juntos eles trabalham para descobrir por que ela e tantos outros estão sendo acordados e deixados para morrer, além de tentarem desvendar os segredos que cercam Godspeed.



"E eu pensei: Pelo menos vou dormir. Eu vou esquecer, por trezentos e um anos, de todo o resto.

E então pensei: Isso será bom.

E depois woosh! O congelamento rápido preencheu a minúscula câmara.

Eu estava no gelo.

Eu era gelo.

Eu sou gelo.”


Pra começar, temos que entender que a Godspeed foi feita para ser o lar de várias gerações, ou seja, ela é enooorme, com níveis e setores, toda uma tecnologia bem avançada e uma sociedade diferente e que não foram todas as pessoas da Terra que puderam ir à espaçonave, somente as consideradas essenciais para a vida no outro planeta, ou com pais essenciais como a Amy. Então quando Amy acorda ela tem que lidar com toda essa sociedade formada com preceitos diferentes do que ela aprendeu, como outro universo mesmo. Mas para que as coisas fiquem menos confusas, o livro é narrado além de Amy por Elder também, que de certa forma tem a mente moldada para aquela sociedade, então podemos entender os dois lados.
Eu demorei um pouco até engajar na leitura porque embora os diálogos dos personagens sejam simples, a escrita em si de Revis exigiu uma atenção especial, porque é todo um novo mundo com novas regras e mais desenvolvido em algumas coisas, eu tive que reler algumas passagens pra poder forma a imagem correta do que a autora queria mostrar, mas depois fica fácil de acompanhar. Até porque tudo é tão bem descrito, não há pontas soltas, são dados os motivos e tudo isso de uma forma que faz a gente ansiar por cada pedacinho de detalhe oferecido, na parte em que Amy passa pela criogenia, por exemplo, é muito bem feita e realista, nós sentimos tudo e agora eu acho que sei o quão horrível deve ser (me cremem, por favor!).
O livro em si não envolve muita ação ou romance, o foco principal é o modo como todo esse mundo funciona, as leis que a regem e os segredos, que não param, houve momentos que eu não aguentava mais, são segredos por cima de segredos e alguns eu poderia até adivinhar mas parecia que a verdade nunca seria dita, foi bem frustrante mas eu adorei.
Uma das coisas que eu mais achei interessante foi a maneira de Revis mostra como duas circunstância podem te levar a loucura; a solidão e o confinamento. São medos comuns que não atrapalham muito nossas vidas, mas no livro os personagens são levados ao limite disso e suas reações são extremas, eu posso dizer que quando terminei o livro estava me sentindo meio louca. 
Bom, Amy é uma ótima protagonista, ela é corajosa, teimosa e tem toda aquela força de vontade que causa mudanças, mas principalmente ela tem um extinto de liberdade quase selvagem, isso faz com que ela não tenha medo de arriscar, houve esses momentos em que ela corria pela nave tentado encontrar um jeito de ser livre que até eu me senti correndo com ela, além disso, a claustrofobia me pegava de jeito às vezes, tudo acontece dentro de uma nave, nada é natural! Por sorte nos conseguimos esquecer um pouco essa sensação com tantas coisas que acontecem.
Também temos o Elder, ele é um garoto bonito, esperto, corajoso e tudo o mais porém a princípio ele me irritou um pouco, eu o achei mimado, um tanto alienado e ele meio que se apaixona por Amy assim que ele a vê, quando a coitada ainda está congelada, o que é muito rápido, intenso e bem platônico, mas com o passar da história ele amadurece muito e no fim posso finalmente ver um comandante para toda a Godspeed e um homem para Amy.
Eu realmente amei dois personagens secundários, Harley, que é melhor amigo de Elder e se torna um amigão para Amy e Eldest, o comandante atual da nave, o primeiro me impressionou por toda a sua sensibilidade e agressividade, ele tem tantos pensamentos incríveis e lindos e ele é meio doido, mas acho que é isso o que o torna especial, sem falar que ele é tão profundo que tocou a minha alma, ele me fez chorar. O segundo é o vilão, Eldest que basicamente é um ditador psicopata, mas a questão é que ele não faz nada por mérito próprio ou poder, tudo o que ele faz são para as pessoas que tentam sobreviver e teve momentos em que eu não soube se o odiava por suas ações, afinal o que realmente manteve Godseep viajando por todo esse tempo foi a falsa esperança dada por Eldest. Eu gosto de personagens assim, que mostram que nem tudo é preto ou branco, há o enorme cinza indefinido e duvidoso.
O final foi muito satisfatório, muitas verdades forma reveladas e tudo acabou de forma bem promissora, Através do Universo é uma trilogia, onde o segundo livro, Um milhão de Sóis eu já comecei a ler, o que me fez perceber que o único problema do final foi não ter nenhum bom gancho para o segundo livro, o que foi muito estupido porque pelo o que eu tenho lido de Um milhão de Sóis...está muito melhor que o primeiro, mas isso é para outra resenha!!!
Então eu estou recomendando avidamente que vocês leiam, é o tipo de leitura que muda a sua mente e faz você ser perder em uma espaçonave há anos-luz de distância e isso abre a sua visão para situações nunca imaginadas antes, exigindo muito esforço para visualizar todo o cenário futurístico e complexo, eu senti meu cérebro esticado e exercitado quando terminei de ler e eu agradeço a Revis por isto.



Leia também

15 comentários

  1. Eu nem sei o que falar desse livro além de que o amo!!
    Adoro essa série e fico coçando quando escuto notícias dela!
    Estava tentando ler o terceiro em inglês, mas tá complicado conseguir. hehe Acho que vou esperar até ano que vem.
    Enfim, adoro a escrita da autora! Ela é envolvente até nas besteiras. Abri esse livro e só o fechei quando acabei de ler inteiro. Foi uma das leituras mais rápidas que já fiz.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adoreei a resenhaa e a história me chamou muito a atençãao!! Já vai pra minha listaa de leitura para 2014 *-* Ótima resenha!!

    ResponderExcluir
  3. Q-u-e c-a-p-a l-i-n-d-a! Dá gosto ter um livro tão bonito na estante, não? Além da capa, me impressionei com o enredo. A história é bem diferente e muito me atraiu o fato de não ter um romance como foco. Não consigo me imaginar na situação da protagonista, eu surtaria, certamente.

    http://umadosemaisforte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Iêda :)

    Eu quero muito ler esse livro pois apesar de algumas críticas sobre ele serem negativas tenho certeza de que irá me agradar. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Iêda. é, cada vez vem surgindo mais livros, e uns melhores que os outros... os autores precisam ser criativos para conquistar seu público né... :D
    o livro parece ser bom, ams não faz muito o meu estilo... não sei se irei lê-lo =/

    ResponderExcluir
  6. achei a história muito futurista, cheia de elementos que ficam na mente da gente e como a Rayme disse a criatividade tem que ser o forte hoje em dia, pois ta tudo tão sempre igual que perde a graça!

    ResponderExcluir
  7. Oi Leda me chamou muita atenção esse livro através da sua resenha, até o momento não li nenhum livro a respeito e seria uma boa oportunidade de conhecer a escrita dessa autora!
    bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  8. Ainda não conhecia o livro, mas já me interessei, mesmo não sendo do meu gênero preferido.
    Para merecer cinco estrelas não deve ter deixado a desejar e eu gosto de livros que surpreendem.
    Pela capa ou pela sinopse eu não dou nada do livro, mas geralmente não esses que impressionam. Quando eu tiver a oportunidade de ler, espero me surpreender assim como você.

    ResponderExcluir
  9. Já tinha visto esse livro antes, mas essa é a primeira resenha que leio sobre ele. Eu gosto dessas histórias futurísticas. O legal nesse é que não só a trama é interessante, mas as personagens, tanto os protagonistas, como as secundárias são muito bem desenvolvidas. Espero ter a oportunidade de ler muito em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Eu já tinha lido a premissa desse livro há um tempo atrás, me chamou um pouco a atenção. Mas não como a resenha o fez! Que enredo/trama é esse? Fiquei aqui fissurada só pelo que você falou, o livro deve realmente ser ótimo. Acho que no primeiro livro não teve muito romance por que era a iniciação de tudo né? Espero ter oportunidade de ler esse livro logo! Apesar de ser uma trilogia (o que to meio me esquivando de livros com continuações), esse parece valer a pena.

    ResponderExcluir
  11. A capa é linda ..adoro capas com sombras e futuristicas ...esse livro seria uma DISTOPIA?
    Imagina dormir por 300 anos e acordar com tudo diferente ...e ainda por cima presa numa nave..acho que eu não iria gostar... Quero ler este livro ..já está na minha lista de 2014...

    ResponderExcluir
  12. Iêda desde que lançou esse livro fiquei muito curiosa pela história e personagens..li poucas resenhas dele então nem sei o que esperar do livro..não tive a oportunidade de comprar AINDA o livro..mais quero ler assim que possível

    ResponderExcluir
  13. Que capa linda, não conhecia essa distopia, ainda adoro historias que se passam no espaço, fiquei muito curiosa para saber o que acontece nesse livro.

    ResponderExcluir
  14. Eu tô numa vibe de distopias, logo, darei uma chance para este livro, mas ao contrário da maioria dos comentários, eu não gostei dessa capa;
    =(
    Espero que a história me conquiste tanto quanto conquistou você. Quem sabe já não entra na minha listinha do Natal...

    ResponderExcluir
  15. Uallllllllll amo o gênero e realmente é só decepções literárias ultimamente...
    Estou precisando de um livro que volte a mostrar o quanto o gênero é bom e um dos meus favoritos. Acho que este pode ser o livro \o/

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011