Resenha: Quando você voltar

by - domingo, novembro 10, 2013

Olá galera!

Resenha nova no ar \o/. Dessa vez de "Quando você voltar" de Kristin Hannah

Autora: Kristin Hannah
Páginas: 352
Ano: 2013
Editora: Arqueiro

Sinopse: Como tantos casais, Michael e Jolene não resistiram às pressões do dia a dia e agora estão vendo seu relacionamento de doze anos desmoronar. Alheio à vida familiar, Michael está sempre mergulhado no trabalho, não dá atenção às duas filhas e não faz a mínima questão de apoiar a carreira militar da esposa. Então Jolene é convocada para a guerra.
Ela sabe que tem um dever a cumprir e, mesmo angustiada por se afastar de casa, deixa para o marido a missão de cuidar das meninas e segue para o Iraque. Essa experiência mudará para sempre a vida de toda a família, de uma forma que ninguém poderia prever.
No front, Jolene depara com a dura realidade e precisa, mais do que nunca, recorrer à sua força e inteligência para se tornar uma heroína em meio ao caos. Em suas mensagens para casa, ela retrata um mundo cor-de-rosa, minimizando os horrores que vivencia com o objetivo de proteger todos do sofrimento.
Mas toda guerra tem um preço, e ela acaba se vendo protagonista de uma tragédia. Agora Michael precisa encarar seus medos mais profundos e travar uma batalha em nome da família.


“- Que lição eu daria se fugisse de um compromisso que assumi? Se eu fosse covarde ou desonrada? Quando se faz uma promessa na vida, se cumpre, mesmo que ela nos assuste, machuque ou entristeça.”
 

Quando pego um livro da Kristin Hannah para ler, já vou um pouco preparada, pois sei que suas páginas de alguma forma irão me emocionar. Esse não podia ser diferente, e mais uma vez adentrei a uma obra tão bela, escrito por uma autora tão habilidosa com as palavras.
Jolene, que personagem forte. Aliás, tenho percebido que é característico da autora trazer personagens femininas com essa característica, que enfrentam problemas reais por quais muitos de nós podem estar vivendo. Suas personagens não são de abaixar a cabeça, são mulheres reais que lutam constantemente e com Jolene não foi diferente, uma mulher que ama sua família e é chamada para guerra no Iraque, mas antes disso ela e seu marido estavam enfrentando uma fase difícil no casamento, uma verdadeira crise.
Deixar tudo, carregar uma saudade enorme no coração, deixar as filhas preocupadas para trás e uma situação indefinida com o marido. Ir para essa batalha e ainda tentar amenizar o sofrimento da família, dizer sempre que tudo está bem, quando as coisas não são bem assim. Meu Deus será que eu ou você aguentaríamos passar por isso?
Ir para uma guerra, e o pior, sem ter certeza se um dia irá voltar, afinal guerra é guerra. Ali as pessoas tem que dar a vida por seu país, e  como ficam os familiares? A pessoa tem que passar por tantas coisas, viver situações extremas, ver o que muitas vezes os olhos não querem ver, realmente não é fácil.  E quando voltam da guerra, claro que ficam marcas, sejam elas físicas ou psicológicas, mas ficam. Quando leio livros assim realmente tendo a me emocionar ainda mais, pois nessas situações como a guerra, seres humanos são levados ao extremo, e se não é fácil para você ler e pensar no assunto, imagina para aqueles que estão realmente vivendo aquilo ou quem tem familiares servindo ao exército nessa situação.
Emocionante é pouco para este livro, Hannah me fez mergulhar na vida de uma família, de mulheres realmente guerreiras. O jeito como autora compõem suas histórias, uma narrativa sem pressa, muito bem elaborada, com cuidado, com frases lindas e momentos únicos, um jeito suave de uma contadora de histórias, mostram o porquê de seus livros serem tão bons. Seus personagens são reais, o que nos toca ainda mais, não há como julgar nenhum deles, pois afinal são humanos e como tal, cometem erros, tem falhas, pois ninguém é perfeito.
Uma dica que dou aos que querem começar a ler algum livro dessa autora é esperar o momento certo. Seus livros são fortes, emocionantes, não acho a narrativa pesada, porém para alguns ela não flui tanto, justamente por isso eu sempre espero o momento certo para ler suas obras.
Quando quero uma história que beire ao real, que me emocione, que eu sei que mergulharei na vida de seus personagens e num grande fluxo de emoções, cenas e problemas familiares que me farão refletir, ai sim escolho ler algum livro da Hannah. Não é um livro para se ler apressadamente, e sim ler com calma, saboreando uma linda história que está sendo ‘contada’, e um aviso, deixe um lencinho por perto, pois você vai precisar.
A capa está linda, assim como toda a edição. Emoção, o valor da família, do perdão, os extremos pelos quais temos que passar, há tantas coisas e sentimentos passados nesse livro. “Quando você voltar” é um livro com uma escrita sensível que fará você refletir sobre si próprio, sua família, amigos, terá fará chorar, se revoltar em alguns momentos, refletir e tirar lições para toda sua vida, além claro, de te surpreender. Leitura obrigatória para os amantes de um bom romance.


Leia também

13 comentários

  1. Livros com a temática guerra sempre prometem ser emocionantes mesmo, não?
    Adorei a premissa do livro e a capa é lindíssima!
    Beijos
    Mell Ferraz
    http://www.literature-se.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho um livro da autora, Jardim de Inverno, que ainda não tive oportunidade de ler... mas agora lendo a resenha, vou aguardar o momento propício pra leitura... já li que esse também é bem emocionante. Amo livros que me façam chorar! rs Sobre esse, eu adoro livros que citem a guerra (acho que com o fato de minha pessoa gostar de chorar com livros dá nisso), a gente sempre vai tirar alguma lição dali. Isso que é incrível nessas leituras. Assim que tiver oportunidade farei questão de adquirir esse livro também! ^^

    ResponderExcluir
  3. já li várias sinopses deste livro, e várias vezes já me tentei à comprá-lo, mas ainda não fiz isso
    me arrependo, pois parece ser uma história ótima, e realmente emocionante!
    a autora tem mais livros lançados? não conheço nenhum outro livro dela :P
    a história parece ser ótima mesmo... difícil não ficar curiosa para ler, ainda mais eu que adoro livros emocionantes assim hahaha

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada da autora, o máximo que li foi uma resenha sobre o livro "Jardim de Inverno". Gosto de livros que retratam fatos históricos, porque sempre têm como personagens principais pessoas extremamente humanas, que nos fazem refletir sobre determinados fatos da vida, Aprecio livros reflexivos, que além da história em si, são rico em conteúdo. Ao ler a sinopse e resenha, é perceptível a boa escolha do título, a capa também é muito bonita.

    ResponderExcluir
  6. eu comprei o livro, mas ainda não li, não me sinto preparada para as fortes emoções que com certeza virão como vc aponta.
    alias tenho os três dela e ainda não li nenhum, mas nas férias lerei e depois da sua resenha ja sei por qual começar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Confesso que não sou muito fã desse tipo de história. Sempre leio resenhas falando o quão emocionantes são os livros dessa autora. Realmente, acho que devemos ter a noção do momento em que pegamos livros como esses pra ler, pois se for em um momento em que não estamos bem, a coisa pode piorar drasticamente. A única coisa que sei é que não estou em um momento pra ler algo dela.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  8. Livros que envolvam tema de relacionamento familiar nunca me chamam muita atenção, mas pela resenha, parece ser um livro bem emocionante, para quem gosta da temática, pelo menos. Achei a capa super linda e bem feita.

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não tinha ouvido falar desse livro, adoro livros com personagens fortes, com certeza vou ter que estar preparada psicologicamente pra chorar lendo ele.

    ResponderExcluir
  10. Não sou fã de romances, mas sou de dramas. Pelo que vi na sinopse e na resenha, é um livro que aborda questões bastante interessantes, como mulheres no serviço militar, largando a família e o marido para lutar na guerra, sem saber se vai voltar ou não.
    Achei a capa linda e a premissa fascinante. Lerei assim que tiver oportunidade.

    ResponderExcluir
  11. Não gosto de livros de guerras..mas envolvendo o amor, família..parece que dá uma amenizada ..mas parece forte , precisa estar preparada psicologicamente ..em um momento bom

    ResponderExcluir
  12. Eu ainda não li nada dessa autora, mas todos os livros dela sempre recebem 5 estrelas! Como sou parceira dessa editora, acho que na próxima remessa irei solicitar este livro. Parece ser bem emocionante...e eu adoro livros que tenham como pano de fundo algum conflito social, como uma guerra. Vou dar uma chance. Obrigada pela dica!
    =)

    ResponderExcluir
  13. Um livro bem emotivo e a cara da ARqueiro KKKKKKK
    Enfim, já estava de olho quando lançou e essas coisas envolvendo família e tudo mais me agradam, serve para refletir e tem mensagens lindas.

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011