Resenha: Wayne de Gotham

by - quarta-feira, dezembro 11, 2013

Olá galera!

Resenha nova no ar \o/ dessa vez de "Wayne de Gotham", lançado pela nossa parceira Editora Fantasy.

Autor: Tracy Hickman
Páginas: 270
Ano: 2013
Editora: Fantasy

Sinopse: Por trás de toda máscara existe um homem de verdade. Ainda criança, Bruce Wayne testemunha o assassinato dos pais – e o mistério sobre o motivo o impulsiona a fazer uma busca pelo seu passado. É quando descobre um diário secreto de seu pai Thomas, um médico rebelde que parece finalmente revelar o seu lado obscuro. Sua identidade é seriamente abalada quando um convidado levanta, inesperadamente, questões sobre o evento que acabou com a vida de sua amada mãe e seu admirável pai – caso que provocou para sempre sua vontade insaciável de proteção e vingança. Para descobrir a história real da família, Batman precisa confrontar o antigo inimigo, como o perverso Coringa, seu próprio mordomo Alfred, além do passado que assombra o Asilo Arkham, para assumir o novo fardo de um legado sombrio. Muito mais próximo dos filmes de Burton e Christopher Nolan e das HQs de Frank Miller do que dos seriados de TV dos anos 1960. Um olhar imaginativo sobre o lado humano do icônico super-herói criado por Bob Kane. TRACY R. HICKMAN é um autor mais conhecido por seu trabalho com Margaret Weis em "Dragonlance". Também escreveu a trilogia Darksword, o Death Gate Cycle, e a trilogia Sovereign Stone e atuou como designer de RPG's para a TSR, Inc. 


"Gotham era uma noite que não tinha fim. Gotham era uma chuva que nunca limpava, nunca sarava. Gotham era sujeira, decadência e apodrecimento crescentes, uma doença para a qual apenas ele era a cura; apenas ele estava entre o grande abismo e a justiça para aqueles que chamavam as trevas de lar.
As trevas são Gotham. Trevas são meu mundo."

Batman, o cavaleiro das trevas, com certeza você já assistiu a algum dos filmes, desenhos, quadrinhos, eu pessoalmente prefiro os quadrinhos deste, não sou tão apegada aos filmes e foi com grande curiosidade e ansiedade que recebi esse exemplar em mãos, e de certa forma já sabia que ele me surpreenderia. E estava certa.
A começar pelo prólogo forte, e com um toque emocional de grande profundidade, percebi que Wayne de Gotham mesclaria diversos itens, desde as questões internas de Batman até os problemas familiares, todos interligados por um drama que permeia todo o livro e se desenvolve num suspense muito envolvente. A narrativa é permeada entre o passado e o presente, e é incrível como esses dois tempos se equilibram perfeitamente em um enredo de tirar o fôlego.
As investigações de Bruce Wayne leva a conhecer mais seu pai, Thomas Wyne, um brilhante médico, mas que escondeu algo muito importante que pode ter deixado algumas coisas encobertas às quais podem vir à tona no presente do seu filho. Conhecer mais sobre Thomas, e seus anseios quando jovem nos aproxima também de Bruce. Thomas vivia sob a sombra de seu pai, Patrick, e algumas de suas decisões, como se formar em medicina, mostrava uma tentativa do mesmo de se rebelar contra a influencia do pai dominador e rude.
Thomas logo após sair da faculdade com ajuda de outro médico financiou e ajudou no desenvolvimento de um vírus que poderia alterar o DNA humano, e fazer com que aqueles que fossem infectados tivessem um senso de justiça apuradíssimo. Se ele fosse injetado em criminosos ou pessoas da máfia, por exemplo, esses teriam suas lembranças ruins apagadas ou substituídas tornando-se melhores e se preocupariam em fazer justiça, respectivamente esperava-se que assim Gotham ou qualquer outro lugar poderiam se transformar em lugares muito melhores, sem guerras ou criminalidade, literalmente uma bela utopia que estava prestes a não ser mais tão impossível assim.
Enquanto nos aprofundamos no passado de Thomas, vamos entendendo o presente de Bruce e as desconfianças que o rodeia, alguém o estaria traindo? Querendo que essas coisas sobre sua família não fossem descobertas? Há um mistério que ronda a história, uma armadilha, como um quebra-cabeça a ser montado em que o passado é fundamental para o presente, entretanto pode comprometer e muito o futuro do Cavaleiro das Trevas, trazendo tantos inimigos antigos quanto novos, de onde menos se podia esperar.
A meu ver o livro todo foi muito bem costurado, essa mescla de tempos e gerações deu um toque mais original à obra e também uma densidade a historia de Batman, fazendo com que entendamos os fundamentos da proposta que o autor apresenta e nos possibilitando uma proximidade maior com o personagem como se pudéssemos desvenda-lo mais.
Com uma escrita bem detalhada adentramos no mundo desse herói, desde a roupa até as armas, os quais o autor sempre descreve bem, montamos as imagens em nossa mente e quando percebemos estamos dentro de aventura com muita ação e também surpresas. Todos os detalhes e o fato das cenas de Thomas serem da década 50 transmitem ao leitor uma certa nostalgia, principalmente para aqueles que acompanham essas histórias desde pequenos. Mesmo sendo um gênero diferente, eu fui capaz de sentir a mesma emoção que os quadrinhos me transmitem, aquela sensação de adrenalina com as cenas de ação, de correr os olhos pelas páginas com o coração acelerado e de desfrutar de uma aventura única.
Hickman tem notável talento para literatura, desde a percepção narrativa a escrita bem organizada. Ele conseguiu juntar diversos itens e dar uma coerência a estes dentro de um suspense no mínimo intrigante. O desfecho foi magistral, e me deixou com vontade de começar todo o livro novamente para reviver todas as emoções e chegar naquele final que foi com chave de ouro. Também não posso deixar de mencionar a bela diagramação que a Editora Fantasy preparou, o livro está realmente lindo.
Wayne de Gotham é uma leitura indispensável aos fãs do Batman e histórias em quadrinhos, aqui não vemos somente a face do herói, mas também o homem que está por trás da máscara. É uma jornada de descoberta, grandes revelações e uma aventura em busca da verdade.


Leia também

12 comentários

  1. admito que não assisti nenhum dos filmes, e a história do livro não é do tipo que iria me prender muito não...
    comprei o box dos filmes para dar ao meu namorado de natal... quem sabe se eu gostar do filme eu dê uma chance ao livro então.. mas não sei!
    dentro do livro tem detalhes ou não?

    ResponderExcluir
  2. Com certeza eu vou ler esse livro, sempre fui fã do batman! E cá entre nós, seria perfeito se existisse mesmo algo que aumentasse o senso de justiça das pessoas. Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu preciso ler esse livro! Não tinha ouvido falar dele desde então, mas gostei muito da sinopse e da resenha e, o melhor, é sobre o Batman *-* Apaixonada pelos filmes igual eu sou, com certeza irei ler esse livro :)

    ResponderExcluir
  4. é legal ver a ênfase que os herois dos quadrinhos estão ganhando!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Se não me engano foi ano passado que assisti o filme do Batman e até que gostei, não esperava isso! Mas não conhecia esse livro até o top de dezembro... E agora, lendo a resenha me pareceu ser bem legal, quem sabe não será um dos próximos a ser lido?
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Assisti os filmes e até gosto , mas agora olhando de perto ( na medida do possível rs) não sei se vou gostar muito não rs.
    Acho que pela primeira vez vou preferir o filme , mas fiquei meio intrigada em conhecer a história .
    Resumindo : não é um dos meus mais desejados , mas porquê não uma espiadinha ?

    ResponderExcluir
  7. Pois é, não me enganei. A primeira coisa que me veio à cabeça quando vi esse livro foi: BATMAN. Sinceramente, nunca fui á fundo em relação a história do nosso incrível herói, apesar de sempre assistir aos filmes e desenhos. Me surpreendi com a sinopse e a resenha, e por fim, tenho de dizer que ENTROU PRA MINHA LISTA DE LEITURA!

    ResponderExcluir
  8. Geente, sabe aquela coisa de simplesmente adorar um personagem, mas não saber a fundo tudo sobre ele? Sou assim com o Batman. Gosto dos filmes, tenho camiseta, botton, e ele é meu super-herói favorito. E de repente me senti obrigada a ler esse livro, e ver se consigo as HQ's também.
    Tua resenha me deixou mortinha de curiosidade õ/
    Nunca li nada da Fantasy, acho que esse livro é uma boa pedida para começar õ/

    Beijoca ;**
    @pirulitolimao | http://agarotadalivrariia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nunca fui fã de histórias de super-herois mas assim que eu vi essa capa outro dia eu pensei "bem, porque não?" (aliás eu não conhecia a editora, conheci aqui no seu blog :) )
    Agora que eu tive tempo para ler a sua resenha, eu que sou meia perdida nesse mundo de heriois, percebi que me daria bem com o livro por que, como você disse, ele é rico em detalhes e o autor tem uma escrita organizada.Tá aí, vou colocá-lo na minha listinha!

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia este livro , não é meu gênero

    ResponderExcluir
  11. Gosto de tudo relacionado aos super-heróis, mas confesso que Batman não é um dos meus preferidos. Acho que deve ser pela personalidade misteriosa e muito séria que ele tem. Mas, mesmo assim, sempre assisti os desenhos e os filmes dele. Achei legal a abordagem que o autor faz nesse livro. Essa mistura de gerações também me encanta. Se tiver oportunidade, lerei, sim!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011