Resenha: Os noventa dias de Geneviève

by - sábado, janeiro 04, 2014

Autora: Lucinda Carrington
Páginas: 288
Ano: 2013
Editora: Planeta
Atenção! Livro com conteúdo adulto (+18)

Sinopse: Sinclair é um empresário arrogante, que sempre consegue o que deseja. Geneviève é uma executiva disposta a tudo para trazer a conta dele para sua agência de publicidade. Por isso, ela se arriscará a assinar um contrato de noventa dias para ser escrava sexual dele e, como prêmio ao fim do período, torná-lo seu cliente mais importante. Entre ambos se estabelecerá um jogo de poder, em que cada um tentará atingir seus objetivos e provar ao outro que detém o domínio da situação. 
Mas que tipo de demandas Sinclair irá impor a Geneviève? Será o contrato uma armação ou Sinclair estará realmente disposto a testar os limites dela antes de entregar-lhe a conta de sua empresa? 

Os noventa dias de Geneviève, escrito por Lucinda Carrington é um livro veio para chocar, totalmente inserido dentro do seu gênero. Aqui conhecemos Geneviève, uma mulher de negócios que precisa fechar um acordo com James Sinclair, um famoso e poderoso empresário. Se esse negócio fosse fechado, ele se tornaria seu principal cliente, e assim a agência de publicidade em que trabalha subiria para um novo patamar e sua carreira decolaria. James é um homem que emana poder e sensualidade, e quando ele pede para que Geneviève saia de trás de sua mesa e tire suas roupas a sua frente, ela fica assustada.

É perceptível que ele a atrai, mas então eles fecham um acordo. Ela lhe daria o que ele quisesse, aproveitaria uma aventura sexual por noventa dias, fazendo todos os seus prazeres, entretanto ao término desses dias ele teria que assinar o contrato com sua agência. E assim se seguem esses dias, em que Gene se descobre e explora mais sua sexualidade. Mas até que ponto ela chegaria para ter esse contrato? E será que é realmente só pelo contrato que ela aceitou essa oferta? E como Sinclair conseguia a conhecer melhor que ela mesma?

Os noventa dias de Geneviève é um hot mais forte, suas páginas são de puro sexo, com cenas escritas cuidadosamente de forma a passar ao leitor imagens eróticas vívidas. Os personagens, cada um com sua personalidade, aos poucos são explorados pela autora, entretanto percebemos que o foco recai muito mais sobre Gene. Ao aceitar aquele acordo sua vida vira de cabeça para baixo, e ela tenta mostrar que isso é somente um negócio, tenta não se apegar a Sinclair, reprimindo que estava se apaixonando, pois se confessasse seus verdadeiros sentimentos ou se entregasse a ele seu coração, poderia sair ferida.

"O certo é que agora se sentia muito à vontade com James Sinclair e achava que essas aventuras sexuais com ele arrumava não seriam tão excitantes se fosse com outro homem qualquer. Tinha tido sorte. Seu pacto de negócios havia se convertido em uma prazerosa aventura.
Mas... Será que isso duraria mais do que os noventa dias?"

Não há muito espaço para emoção nessa obra, Gene explora sua sexualidade com ajuda de Sinclair, ele deu um empurrão para aquilo que já tinha visto em seu potencial. As experiências por qual a personagem passa variam, desde a voyerismo, exibicionismo, bondage, etc, entretanto tudo com seu consentimento. Esse livro é puramente sexual, não há enrolações, são adultos que desfrutam do prazer, da luxúria, então para quem não gosta daqueles que escorrem aquele amor ‘meloso’ por suas páginas, esse é o livro certo. Carrington compôs uma história ousada, sexy e com um toque de elegância, mostrando uma mulher que se descobre e aproveita do melhor que o sexo tem a oferecer.

Os pontos que cito como negativo, talvez seja a falta de mais diálogo entre os protagonistas, eu gostaria de 'ouvi-los' mais, entretanto isso pode ser uma tática da autora para o desfecho que me deixou bem surpresa. Achei que Sinclair foi pouco aprofundado, não deixa de ser um personagem bem construído, entretanto eu queria mais dele, queria entender o que se passava em sua mente, seu coração, embora ao final a autora nos revele. Mas ainda sim senti falta.

Esse é um livro que para leitores que tem mente aberta, Geneviève cresce junto com suas experiências, aprende a se valorizar, se explorar, a se aceitar e ver aquilo que não enxergava em si mesma. Diversas cenas de sexo são fortes, entretanto faz parte do gênero, e um detalhe ainda mais importante: tudo foi consensual, ela aceitou o que Sinclair a submetia, não somente pelo contrato, pois ela poderia dizer não a qualquer momento, mas porque queria e saberia que lhe daria prazer.

Recomendo esse livro principalmente para fãs de erótico. Os noventa dias de Geneviève traz aquilo que propõem: cenas de sexo muito bem trabalhadas com personagens fortes em uma trama que interliga erotismo e sensualidade intrínsecos a enredo desafiador. Carrington se mostra uma autora autentica, narrando de uma forma perspicaz e ousada, mergulhando para além da borda do 'singular' do gênero ao qual se propôs narrar.

Leia também

10 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. os hots nunca estiveram tão no auge... mas não sei se leria esse
    apesar de curtir o hot gosto da história além do sexo
    saber que Gene praticamente se vendeu pelo contrato me da´ um pouco de repulsa... apesar de ser uma relação consensual não me parece verdadeira o suficiente pra me prender a leitura
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. estou gostando dessa onda de livros hot, mas acho que este ai não iria me interessar muito não
    parece ser muito sexo e pouca história =/

    ResponderExcluir
  4. Adoro livros "hots"... nunca tinha lido nada sobre esse...
    Não curti, acho que falta estória, conteúdo... não gostei do motivo do contrato...
    dinheiro + sexo = não gostei!!

    ResponderExcluir
  5. Não é o tipo de livro que eu leria, para ser sincera. Para começar, que raio de nome é Geneviève?!? Além do mais, livros HOT nunca me interessaram, acho que não me sinto bem lendo esses livros.... mas valeu a dica :)

    ResponderExcluir
  6. Ai não curti nada e lendo eu ficaria ainda mais revoltada com esta história. Gente, que raio de mulher é essa? Que raio de história é essa? Não, muito obrigada, passo este livro. D:

    ResponderExcluir
  7. Realmente este livro veio para chocar e confesso que eu não leria, pois achei bem pesado pelo o que você descreveu. Mas é uma ótima dica para quem gosta de um HOT mais que HOT!!
    Beiju=)

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho mente aberta e sou fã de erótico, então acho que é pra mim. \o/ Sempre tive vontade de ler esse livro, mas tenho tantos na fila que ele acabou passando. Eu sinceramente tenho um pouco medo desse livro, sempre que vejo uma resenha dele, tenho medo dele me decepcionar. Não por ser ruim, longe disso. Mas eu gosto de romance sabe? tenho medo de não sentir a química entre os personagens. Só que com certeza eu vou ler em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Dai!
    Curto esse gênero, mas gosto de uma dose de romance para ficar mais tranquilo de ser lido.
    Beijos e até mais,
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Caramba, precisa mesmo de tudo isso para conseguir a conta desejada? Não conheço o trabalho da autora, mas vou querer ler este livro.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011