Resenha: Eu te vejo

by - sexta-feira, março 21, 2014

Autora: Irene Cao
Páginas: 207
Ano: 2014
Editora: Suma de Letras
Atenção! Conteúdo adulto (+18). Post neutro para o top.

Apesar de apaixonada pela arte e pelas cores de Veneza, cidade onde vive, a jovem restauradora Elena Volpe tem seu coração como uma tela em branco, pois nunca viveu uma grande paixão. Com 29 anos, a protagonista de Eu te vejo tem a sua vida transformada com a chegada de Leonardo Ferrante, um famoso chef de cozinha e o mais novo inquilino do palácio onde trabalha na restauração de um afresco. O encontro com Leonardo abala suas certezas, abrindo as portas de um paraíso inexplorado. O chef sabe que o prazer é uma conquista para todos os sentidos – tem uma forma, um odor, um sabor – e guiará Elena até os limites mais doces e extremos do sexo, mas sob uma condição: nunca deverá se apaixonar por ele. A jovem aceita a proposta e deixa-se seduzir por este homem de passado misterioso, que parece fugir de seu desejo de prendê-lo a ela para sempre. Em Eu te vejo, Irene Cao revela uma trama de escrita suave, como o pincelar cuidadoso de uma restauração, e saborosa, como a gastronomia italiana. Tendo como cenário a exuberante cidade de Veneza, o primeiro volume da primeira trilogia erótica italiana traz todos os sentidos envolvidos na paixão entre Elena, uma mulher que não conhece o amor, e Leonardo, um homem que só conheceu o lado mais obscuro desse sentimento.

Eu te vejo de Irene Cao, é um livro que envolve desde a sua sinopse. Chamativa, convidativa com a promessa de uma história inesquecível, que aguça as ‘papilas’ dos leitores ávidos do gênero. Logo quando o tive em mãos, não pude esperar e comecei a ler.  Assim conheci Elena, a restauradora de obras de artes e Leonardo, um famoso chef de cozinha, e a belíssima cidade de Veneza.

Primeiramente somos muito bem ambientados pela narrativa em primeira pessoa de Elena, uma mulher normal, sem nada muito espetacular, pacata, tímida, comum e também madura. Já Leonardo é atraente, bem sucedido como chef, sexy e muito misterioso. Esse seu mistério o rodeia durante todo o livro, nos deixa instigados e curiosos sobre o que se passa em seu coração, sua mente, e qual teria sido seu passado... E fez Elena jurar que nunca se apaixonaria por ele, e se isso acontecesse não poderiam ter uma relação, pois esta seria puramente sexual.

O envolvimento entre Elena e Leo se da aos poucos, com tempo, a autora não se precipita e nem força nada entre seus personagens, ao contrário, tudo se segue com uma naturalidade genuína.  Há um triângulo amoroso, porém este foi tão bem colocado que não deixa o livro cheio de piegas. Enquanto Fellipo é a representação de um relacionamento seguro, sem barreiras e transparente, Leonardo é a versão do perigo, do inesperado, do proibido, e embora saiba que poderá se arrepender, Elena mergulha em suas sombras.

"Uma ideia fugaz atravessa meus pensamentos. Acabei de tomar um caminho louco. Louco, mas terrivelmente excitante. Que me seduz com o sabor do proibido e me assusta um pouco. Não sei aonde me levará, por enquanto só sei que quero percorrê-lo até o fim."

Algo que eu sempre presto a atenção em livros eróticos é como o autor trabalhará com a linguagem, nesse seu primeiro livro, Cao a utiliza de forma bem estruturada, que passa longe de ser vulgar, mas sim sensual. O seu jeito de narrar é delicado, doce, você viaja até Veneza e se vê num emaranhado onde sensualidade, gastronomia e arte se encontram de forma bela e única.

Cao se diferencia de outros autores do gênero por conseguir dentro de um romance erótico atrair a atenção do leitor não somente pelas cenas de sexo, mas pelo conjunto todo do enredo. Você se vê envolvido pela beleza da cidade, pela arte, descobertas, é um livro repleto de sensações, que chegam até o leitor e o envolve por completo.

Em Eu te vejo vemos uma mulher se descobrir, não reprimindo seus desejos, mas sim os satisfazendo ao seu prazer. Se entregando e se libertando ao até então desconhecido. Não se apaixonar foi uma regra dolorosa, porém não espere que essa história seja como todas as outras que você e eu já lemos, ela é diferente, única, e Cao não tem pressa nenhuma, o que faz com que a obra se torne mais completa e real.

A edição está linda, assim como a capa, são duzentas páginas que passam rapidamente e trazem uma história deliciosa, seduzindo o leitor a cada página. Este é um bom exemplo de que livros eróticos podem ir além das cenas de sexos, porém sem perder sua essência. Eu te vejo me surpreendeu em diversos momentos, inclusive em seu desfecho, e com certeza me encantou. Não vejo a hora de poder ler o segundo volume. Para fãs de eróticos, e também fãs de um bom romance, leitura praticamente obrigatória.

"-Eu também quero você, de novo, mil vezes mais. Mas do meu jeito. Quero ver o que você esconde atrás dessa sua máscara tão etérea, tão cerebral... Quero conhecer a verdadeira Elena. Quero virar sua vida de cabeça pra baixo."

Leia também

21 comentários

  1. Ai que bom ler sua resenha <3
    Esse é meu livro fofinho do coração <3 hehehehe
    Eu li a trilogia em italiano antes de lançar por aqui e queria tanto saber o que você ia achar, meio que saber se "aprovava" sabe? To feliz agora, amiga!

    Beijos.
    Anna
    http://pausaparaumcafe.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já tinha lido a sinopse do livro antes, e admito que a sinopse não me encantou tanto assim, mais não me fez desistir do livro claro e eu coloquei ele na minha lista de livros, eu gostei muito da sua resenha com certeza ela me cativou muito mais do que a sinopse do livro, e é muito bom saber que o livro é erótico mais sem ser vulgar, pois muitas pessoas já pensam errado quando falamos que lemos livros erótico e romances, mais na verdade elas não sabem nem o que falam, gosto é gosto.

    ResponderExcluir
  3. É a primeira resenha que leio desse livro, ele já tinha me chamado atenção por causa da sinopse, mas agora lendo uma resenha dele, tenho certeza que é bom, fico animada do livro ter uma história além do sexo, você me deixou curiosa preciso adquirir esse livro muito em breve. :D

    ResponderExcluir
  4. apesar da ampla divulgação do livro essa é a primeira resenha que leio e gostei de saber que o romance é desenvolvido calmamente, pois algo que me incomoda é o ar forçado que fica nessas histórias
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ando desânimada com livros eróticos, pois é uma enxurrada de cenas muitas vezes vulgares de sexo e sem um preparo, um envolvimento entre os personagens. Algumas vezes, eles mal se conhecem,e já se entregam por dias e dias de sexo compulsivo! Para mim, fica uma leitura "fria", onde não consigo me envolver!!! Mas, sua resenha, me empolgou e muito, parece ser o que estou esperando de um bom livro neste gênero!!!

    Beijos e sucesso!!!
    Annamaria

    ResponderExcluir
  6. A estória é interessante e me deixou curiosa a respeito desses personagens. Principalmente o Leonardo. O cara é fogo e pelo jeito vai virar a vida da personagem do avesso. Vou tentar ler e ver se gosto. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. ''O seu jeito de narrar é delicado, doce, você viaja até Veneza e se vê num emaranhado onde sensualidade, gastronomia e arte se encontram de forma bela e única.''
    Sua resenha me chamou a atenção, e muito.
    Estou louca pra ler este livro! :3

    ResponderExcluir
  8. Oie Day!!

    Gosto de livros eróticos assim, que não prendem apenas ao sexo, mas que há romance, que vamos conhecendo os personagens aos poucos e uaaaau melhor ainda porque se passa em Veneza, amo livros que se passam lá porque acaba sendo uma mistura de beleza da cidade com a arte! A Elena e o Leo parecem ser bem simpáticos e já fiquei louca pra conhece-los!!! Um livro que parece ser bem instigante! Ficou ótima sua resenha!!!

    Beijos!
    Meu Diário

    ResponderExcluir
  9. Oi Daiane, se eu tinha alguma dúvida em relaçao a leitura deste livro, você acabou com elas.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  10. Oi Dai,
    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha do livro, e pelo que vejo os eróticos ainda estão no auge, a cada dia vemos mais lançamentos do gênero, eu gostei da resenha parece ser um livro muito bom, mas o gênero em si me cansou um pouco, mas com certeza se tivesse a oportunidade iria ler sim, ainda mais que você diz que a leitura é doce e não foca apenas no erótico, para mim isso é ótimo já que sou uma fã incondicional de romances.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos!!!

    @jannagranao
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Pelo visto "Eu Te Vejo" é um livro perfeito que o mundo estava precisando para sair do forçadinho, porque querendo ou não tem livros muito bons que eu amo que tem suas cenas forçadas como por exemplo "50 Tons de Cinza" quando Ana cai do nada de quatro no escritório do Sr. Grey, essa mesma cena se repete em "Toda Sua", porém mesmo assim esses livros continuam sendo meus amores. Eu fico apenas imaginando; se eu amo as séries 50 tons e Crossfire então "Eu te vejo" vai foder (desculpa pela palavra, mas não achei uma forte o suficiente para demonstrar o que penso) com meu juízo.
    Sua resenha foi muito bem elaborada e me deu uma noção do que eu devo esperar deste livro.

    Blog: http://worldbehindmywall.fanzoom.net/
    Twitter: https://twitter.com/Blog_WBMW

    ResponderExcluir
  12. Concordo em gênero, número e grau com a árvore dos contos, os livros hot/sexy/eróticos fazem da leitura algo muito superficial, meio sem envolvimento, o que me deixa com um não, mas com dois pés atrás. As vezes o sexo retira todo o cenário que o autor deveria ter colocado na cena e se perde muito em falas frias e as vezes desnecessárias... Mas vocẽ comentou em sua resenha que a mistura de artes e da cidade ajudam no desenrolar da história, quem sabe esse possa ser o diferencial né??

    ResponderExcluir
  13. Não sou fã do gênero, então nem adianta eu tentar ler.
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  14. Esse livro parece ser muito interessante, além do enredo parecer ser cativante, gostei de saber que a linguagem usada pelo autor é sensual e não vulgar, pois confesso que isso sempre me deixa desconfortável no caso de livros eróticos. Parece ser mesmo uma boa leitura, cheia de romance e emoções! :)

    ResponderExcluir
  15. Livros do gênero não me agradam muito, pois são sempre a mesma coisa.
    Mas sempre estou disposta a ler os lançamentos e esperar me surpreender com algum do gênero.

    ResponderExcluir
  16. Que resenha bem feita. Ainda não li nada do gênero, mas agora depois de a resenha, parece muito interessante.

    ResponderExcluir
  17. Ainda não havia me interessado no livro, mas sua resenha me despertou para tal. O tema erótico é um dos temas que pouco me conquista ou o livro é bom ou não é . Não existe meio termo entre esse tema, acredito que erotismo é um assunto bem amplo, em qual todos sitam uma vez ou outra, mas é preciso ter uma história por trás de tudo aquele romance sensual e envolvente e não apenas pegação.
    O livro já estrou na lista agora é torcer para ganhar..
    Beijos,
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Esse livro parece ser incrível! Já li tantas coisas sobre ele que acabo por colocar muitas expectativas. Acho isso ruim, mas simplesmente não consigo me segurar. Adoro esse gênero literário e mesmo que as histórias sempre se pareçam bastante, nunca consigo não gostar de algo, rs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. O legal de ver esses romances eróticos é que os autores não estão se preocupando apenas com as cenas de sexo, ou "chocar" os leitores, e sim, começar a trabalhar todo um contexto que deixa as histórias cada vez mais completas e interessantes. Gostei bastante de saber que o autor soube dosar tudo nesse. Fiquei bem curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  20. Acho que ainda se tratando de livros erótico muitos vem com paus e pedra na mão, mas esquecem de ver como realmente o autor que aborda o tema em seu livro. Nem imaginei comprar essa trilogia com Peça-me o Que Quiser, que é bem radical e intenso, e com certeza muitos ao lerem que tem um ménage, nesse livro, já excluíram o livro de suas leituras.

    ResponderExcluir
  21. Desde que vi o lançamento desse livro fiquei louca só pela capa, achei belíssima!
    Depois de ler algumas resenhas sobre gostei mais ainda, não o achei clichê e pelo que você comentou a linguagem não é vulgar, como a de outros que já li.
    Gostei muito e quero tê-lo o mais rápido que puder.

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011