O Comandante Facundo. O revolucionário Pepe Mujica!

by - terça-feira, abril 29, 2014

Olá pessoal!

Confiram o texto de estreia do Neialbert! Está imperdível ;)

O Comandante Facundo. O revolucionário Pepe Mujica!
Por Neialbert


Hoje, é tão comum ver nas redes sociais, revistas e jornais, protestos ante corrupção, reivindicações, descasos e muita indignação, desta população sedenta por um governo comprometido com os ideais de sua sociedade, que por sua vez, atravessa uma fase de crise existencial. Há quem lembra da ditadura com um toque de saudade, digo, porque há tempos atrás, surgiu em vários veículos de comunicação, o que seria uma carta aberta, antes dito ser do cantor e compositor Roger Moreira (Ultraje a Rigor), mas realmente escrita por um desconhecido Rogério Moreira, onde dizia: 



Lutei contra a ditadura, sim! Tomei borrachadas, engoli gás lacrimogênio, corri da cavalaria na Av. São João em direção à Praça Antônio Prado e à Praça da Sé. Participei das perigosas assembleias dos sindicatos, onde milicos escondidos na massa guardavam na memória o rosto dos mais exaltados. Arrisquei o emprego, pichei muro com os slogans "Abaixo a Ditadura". Distribuí panfletos. Morri de medo. Chorei quando anunciaram a devolução do poder ao povo: eu e mais alguns milhões.

Hoje, vendo pessoas morrendo em filas de hospitais, bandidos matando por R$ 10, pessoas andando feito zumbis nas ruas por causa das drogas, adolescentes que não sabem quanto é 6x8, meninas de 14 anos parindo filhos sem pais, toda a classe política desse país desfilando uma incompetência absurda, a polícia corrompida, o nosso país sendo ridicularizado por tantos escândalos...

Eu peço perdão ao Brasil pela porcaria que fiz... Deveria ter ficado em casa.



É óbvio que falar de política gera uma sensação de incomodo em alguns leitores, principalmente, porque haverá sempre quem apoie ou discorde dos fatos. Ter opinião própria e acima de tudo, fazer questão de expor cada uma delas nos dias de hoje, já ultrapassam os limites do que chamamos de liberdade de expressão, que foi uma das coisas mais comemoradas depois da ditadura, mas que não vemos hoje em dia, quando isso afeta, de certa maneira, alguém ou algo (supostamente) importante para o sistema. Sim, pois o sistema que muitos temem existe e monopoliza o que um dia conhecemos como cultura e hoje, não passam de informações forjadas, que dia após dia, são plantadas nas mentes de quem nos sucederá, afinal, quem é o mais forte, quem é o melhor, quem segura os ases, no Oriente ou no Ocidente... esta é a merda que nossas crianças estão aprendendo.


Mas quando eu acreditava que ser político era apenas “um bom emprego, num país de vagabundos”, surgiu um governante corajoso (no meu ver) que em voz alta disse ao mundo: “Eu não sou nada!”


Seria isso, humildade ou uma jogada política?


Bom, as ações falam por si só, como relata o Livro-romance que conta a vida de José Mujica, da prisão à presidência do Uruguai.


José Mujica, Presidente do Uruguai que doa 90% do que ganha, para instituições de todo país.


José Mujica, é um camponês com um senso comum, que erra muito pouco em sua conduta como ser humano, não por se entender como perfeito, mas porque tem a noção de que para se sentir de bem com a vida, não precisa do ouro do homem rico. Sim, ele é humilde, é um homem bom que está vivendo uma peripécia: desde seu trabalho cultivando flores, passando por sua fase de guerrilheiro e na prisão, à presidência do Uruguai. A minha admiração é genuína e vejo em Mujica mais que um camponês com senso comum. Vejo nele alguém em quem sempre vale a pena prestar atenção. Um mestre. Como disse Dante: “Com aquela medida que o homem usa para medir a si mesmo, mede as suas coisas”.
 
Tenho inveja do momento em que o Uruguai vive, tenho inveja porque o meu país (se é que posso chamar de meu), não tem um governante a altura deste homem, nem mesmo pessoas que se demonstrem capazes de se tornar um peixe grande em meio a tubarões. No meu país, políticos andam de avião, helicóptero e de vez enquanto usam o carro pra comprar o pão na esquina de suas casas. Ou seriam hotéis pagos pelo dinheiro público, como os dez mil litros de combustíveis por mês, gastos em veículos e aviões. Ou quem sabe a ajuda de custo, que totalizam 100% a mais do que o generoso salário que recebem por mês. Nós vivemos num país onde os governantes não apreciam o melhor que tem e eu não estou falando da Amazônia, nem do petróleo e sim do experimento social de ser o país mais mestiço do mundo. E que acima das dificuldades tem uma grande alegria de viver. Num país onde um político, que cansa a bunda sentado num gabinete, esperando pelo momento oportuno de alavancar sua carreira, ganha de dez a vinte vezes mais que um médico, que salvam vidas aos trancos e barrancos, no improviso de suas ferramentas, porque o mesmo político de “nádegas” a declarar, não tem um plano estratégico para hospitais e sistema de saúde, ou porque, não há uma verba apropriada, ou talvez, porque desta verba não se pode tirar uns trocados para tomar um cafezinho.

Se a saúde é precária, imagine a educação? Professores ridicularizados por um salário medíocre, assistindo telejornais falar da educação no país como uma conquista. Ver os órgãos de segurança pública pouco se lixar com a humanidade, se não, os seus objetivos próprios, onde fazer greve se tornou campanha para eleger capitães, comandantes, coronéis ou algum outro retardado qualquer, prometendo mundos e fundos, quando na verdade, só está alocando mais um do colarinho branco, no salão de Barrabás!

É ridículo crer que somos impotentes diante de tantas roubalheiras, mas também, não adianta reivindicar se não se sabe por onde começar. Segundo Mujica, as melhores opções na vida, é investir primeiro em educação, segundo em educação, terceiro em educação. Pois um povo educado tem as melhores opções na vida e é muito difícil que os corruptos mentirosos os enganem. Talvez seja o motivo de termos uma educação tão precária diante de países tão inferiores ao nosso gigante Brasil.

Voltando à ditadura, nunca fui a favor de delegar as responsabilidades de um país a um louco apenas, mas convenhamos, a punição aos corruptos eram eficazes. Se todos aqueles que foram as ruas, lutar pela liberdade, fizeram merda ou não, não me importa mais, afinal, o que houve ali, reflete na liberdade que os homens de poderes têm hoje em dia, de agir a favor de si e contra nós, sem punição, sem retaliação e ainda contam com a memória fraca da população, para de vilões, se tornarem heróis e vice e versa. 

Sorte do Uruguai, que escolheu um homem simples para governa-lo, que prefere um caminho mais lento de construção, muito mais auto gestionário, que é inimigo da burocracia, que desconfia do Estado que quando se faz demais, substitui a iniciativa das pessoas, um homem que sente raiva como outro qualquer, que diz disparates, mas que sabe que não pode cultivar o ódio para tomar decisões e que entende perfeitamente, que pelo caminho mais longo, a viagem é mais curta!

Que essa essência boa de ser humano, contagie as pessoas de poder no mundo, para que tornemo-nos um dia, seres mais admiráveis!

Leia também

25 comentários

  1. Vi em uma emissora de televisão , um pouco tempo atrás, a história de José Mujica.
    Que alma grandiosa!
    Voltando a história do Brasil:A democracia seria linda se os políticos também fossem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olá Janaina, seja bem vinda! Bom, concordo plenamente contigo, quando diz que "A democracia seria linda se os políticos também fossem". Sofremos com a falta de comprometimento dessas pessoas com poderes nas mãos, principalmente, quando em maior parte, nenhuma delas tem estrutura educacional, cultural e/ou mental, para ser declarado como gestor público. Hoje, as nossas leis, nossos projetos, as nossas expectativas de carreiras profissionais e pessoais, além do nosso futuro (como cidadãos), estão a mercê de semianalfabetos, arrogantes, palhaços (se bem que, política é a nova forma de humor sádico), pessoas que mal se educaram e eleito, além de serem taxados como "autoridades", ganham salários à partir de R$ 5.000,00 (salário de um vereador, em algumas regiões), enquanto um professor, por exemplo, graduado, recebe do governo a mixaria de R$ 940,00. Absurdo isso, não é? E o que me diz, sobre as leis? Pois os advogados estudam mais de seis anos, livros sobre livros para entender as leis que pessoas sem estudo especifico, cria em um mês! Pois bem, são as proezas do nosso país, que como dizia Paulo Ricardo em sua canção Juvenília: "Terra linda, que sofre ainda a vinda de piratas, mercenários sem direção, que eu até sei quem são...".

      Mas somos maiores que eles e pessoas como o Mujica, nos faz acreditar que sim!

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  2. um importante relato de um homem que viveu uma fase negra de nossa história e tem muito o que ensinar sobre o regime e seus desdobramentos
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thaila, seja bem vinda!

      Existe um ditado que pode condizer a tua afirmação acima: "Há males que vem para o bem!" Pois bem, segundo o próprio Mujica, talvez, se não tivesse passado tantos anos presos com tempo para pensar, fosse diferente. Mas com toda certeza, isso está aquém da reeducação prisional. Pessoas de boa fé e caráter não se corrompem, seus princípios são mais importantes!

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  3. Nossa eu adorei seu texto, e concordo com absolutamente tudo que você disse, a minha professora ater deu esse assunto ”ditadura” e eu ater tinha que fazer uma redação com esse tema, e você meio que colocou aqui tudo que eu gostaria de falar na minha redação, parabéns de verdade pelo seu texto, ficou muito lindo de verdade, esse texto é um tapa na cara dos políticos, e das pessoas como eu que não enxergam a verdade e a realidade que vivemos hoje, nossa você não saber como eu estou agora depois de ter lido seu texto, gostei tanto que eu vou sim compartilha, as pessoas precisão ver que texto lindo e verdadeiro é esse. Adorei de verdade parabéns pelo excelente trabalho de verdade.

    Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ray, seja bem vinda!

      Primeiramente, agradeço pelas felicitações e fico contente, pelo texto lhe servir de inspiração e sobre tudo, lhe fazer absorver mais um pouco sobre o tema. Eu acredito que muita gente ainda não compreenda o verdadeiro cenário que o nosso país atravessa e, já a longas datas. Quero deixar claro, que apesar de ser um crítico da política e politicagem, principalmente no Brasil, não sou partidário e não apoio e nem estou de acordo, com nenhum dos partidos, ou candidatos, que na minha visão, estão apenas preocupados com quem e como, vão vencer mais uma eleição federal. O meu intuito, é mostrar a sujeira das ruas, das mentes, dos descasos e acima de tudo, deixar claro que por mais que pareça escuro, há sempre uma vela acesa no fim do túnel! Mujica é sim, um bom exemplo de governante e de pessoa... é daqueles caras que além de usar como uma maneira de criticar os outros, vale a pena se inspirar. Aproveito, pra dizer que, se precisar de alguma ajuda com os estudos, em relação a temas variados, me disponho a contribuir. É bastante gratificante quando se vê pessoas em busca do conhecimento, então, sinta-se a vontade em questionar.

      Obrigado pela visita!

      Excluir
    2. Oi Neialbert , de nada , eu adorei seu texto sim, e recomendei ele pra vários amigos meus, concordo com tudo que você disse de novo, também acho que os políticos só se preocupam com nos, quando precisam de voto, e o pior é que eles sempre acabam ganhado, sinceramente eu fico revoltada com isso, fico pensando quando as pessoas vão acordar, e se tocar que devemos fazer algo para mudar essa situação que vivemos. Ano passado quando ocorreu aquela manifestação gigantesca, eu pensei “nossa finalmente o povo resolveu acordar, e luta pelos seus direito, já estava mais que na hora”, eu amei aquela manifestação se eu pudesse eu tava lar também.
      Outra coisa que me incomoda muito é saber que os políticos (sem exceção de nenhum deles), só se preocupam com essa copa, e esquecem dos hospitais e escolas que estão em estado precários, e todo aquele movimento mais médicos eu não sei pra que, já que quando os médicos vieram para trabalha encontraram hospitais em situações totalmente precárias, e muitos médicos ater acabaram desistindo do programa(o Brasil é um absurdo). Fico pensando, os políticos ficam fazendo propaganda da copa no Brasil, mostrando como o Brasil é lindo e etc.. , eu queria que eles também passassem a mostra o verdadeiro Brasil que vivemos, e como é a verdadeira situação de muitas famílias, hospitais e escolas, isso eles não querem mostrar.
      Mujica é sim, um bom exemplo de governante e de pessoa, ele é o tipo de pessoa que gostaríamos de ter na liderança do Brasil.
      E não se preocupe Neialbert sempre que eu precisa de ajuda venho sim aqui, porque eu adorei de verdade o seu texto, e espero ver muitos deles aqui no blog.

      Bjs!!

      Excluir
  4. Concordo com o texto, com suas palavras e acredito que pessoas assim são tão raras que não chegam a serem bem conhecidas e ter sua história divulgada. É mais fácil manter um povo sob o seu jugo se ele tiver medo, for menos esclarecido e se não fizermos nada por ele, mas esse homem tem uma história muito intensa, eu não gosto de livros políticos em geral, mas quero esse sim, pois a resenha fez a diferença no meu modo de ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriana, seja bem vinda!

      Pois é Adriana, nosso Brasil é grande, o mundo é imenso e diante de bilhões de pessoas, há sempre quem se salve dessa corja de piratas. E você está completamente certa, sim, são raras as notoriedades que pessoas dessas virtudes ganham entre nós... convenhamos: se o povo aprende a contar, calcular, a falar bem, encontrar os significados, sinônimos e antônimos de cada palavra dessa gramatica camuflada e adulterada, como eles vão fazer um discurso comovente, sem sair dele algemado? Bom, como dizia Roger Waters (Pink Floyd): "O muro da desinformação é provavelmente a força mais potente e negativa que existe”. Vamos derrubar esse muro!

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  5. Tenho muita admiração por José Mujica, desde que vi um documentário sobre sua vida. Realmente ele é um exemplo de homem e deveria ser um exemplo para os nossos políticos também! Parabéns pelo seu texto de estréia Neialbert, ele é simplesmente perfeito!!

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Érika, seja bem vinda!

      Pois é, eu venho o acompanhando a um bom tempo e com isso, sei que nada do que se fala dele são meras propagandas. O homem promete e cumpri. É de uma simplicidade invejável, pelo fato de não se ajoelhar perante a riqueza o que é muito raro hoje em dia. E não se pode nem alistar isso a ignorância, pois dos poucos sábios que ainda existem, pode-se vê-lo em destaque. Tão sábio, que vem conseguindo conscientizar o povo Uruguaio que sendo mais humildes, modestos e levando em conta que se deve plantar muita cultura, pois só com cultura e conhecimento, que se é possível construir uma sociedade melhor!
      Se não existe políticos por aqui com um pensamento semelhante, não vamos desistir, pois mais importante, são que as pessoas compreendam isso e por si só, busquem a mudança individualmente, até que estejam preparadas para fazer parte de uma república mais democrática!

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  6. Esse é um assunto em que uns gostam e outros odeiam, eu particularmente não curto. Até tenho uma certa inveja de quem gosta e talz porque eu nunca consegui continuar uma leitura nesse estilo, infelizmente, porque sei que perco muito.
    Quem sabe um dia eu consiga né.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ieda, seja bem vinda!

      Sim, quando o assunto é política, as coisas meio que soam como uma guerra entre anjos e demônios e nem todo mundo tem estomago para isso. Por tanto, entendo perfeitamente sua postura e como disse no próprio texto, haverão sempre disparidades no que se retrata a opiniões. Mas se um dia se interessar, ou mesmo despertar curiosidades a respeito do tema "política", pode nos consultar, que estamos aqui para contribuir e agregar conhecimento.

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Não gosto muito de biografias, mas essa com certeza eu leria, já tinha ouvido falar dele , mas nunca tinha me aprofundado querendo saber mais sobre ele, eu só sabia que ele doava parte do salário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jéssica, seja bem vinda!

      Pois bem, ele doa 90% do que recebe, não se mudou para o palácio oficial após eleito, mora no mesmo vilarejo, dirige o mesmo velho Fusquinha azul, as suas vestimentas é de um camponês, como o próprio se diz ser, enfim, claro que nada disso é o suficiente para o bancar como um homem bom, mas já é o início, para ao menos entendermos, que para fazer o bem, não interessa a quem, não precisa ter muito.

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  9. Olá
    Não conhecia essa biografia. É sempre bom conhecer personalidades diferentes. Vou procurar conhecer melhor o presidente do Uruguai.
    Política é sempre um assunto polêmico. Sou muito a favor da democracia. Temos que procurar votar certo. A ditadura não é solução.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Monica, seja bem vinda!

      A eleição, por mais subentendida que seja, é o único momento em que o povo tem o poder sobre as mãos, para mudar alguma coisa dessa democracia falida. Sim, concordo plenamente que, temos a obrigação de votarmos conscientes, não apenas nessa eleição, mas em todas, porque os reflexo de hoje foram plantados ontem e todo azar que passamos, foram dos espelhos quebrados dos antepassados governantes desse país. Os de hoje só estão seguindo o mesmo caminho? Sim, claro, e como estão, mas também estão mais ousados, mostrando a verdadeira face a luz do dia! O problema é que metade ou mais da população é mal informada, principalmente, se esta depende de uma TV ou um Rádio para saber notícias... pois esse lance de liberdade de expressão não existe, a única liberdade que se tem, é de quando gastamos nosso dinheiro, pois para isso não existem regras, nem mesmo fiscalização eficaz, enquanto pra ganhar, já imagina, o quanto burocrático se transformam as nossas obrigações... tantos impostos sendo cobrados e tanta miséria ainda, encoberta pela mídia sensacionalista. Ditadura é ultrapassada, nós vivemos é da sua evolução, disfarçada!

      Obrigado pela visita!

      Excluir
    2. Não me interessou.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  10. Lembro quando eu era pequena e estudava na escola pública municipal e eu presenciei a minha primeira greve, uma greve de professores, meus mestres - nossos mestres - que estavam - e ainda estão cansados. Eu entendia por auto o que estava acontecendo e os apoiava, mas não me questionava muito sobre tudo aquilo. Hoje já na faculdade (o que devo bem dizer, graças a eles) e alguns muitos anos depois, acompanhei online os mesmos professores, ainda cansados, lutando pelo seus direitos e lutando pela educação em outra greve, depois de muitas outras, essa que eu compreendo muito mais agora com tudo o que á li e vivi do que quando criança e eu os apoio e os apoiarei; apoio a sua força. eu apoio a educação. Não conhecia a história do presidente do Uruguai! Gostei do texto, veio cheio de significados. Abçs!

    ResponderExcluir
  11. Acho que o Brasil deveria ser parlamentarista e adotar, depois de muita reivindicação, claro, um punimento severo para os corruptos. Parabéns pelo texto, não irei escrever tudo o que penso se não meu comentário se tornaria uma redação.

    ResponderExcluir
  12. Oi adorei o texto, infelizmente os políticos do Brasil não são assim e acredito que jamais serão...pela nossa realidade falta muito para se ter políticos honestos, isso é uma pena...gostei de saber mais sobre o presidente do Uruguai que ainda não conhecia.
    Parabéns pelo texto muito bem escrito.

    Abraços!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu já tinha ouvido falar um pouco sobre a história do José Mujica, e eu adoraria que o Brasil tivesse um governante assim, mas infelizmente, acho que não teremos. Amei o texto!
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  14. Eu não gosto de politica, se algum dia eu fizer uma prova e cair como tema da redação politica eu to ferrado... kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    chega a ser inacreditavel que um politico doe 90% do seu salario para instituições, aqui no Brasil é ao contrario, todos brasileiros doamos (sem querer doar) o pouco que ganhamos para eles darem seus passeios... trágico :(

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011