Resenha: Aftas - Fogo derretido

by - quinta-feira, abril 24, 2014

Autora: Cintia Carolina
Páginas: 319
Ano: 2014
Editora: Talentos da Literatura Brasileira/Novo Século

Ana Carolina é professora universitária e nutre um peculiar fascínio por livros de histórias sobrenaturais. Ela não imagina que seu colega, o também professor Henrique Karmel – por quem tem uma queda –, é na verdade, um vampiro de mais de 150 anos! Após inesperadas reviravoltas, Ana e Henrique vivem um amor intenso e divertido, capaz de suportar segredos seculares e transformações místicas. Sugada para uma realidade paralela, onde vampiros e outros seres extraordinários convivem sob um rigoroso conjunto de regras e leis, Ana terá de aceitar acordos e transgressões selados com sangue, inclusive com seu sangue.


Eu gosto muito de literatura sobrenatural (como vocês já puderam concluir pela frequência de resenhas que posto do gênero), e em especial quando trazem vampiros. Ah eles me fascinam! Contudo ao ler livros desses seres, sou ainda mais exigente. Quando vi num release que a Editora enviou a sinopse e a capa de “Aftas – Fogo derretido”, quis logo ler, primeiro porque há um romance (sim, amo romances) e depois pela intensidade que ele parecia transmitir, e ao ler pude confirmar tudo isso e ainda me surpreender.

Ana Carolina é uma personagem totalmente palpável, de fácil identificação com o leitor. Madura, com problemas assim como todos nós temos, e normal no quesito personalidade e como mulher. Tudo bem que Ana não era tão normal assim, já que ela têm alguns sintomas não comuns para a condição humana, entretanto ela me deixou confortável, gostei da forma como foi escrita e descrita. Já Henrique é a encarnação de um perfeito cavalheiro vampírico, quente e doce ao mesmo tempo, arrancando suspiros e também aqueles “own” enquanto lemos, também o adorei (não tem como não adorar gente...).

Os vampiros nesta obra foram retratados com algumas das características que já conhecemos em outros livros, sem muitas diferenças, porém achei que a questão da origem, hierarquia e sociedade vampírica foram muito bem trabalhadas. Esses seres foram bem descritos e construídos, já suas relações, ritual, e tudo mais, não foram tão revolucionárias, percebe-se que a autora não foi muito além do que já conhecemos na literatura, mas ao seu modo soube torna-los únicos, perfeitamente moldados, com a dose certa de criatividade. Veja bem, não sou contra a inovação no sobrenatural, porém acho que alguns autores inovam demais e deixam a história meio sem pé e nem cabeça, o que ainda bem não aconteceu aqui. Prefiro livros que mantenham traços da tradicionalidade e deixem a obra mais “redondinha”, como Cintia fez.

"Quando me virei, vi Atna com o pequeno punhal numa mão; na outra um pequeno filete rubro escorria lentamente pela palma, a visão do sangue e do inebriante cheiro era um convite à perdição."

Claro que a autora inseriu algumas coisas novas em seu livro, como as aftas, que são seres sobrenaturais diferentes e que se encaixaram muito bem no contexto do livro. Em relação ao enredo eu gostei, foi bem composto e leve, com alguns momentos de tensão, sabendo equilibrar o sobrenatural. Contudo quero chamar a atenção para a narrativa da autora, o prólogo me prendeu, assim que o li só fui deixar o livro quando virei a última página, Cintia escreve muito bem, e não exagera nos detalhes, ou seja, não foca em detalhes demasiados, que deixam a trama pesada. Ela consegue transmitir o que quer sem ficar páginas e páginas detalhando, além de conseguir envolver através de um suspense leve e o romance entre Henrique e Ana, o qual foi cuidadosamente esculpido, houve aquela atração inicial entre eles, claro, mas a autora deu o devido tempo para seus personagens se conhecerem e fazerem amadurecer esse sentimento e isso ao meu ver foi ótimo.

A narrativa é rápida, na maioria das vezes se apresenta em primeira pessoa por Ana e em outras por Henrique ou Adriano, e o tempo da obra passa apressadamente, em parte achei bom, entendi que foi necessário e não comprometeu o restante do enredo e nem seu entendimento. O que cito como negativo foram duas coisas que para mim ficou devendo um pouco, senti falta das amigas de Ana, que aparecem bem no inicio do livro, queria que elas aparecessem mais vezes, porém quando Henrique adentra mais a vida de Ana ele se torna seu foco, e outra coisinha que acontece lá no final que eu queria que houvesse uma cena contando melhor como foi, não vou contar o que é para não dar spoiler.

O desfecho foi uau, não esperava, gostei da forma como terminou. Aftas –fogo derretido é um livro bom, adorei ler, foi bem diferente de uma maneira positiva daquilo que eu esperava. Soube dosar bem o sobrenatural, traz um romance inspirador com personagens encantadores, se utilizando um pouco do humor e assim deixando a leitura leve, gostosa, além de saber intercalar com momentos de tensão, suspense e com aquele toque irresistível de romance. Leitura recomendada principalmente para fãs do gênero, o melhor é que é nacional, literatura de qualidade de uma escritora que demonstrou muita habilidade para compor boas histórias, que intrigam, envolvem e deixam o leitor querendo por mais!

Leia também

19 comentários

  1. Ultimamente tenho preferido estórias com narrativa rápida( como vc explicou) e mais leves.
    Sempre fui muito fã de vampiros,mas confesso que estou um pouco saturada.
    Mas lendo a resenha fiquei curiosa!

    ResponderExcluir
  2. Tmb adoro ficção, esse livro parece perfeito apesar de eu não ter curtido muito a capa, amei a sinopse .

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nenhum livro do gênero nacional, tá aí! Eu sei que eu sempre venho aqui e falo que não to querendo ler muito livro com essa temática, que eu já i muitos e tô querendo dar uma pausa, que eu sempre acabo ficando confusa e tenho que ler os capítulos novamente pra entende, mas eu vou falar que você me pegou com o "uau" no final, haha. fiquei curiosa com o desfecho e com esses seres sobrenaturais aftas!

    ResponderExcluir
  4. Oi Daiane

    Nossa Daiane você me deixa sempre maluca com suas resenhas maravilhosas rsrsrs. Adorei sua resenha, mais você sempre me deixa morrendo de curiosidade quando você sita que aconteceu uma coisa muito legal, e no final não diz o que foi pra não da spoiler, nossa isso me deixa tão doida que me faz correr pela internet procurando o livro pra ver se eu consigo um lugar imediatamente para baixa o livro hahahahaha.

    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  5. Também adoro temas sobrenaturais, principalmente com vampiros. Fiquei super curiosa com esse uau, preciso descobrir o que é... E o melhor é que é uma leitura rápida, o que é bom pra desestressar no fim de semana. Os autores nacionais dão um show, cada vez mais estou lendo livros nacionais e amando!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    eu gostei da sinopse e sua resenha me deixou com bastante vontade de ler o livro, o problema é que é mais um livro com vampiros. Não que eu não goste, eu gosto, só que pra mim já está virando uma overdose de vampiros, é sério nunca vi tantos livros com o mesmo tema em tão pouco tempo.
    Pretendo ler esse sim, mas só depois de dar um tempo no tema, quando tiver passado um certo tempo sem que eu tenha lido nada nesse estilo, ai sim lerei esse.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Adorei a sua resenha. Gosto muito de livros sobrenaturais, principalmente com vampiros. A sinopse chamou minha atenção. Com certeza, quero ler.

    ResponderExcluir
  8. já eu não sou muito fã deste gênero. na verdade achoq ue já estou meio saturada, pois há alguns anos eu só lia este tipo de livro :S
    de vampiros então, vish, passo longe! hahahah
    parece ser um livro bom. não vou desmerecer ele, mas para mim tenho certeza de que não vai funcionar =/

    ResponderExcluir
  9. não conhecia o livro, mas também confesso que não me atrai pelo enredo! no momento não é uma leitura que eu venha a considerar!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Daiane, não conhecia e adorei saber que é nacional. Melhor ainda se for um único volume como parece, pois você não citou uma continuação.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Flor sua resenha fez toda a diferença do mundo, pelo menos para mim, eu tenho um pé atrás de histórias com vampiros, porque geralmente envolvem as mesmas coisas, mas quando o autor tenta mudar para ficar "diferente" faz uma bela cagada,e segundo você a autora deixou tudo redondinho. Esse eu espero poder ler e dar minhas sinceras opiniões

    ResponderExcluir
  12. Tbm adoro esse lance de sobrenatural, sobre vampiros tem um autor nacional tbm que eu gosto muito é André Vianco, os livros sobre vampiros dele são ótimos... *-*
    bom saber que é mais um autor(a) nacional que está caindo no gosto das pessoas, eu ja adicionei esse livro na minha lista de desejados... *-*

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esse livro e como fã de romance sobrenatural que sou, já tratei de adicionar esse livro aos meus desejados ^^ mesmo a história parecendo ser meio clichê.

    ResponderExcluir
  14. O gênero sobrenatural é o meu preferido, e um livro que tenha um quê sobrenatural com um pouco de romance sempre me atrai, estou louca pra conferir esse livro, ainda mais por ele ser de uma autora nacional.
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  15. Estou lendo e adorando,mas como foi dito acima,falha em alguns aspectos, as amigas de Ana não aparecem mais no decorrer da história,mas no geral é muito bom.
    Gostaria de ler mais livros como esse.

    ResponderExcluir
  16. Estou lendo esse livro, e como foi dito a cima,falha em alguns aspectos, as amigas de Ana não aparecem no decorrer da história, mas estou adorando é muito bom...

    ResponderExcluir
  17. Livro muito ruim, sem pé nem cabeça, me desculpe,mas é muito chato.

    ResponderExcluir
  18. Livro muito ruim, sem pé nem cabeça, me desculpe,mas é muito chato.

    ResponderExcluir
  19. Livro muito ruim, sem pé nem cabeça, me desculpe,mas é muito chato.

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011