Resenha: O vendedor de armas

by - terça-feira, abril 22, 2014

Autor: Hugh Laurie
Páginas: 287
Ano: 2ªEd. 2014
Editora: Planeta

Quando Thomas Lang, ex-militar de elite recebe uma proposta de 100 mil dólares para assassinar um empresário norte-americano, ele decide, imediatamente, alertar a suposta vítima - uma boa ação que não ficará impune.Em questão de horas Lang terá de se defender com uma estátua de Buda, jogar cartas com bilionários impiedosos e colocar sua vida (entre outras coisas) nas mãos de muitas mulheres fatais, enquanto tenta salvar uma linda moça e impedir um banho de sangue mundial.Encontramos nesta história muito do que se vê em um episódio de House, o mau espiríto salvador e a réplica assassina de Hugh Laurie, a serviço de uma intriga apaixonante e de um personagem que não será esquecido tão cedo. Um ator que saiba escrever bem é algo raro, mas Hugh Laurie, misturando humor com uma eficacidade hollywoodiana, faz uma entrada talentosa no mundo da literatura.

Sou uma entre a multidão de admiradores de Hugh Laurie, já sabia de seu talento como ator, músico e agora tive a oportunidade de conferi-lo como autor. Não sabia da existência desse livro, até conhecer os lançamentos da Editora Planeta do mês, e ver que o mesmo estaria sendo relançado com capa nova e tudo mais. Quando você pega o livro de um artista que gosta muito, você pode ter duas reações, amar ou se decepcionar, de fato é preciso separar as duas coisas. Então mergulhei nesse livro de Laurie sem saber o que esperar, não fui atrás de críticas, nem nada e posso dizer que bem, me impressionei.

Thomas Lang é o protagonista de O vendedor de armas, ele é um ex-militar e recebeu uma proposta para matar um homem, um poderoso empresário, entretanto não a aceita. Tentando fazer a coisa certa, Lang resolve alertar o empresário que alguém quer matá-lo, mas acaba se vendo dentro de uma tremenda confusão, de certa forma o jogo vira, e agora quem corre risco é ele. Uma boa dose de suspense, ação, e um humor irreverente, esse são alguns dos ingredientes que você poderá conferir nessa obra.

O livro me prendeu já na sua primeira página certamente pelo uso do humor, narrando em primeira pessoa, logo no começo o protagonista conseguiu me envolver, sabe aquele personagem que consegue conversar com você? Que deixa o leitor a vontade? Foi assim que me senti com Thomaz, me senti a vontade com ele, e a dose de ironia inserida, seus diálogos inteligentes e pensamentos ainda mais, fizeram me sentir próxima e também cada vez mais curiosa com a trama construída.

"A dor é um evento. Ela acontece com você, e você lida com ela da melhor maneira possível."

Ao adentrarmos mais as páginas passamos a nos sentir atraídos pelo mistério, autor nos conduz por caminhos que não imaginamos. Algo que pude concluir é que não são somente os rumos que a história toma que nos surpreende, mas também os pensamentos e atitudes do personagem. Não há como prever o próximo passo de Thomaz, ele é inteligente, engraçado e quando pensamos que ele está indo em uma direção, ele já chegou à outra faz tempo, demonstrando um raciocínio muito rápido. Algumas de suas ações e conclusões realmente nos deixam surpresos, conseguindo ser complexo e parecer simples ao mesmo tempo de uma maneira brilhante.

A narrativa de Laurie é boa, bem fluída, consegue prender o leitor, é perceptível seu talento também para a literatura. O enredo foi bem construído, interligando várias coisas, deixando-nos atônitos pelos rumos tomados e a abrangência do mesmo. Entre suas tiradas sarcásticas e diversos pensamentos, podemos perceber que há um toque de reflexão nas entrelinhas, que mexem conosco, ficam em nosso inconsciente, e conseguimos enxergar, compreender e pensar a respeito.

O ponto que considero negativo foi que na metade do livro senti que a leitura ficou um pouco mais lenta, mas mesmo assim não me deixou despregar os olhos das páginas. Os personagens secundários são vários e foram igualmente compostos de forma primorosa, eu me sentia dentro de um jogo de pôquer, não sabia em quem confiar, o que esperar de cada um, e o que estariam escondendo por dentro de suas mangas, ou qual seria a próxima carta a ser virada dentro do suspense da máfia. O que foi ótimo, pois assim as surpresas se fizeram foram ainda maiores!

A diagramação dessa edição está boa, eu gosto dessa capa, acho melhor que a da primeira, e a fonte é de um tamanho bom. O vendedor de armas é aquele tipo de livro que você começa a ler sem saber o que esperar, mas quando termina sente que é um livro único, dono de uma história intrigante com reviravoltas inesperadas, protagonizado por um dos personagens mais engraçados e inteligentes que já li! Adrenalina de página a página, ácido, sarcástico, irônico, um mosaico de tramas, crítico, se ainda não leu, dê uma chance a Hugh Laurie e conheça esse livro no mínimo fascinante. 

Leia também

27 comentários

  1. Gostei muito da sua resenha. Sou fã do Hugh Laurie. Não conhecia esse livro, mas adorei a sinopse. Com certeza, quero ler esse livro.

    ResponderExcluir
  2. Oiee,
    Não sei porque mas não gosto dos livros desse autor, vai ver porque não li nenhum que me deixasse apaixonada por ele.
    Então ainda tenho um certo pé atras pra ler seus livros, por isso não sei se lerei esse.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  3. Oi Daiane

    Nossa Daiane você me deixou muito surpresa agora eu não sabia que Hugh Laurie era cantor muito menos escritor, gostei muito da sua resenha nunca li livros assim, por enquanto eu to só nos romances rsrrss, e pretendo começa logo a ler livros sobrenaturais que é um gênero que ainda nunca li, ontem eu ater ganhei um livro sobrenatural (pelo menos é o que eu acho que ele seja), mais voltando pro livro eu gostei muito da sua resenha, mais admito que fiquei um pouco em duvida se lei ou não lei, mais se você gostou é porque o livro deve ser realmente muito bom, o único ponto negativo que você citou foi que na metade do livro a leitura fica um pouco mais lenda, mais eu acho que isso deve acontecer com muitos livros (eu acho, não sei ainda to em duvida hahahah).

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. se decepcionar é uma opção bem mais fácil. pelo menos para mim...
    não sou grande fã do autor, mas tenho uma certa admiração por ele. estou curiosa para conhecer o trabalho dele, e espero poder ver em breve!
    olhando pela sinopse, parece ser bem o estilo de livros que eu gosto de ler, mas vendo a sua resenha agora, tenho quase certeza que irei gostar!
    espero não me decepcionar... hahaha

    ResponderExcluir
  5. não é um livro que me atraia em primeiro plano, talvez se eu pegasse para ler pudesse gostar, entretanto nesse momento não consigo ficar encantada por ele
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não vou dizer que quero muito ler esse livro, , mas parece bem interessante, não é um gênero que gosto mas a sinopse me conquistou quando li "...Lang terá de se defender com uma estátua de Buda .." sei lá gosto de coisas inusitadas ///shuhesahua.

    ResponderExcluir
  7. Eu não sei se eu leria o livro. Não faz o tipo de leitura que aprecio.
    Mas gosto muito do ator!

    ResponderExcluir
  8. Oi Daiane, estava bem curiosa sobre este livro e gostei de ler sua resenha e saber um pouco mais do que esperar dele.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. O Dai, apesar da sua resenha ter sido muito positiva, a sinopse não me atraiu muito...acho que o livro não faz muito meu estilo...quem iria gostar seria o Rafa =)

    Parabéns pela ótima resenha.

    Beijos!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi. Não sabia que ele escrevia, muito menos cantava rs
    Bom, lendo a resenha na verdade não fui muito conquistada (não pela resenha rs mas pela história mesmo), acho que não bate muito comigo kkk
    De qualquer forma, parabéns pela resenha :D

    ResponderExcluir
  11. Acho ele um multi-homem, desde que fazia a série House acompanhei quase tudo que ele fazia, indicava e mais.. Agora quero esse livro como a minha alma!!! hihhihi, bom escuto muito uma banda de Jazz que ele tocava na época do seriado!

    ResponderExcluir
  12. Isso que é uma pessoa com múltiplos talentos... apesar do enredo ser super interessante essa capa ficou bem a desejar na minha opinião, e também não tinha gostado da outra não, mas pra falar a verdade mesmo eu não fico julgando muito capas diagramação e etc, o que vale mesmo é a hisória, essa me ganhou pelo mistério, pq mistério que é mistério a gente não consegue adivinhar o que realmente vai ser o desfecho! e achei que ler esse livro seria assim. bjs.

    ResponderExcluir
  13. Não sabia que ele era autor. Quantos talentos ele tem!!! Como ator acho ele é excepcional, mas a história do livro não me interessou muito, acho que não faz meu estilo. Mas sendo dele até faço uma forcinha pra ler e quem sabe eu até goste.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  14. Mais um ator que descubro que ja escreveu livros...
    é um grande ator, agora resta saber se tem o "dom" pra escrever tbm, gostei da sinopse do livro, mais um livro que vai entrar pra minha lista.

    ResponderExcluir
  15. Acho que sou uma das únicas pessoas que não sentiu vontade de ler esse livro, nem sei ao certo pq mas... sei lá, ele não entrará na minha wishlist.

    ResponderExcluir
  16. Quero muito ler esse livro, principalmente por causa do autor, é claro, Hugh Laurie é talentoso como ator, imagina como autor? Faz tempo que quero comprar esse livro, desde o lançamento.
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  17. Daiane!
    Também sou fã do Hugh e agora ao perceber que ele tem mais esse talento que é a escrita, fico ainda mais admirada.
    Adoro livros policiais e com toque de humor deve ser bem interessante, já vou a busca para leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  18. O cara arrebenta em qualquer coisa. Pelo que li na sinopse já fiquei empolgada com a estória. E se o livro for como ele interpreta seus personagens, deve ser demais. Adorei conhecer o personagem pela sua resenha e com certeza vou amar ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Quero muito ler esse livro, esse é o cara!

    ResponderExcluir
  20. Confesso que nunca tinha prestado atenção nesse livro; agora, com o relançamento com a nova capa (que na minha opinião, ficou bem melhor), corri pra dar uma lida na sinopse, o que me deixou ainda mais curiosa. Adoro House, e admiro mais ainda o trabalho dele como musico, então acho que vale a pena dar uma conferida no lado autor dele. Com certeza, talento é o que não falta! ;)

    ResponderExcluir
  21. meu irmão tem esse livro e disse ser muito bom!
    sarcástico e inteligente, igual o House hahahaha
    um dia acho que irei ler.

    diferente de você e da Bruna:) prefiro a capa da primeira edição, essa nova é muito "caça-níqueis". colocaram a foto do Hugh para chamar atenção dos fãs de House, que ao entrarem na livraria e verem a capa irão se interessar, diferente se fosse a outra capa que poderia passar batida. acho que a capa não combina com o livro, pois não vejo livros em que o autor tenha sua foto imensamente estampado nela.

    ResponderExcluir
  22. Nossa que resenha, eu conheci esse livro aqui no blog, e realmente eu fiquei super curiosa para ler ele, a historia parece ser ótima e eu acho o fato de sempre começarmos a ler o livro sem saber ao certo o que esperar muito bom, pois o livro provavelmente irá nos surpreender, espero ter a oportunidade de ler esse livro, você me deixou intrigada.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  23. Eu também sou fã do Hugh Laurie e acho que você teve a atitude correta ao começar a leitura. Já começar com expectativas muito altas seria o caminho certo para uma decepção, especialmente porque no caso trata-se do primeiro livro publicado por ele e talento como ator não é necessariamente garantia de excelência em outras áreas. Mas pelo isto ele se saiu bem, fiquei bem curiosa para conhecer essa história de suspense, também gosto muito dessa pegaa de humor e sarcasmo, esses elementos quando bem usados sempre me conquistam.

    ResponderExcluir
  24. Sou fã do ator \o/
    Não sei o que esperar dele como autor, mas eu quero conferir! Parece ser bem interessante, uma história que chama a atenção.

    ResponderExcluir
  25. Quando vi pela primeira vez, não achei muito interessante.
    Mas li algumas resenhas e comecei a me interessar mais. Bela resenha

    ResponderExcluir
  26. De começo não me interessei, mas li algumas resenhas e estou ansiosa para ler.
    Bela resenha

    ResponderExcluir
  27. Nossa, fiquei encantada, admirava ele de tudo que é forma, imagina meu espanto sobre ele ser escritor, e o que dizer da atuação dele em House que é uma grande influencia a mim, muito bom mesmo. Espero ter oportunidade de conferir de pertinho essa complexidade, que de detalhe vira ao meu redor, totalmente real.
    Viver e poder se permitir ao sentir, tanto na música, filme, enfim como especialidade, e um toquinho de Hugh, fantástico.. imagina o livro!!!

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011