Especial John Boyne

by - domingo, julho 06, 2014




Quando falamos em John Boyne, estamos falando de um dos autores mais aclamados internacionalmente. O irlandês de 43 anos é formado em Literatura Criativa e seu livro mais conhecido, O Menino do Pijama Listrado, vendeu mais de 5 milhões de cópias e foi adaptado para o cinema em 2008 (e provavelmente inundou milhares de cinemas com as lágrimas de seus expectadores). Seus livros já foram publicados em - pasmem - 47 línguas!

Como a maioria de seus livros tem uma grande raiz em fatos históricos (como a Segunda Guerra Mundial em O menino do pijama listrado e a Revolução Russa em O palácio de inverno), John Boyne leva cerca de dois anos para escrever um livro. Apesar de deixar seus leitores ávidos por mais livros, a espera vale totalmente a pena: a pesquisa do autor sobre os temas deixa suas obras precisas e deixa evidente sua maestria em colocá-los dentro da sua ficção.


Companhia das Letras, juntamente com seu selo Seguinte, já publicou outros oito livros do autor. Confira todos os títulos:






9) Fique Onde Está e Então Corra


Mas... por que nós gostamos tanto desse autor? 



Quando li O menino do pijama listrado confesso que não esperava sentir o que senti. Não esperava encontrar uma obra que me tirasse do chão, mexesse com meus sentimentos e provasse ser além daquilo que eu esperava. Sempre fui apaixonada por livros que se passam em períodos de guerra, curiosa, porém John Boyne me trouxe mais do apenas um enredo histórico. Ele conseguiu trazer de uma forma simples e dolorosamente tocante, uma história que envolve o ser humano como ele é em sua fase mais pura: a infância. E como a guerra é capaz de abalar mentes, estruturas, mostra que mesmo entre bombas e granadas há o ser humano e seus valores mais intrínsecos. Foi doce conhecer a história de Bruno e Shmuel,  era como ver uma flor nascer em meio ao concreto;  de um lado o homem usando sua inteligência sendo motivado pelos piores sentimentos que há dentro de si, baseando-se em razões irracionais e do outro meninos construindo uma amizade mesmo em meio a barreiras, tendo como base inocência, mesmo dentro de um período negro. E Boyne sabendo dosar cada detalhe, nos levando refletir, se emocionar e se encantar com suas palavras. Sou fã desse autor, não tem como não ser. Daiane Jardim, No Universo da Literatura.
Boyne possui um fator em suas obras que muito me chama a atenção e quase nunca me decepciona: a mistura de ficção e realidade. Unir algum acontecimento ou período histórico numa história ficcional é sempre uma premissa muito interessante e que me ganha facilmente. Além disso, a maneira como o autor narra suas histórias, sempre de um jeito dinâmico e inocente, por vezes na voz de uma criança, dá ao mesmo tempo à narrativa um ritmo rápido e leve. Isso também faz com que risos e choros sejam inevitáveis dentro de suas tramas e o leitor sempre fica à mercê de suas emoções. E apesar de seus livros terem um público mais jovem, recomendo suas obras para todas as idades, porque boas e emocionantes histórias precisam ser lidas por todos. Gustavo Valim, Jantando Livros.
John Boyne é um dos melhores contadores de histórias que já tive oportunidade de conhecer. Sua narrativa envolvente e seus enredos tão bem trabalhados deixam qualquer leitor à mercê de sua genialidade. Eu mesma não consigo imaginar ver um livro de sua autoria e não querer lê-lo e logo coloco em primeiro lugar na lista dos desejados. Uma de suas grandes marcas é a atemporalidade: não importa se você lê o livro no lançamento ou depois de anos, suas histórias sempre vão emocionar qualquer um que dê oportunidade para suas obras. Luara Cardoso, Estante Vertical.

Confira abaixo o trailer do emocionante O Menino do Pijama Listrado, que conta com as atuações de David Thewlis (Professor Lupin <3) e Vera Farmiga (Bates Motel, A Órfã):

Leia também

2 comentários

  1. eu acho interessante exatamente essa pesquisa profunda, bem elaborada que dá consistência aos livros dele! com certeza o aprendizado ali é rico e evidente, pois apesar de ser ficção, aquele pezinho de realidade por conta das pesquisas sempre existe!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não li ainda nenhum dos livros do autor, mas vi o filme baseado no livro O Menino do Pijama Listrado, que chorei horrores, então fico imaginando o livro...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011