Vamos conversar sobre e-books infantis?

by - quinta-feira, setembro 18, 2014


Olá pessoal!

Que a criançada hoje em dia está toda tecnológica não é segredo, cada vez mais é comum vermos os pequenos, já desde cedo, com celulares ou tablets nas mãos. Estamos vivendo o momento de 'explosão' do e-book, nunca se viu tanta gente lendo pelo tablet, kobo, ipad, celular, etc, como hoje, mas claro, ele não veio para substituir o livro físico. Sempre acreditei que as duas formas podem viver harmoniosamente (ou não rs), e como leitora leio tanto e-book quanto livros físicos, amo minha estante virtual do ipad tanto quanto amo minha estante levemente empoeirada no quarto.

Por esses tempos tenho percebido que os pais também têm incentivados seus filhos a lerem e-books, inclusive já observei a conversa de algumas mães pelo facebook, indicando e comentando uma com a outra a respeito de algum e-book infantil que compraram para seus filhos e suas impressões sobre o determinado livro. Sou a favor de todo tipo de incentivo à leitura, seja físico ou digital, a mim o importante é ler!

Recentemente fui apresentada a um e-book infantil que também chamou minha atenção, "A coleção de Maya" do autor Marcelo Jucá, lançado pela Editora Pipoca. Conversando com o autor, o mesmo gentilmente me respondeu algumas perguntas esclarecendo algumas dúvidas e também me ajudou a entender como é para o autor publicar um livro infantil em e-book, as perspectivas e opiniões sob o ponto de vista daquele que escreveu o e-book para esse público. Também pedi para a Fernanda, do blog Leitura Incomum, responder algumas perguntas minhas e me dar seu ponto de vista como mãe de uma criança que lê e-book. Confiram abaixo as duas entrevistas e conheça mais sobre o livro.

A história acompanha Maya. Ela está doida para começar uma coleção, porque todos os seus amigos já têm uma.Álbum de figurinhas. Bolas. Óculos. Selos. Sapatos e até cupcakes. Mas, então, colecionar o quê? Parece que não sobrou nada. Maya quer colecionar algo diferente. Algo que ninguém tenha. Algo só dela.De forma curiosa e lúdica, ela descobre algo bem divertido. Mas será que essa coleção tão peculiar vai dar certo?O livro conta com recursos de interação e é indicado para crianças a partir de seis anos. 




Marcelo, a edição do seu livro em e-book foi uma escolha sua ou da Editora?
​Na verdade dos dois, Daiane. Em todas as etapas da produção do livro, a Editora Pipoca me deixou confortável em sugerir e recusar ideias. Foi um processo muito gostoso, um trabalho atencioso que resultou num e-book divertido.  
​​
Como tem sido a recepção do seu livro?

T​em sido surpreendentemente boa! Além de postagens em blogs bacanas, como o No Universo da Literatura, "A Coleção de Maya" foi destaque em jornais do nordeste, sul e sudeste. Sendo que um deles, 'O Rascunho', é o mais importante jornal voltado à literatura do país. Lembrando que estamos falando de um e-book infantil publicado por uma editora nova com um autor novo, rsrs. Ou seja, apesar de todas as barreiras, o livro tem aparecido em muitos lugares.

Quando se trata do formato e-book para esse público, você acha importante que o livro traga ao leitor alguma forma de interação?

É legal, mas não vejo como obrigatório. É um assunto difícil, pois se colocar muita interação, acaba virando um jogo, e a literatura em si acaba ficando de lado. Tem que achar a medida certa para trabalhar esta parte lúdica com a criançada sem deixar de lado o mais importante, a história. E como disse anteriormente, não vejo nenhum problema nos e-books infantis sem interação. Se tem uma história bacana e uma ilustração bonita, é o suficiente. Não é uma obra menor só porque está no meio digital e não no papel.
Agora, falando um pouco de você autor, como surgiu a ideia pra o livro? Você sempre escreveu para esse público?
​Eu queria porque queria fazer um texto sobre coleções. Adoro coleções e na minha infância colecionei selos, pedras, latinhas de refrigerante e outras coisas mais -- hoje, sou fanático por canecas! Fui pesquisar sobre esse desejo de colecionar e descobri que o ato é algo universal e atravessa centenas de anos. Pois bem, aí foi colocar a cabeça para funcionar e achar um final divertido, porque não queria um texto repleto de moral. O nascimento da minha filha, a Maya, inspirou o título do livro e o final da história que eu não posso contar qual é, né?!​

Qual a maior dificuldade em se escrever para crianças?
​Não ser mais uma criança dificulta bastante, rsrs. Mas estou vivendo uma fase legal e de muito diálogo com as crianças. Então, qualquer dificuldade que aparece, dou um jeito bem moleque de resolver.​

Você acredita que será cada vez mais comum crianças lerem e-books?

​Tomara que sim! A tecnologia está aí para ser mais um meio de auxílio na leitura. É a mesma história de que a televisão não acabou com o rádio e nem a internet acabou com a televisão. Os e-books não surgiram para acabar com os livros impressos. Estão aí, lado a lado, para estimular a leitura de crianças e adultos. Acredito que em poucos anos vai acabar o receio com os e-books e todos estarão fazendo bom uso deles. ​

Tem outros livros publicados ou projetos para novos?

"A Coleção de Maya" foi o meu primeiro livro, mas já tenho sim novos projetos.  Ainda esse ano, em dezembro, lanço o infantojuvenil "As Mentiras do Zodíaco", pela Editora Patuá. E para 2015, tem um monte de coisa legal. Pela própria Editora Pipoca, sai o engraçado "O Que Você Vai Ser Quando Comer?" e mais três livros super legais, mas que ainda não posso divulgar por enquanto. Mas pode deixar que assim que puder, venho aqui te contar, fechado? 


Sobre o autor:

Marcelo Jucá coleciona miopia nos olhos e algumas canecas. Toma muito café, por isso virou jornalista. Na busca de uma vida mais alegre, começou a escrever para crianças. Tem muitos amigos imaginários e gosta de andar na chuva.


Agora confira a opinião da Fernanda:

Quantos anos seu filho tem?

8 anos

Ele costuma ler bastante e-books infantis? E físicos?

Lê mais livros físicos

Como foi para ele começar a ler e-books? Você o incentivou ou ele teve a curiosidade de ler pelo e-reader?

Eu incentivei porque ele não era de ler muito, mas precisava melhorar. Aproveitei o gosto dele pelo tablet e instalei alguns livros lá pra gente ler junto.

Se tratando de e-book, você acha importante ele conter alguma forma de interatividade ou as ilustrações e as histórias por si só já conseguem cativar a atenção da criança nesse formato?

Precisa sim de interatividade e ilustrações, só o texto não é atrativo.

Você acredita que será cada vez mais comum crianças lerem e-books? E qual sua opinião sobre isso?

Sim, assim como elas estão usando cada vez mais cedo os tablets e smartphones. Já conheço crianças que leem apenas e-book.  


Obrigada Marcelo e Fernanda pelas respostas as minhas perguntas e pelo carinho de ambos! Bem, como eu disse acima, sou a favor da leitura, em minha opinião tem que se ler sim, independente do formato do livro. Se a criança se sente mais a vontade com o físico, então que leia este formato, porém se ela gosta mais de e-books, tem que ler mesmo, pois é uma forma de incentivo. Contudo, acho que isso vai da escolha da criança com os pais, e vice-versa, não tenho filhos, porém incentivo minha irmã mais nova a ler, e ela lê em ambos os formatos! 

E vocês pessoal, qual a sua opinião sobre isso? Conhece crianças que lêem e-books, tem filhos, sobrinhos, netos, irmãozinhos que leem nesse formato? Vem cá contar pra gente então!

Leia também

4 comentários

  1. que legal Dai, não sabia desta novidade!
    fico muito feliz com a iniciativa do autor e da editora.
    eu acho assustador ver, hoje em dia, crianças novas já mexendo tanto com tecnologia! acho que essa novidade vai fazer com que muitos tomem gosto pela leitura eim! :D

    ResponderExcluir
  2. Nhai Dai, que honra estar por aqui.

    Amei a sua iniciativa, beijos

    Fê - Leitora Incomum

    ResponderExcluir
  3. que legal esse livrinho, acredito que seja até natural que a criança entre em contato com esse mundo digital do qual ela ja faz parte, mas acredito que seja importante o contato com o livro físico tbm, até para seu processo de letramento

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eba!
    Que legal ficou a entrevista.

    Obrigado pelo carinho, Daiane. Espero que todos os seus leitores também gostem!
    Tudo de bom.

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011