Resenha: A playlist da minha vida

by - quinta-feira, outubro 02, 2014

Autora: Leila Sales
Páginas: 310
Ano: 2014
Editora: Globo Livros

Elise Dembowski nunca foi popular na escola. Ninguém conversava com ela na hora do intervalo nem a convidava para sair no fim de semana. Pior. Ninguém jamais se interessou em saber o que tanto a ela escutava em seu iPod: playlists com o melhor da música pop, único território em que Elise se sente confortável e confiante. Diante de seu desajuste em relação à maioria, a adolescente tenta de tudo – inclusive a mais radical das saídas, felizmente sem sucesso. No auge de seu solitário desespero, o acaso a leva até a porta de uma balada noturna, via de acesso para um mundo completamente novo, cheio de som e diversão, no qual sua veneração por música funciona como senha para inclusão em um inédito círculo de amizades. As festas noturnas do Start – o melhor clube underground do mundo – tornam-se o lugar onde a felicidade, a aceitação social e até o amor são possíveis para Elise. Não demora muito para que um misterioso bullying eletrônico e a habilidade da garota como DJ coloquem em confronto este universo com a dura realidade cotidiana. A playlist da minha vida é uma vibrante fábula pop que lida com temas recorrentes nas obras contemporâneas para jovens: exclusão, invasão de privacidade, resgate de autoestima e muita trilha sonora. Escrito pela americana Leila Sales, o livro se ambienta em dois cenários: o escolar, com sua dinâmica de poder juvenil baseada em “popularidade”, e o da cena noturna, em que adolescentes ensaiam seus primeiros voos para uma existência adulta.

Sabe aquele livro que você já sente que tem tudo para ser bom já pelo título? Pois bem, foi isso que aconteceu comigo com A playlist da minha vida, só pelo título eu já sabia que este livro me encantaria, que seria uma leitura ótima, e olha, como foi!

Fazia tempo que eu não me identificava tanto com uma protagonista como me identifiquei com Elise, em alguns momentos senti que o livro estava conversando comigo, e essa sensação é maravilhosa. Apesar de tudo que a personagem passa, dos problemas que enfrenta, o que eu mais gostei é que ela não fica se fazendo de vítima, sabe? Ela tem uma personalidade própria, uma identidade que a faz ter um estilo próprio, e o seu conhecimento e amor pela música a faz ser ainda mais especial.

Mas claro que Elise está numa fase de descobertas, muitas coisas ainda são novas, mas a energia e a vontade que ela demonstra, sua inquietude de alma, são coisas que me fizeram admira-la. Sales compôs uma personagem humana em todos os aspectos, que erra e acerta, passando longe de perfeições, e se tornando alguém com quem os leitores conseguem se identificar facilmente, independentemente da idade.

A narrativa em primeira pessoa tem um toque sarcástico que deixa o livro bem-humorado, leve e ainda mais gostoso de ler. As páginas realmente voam perante nossos olhos, a leitura é muito fluida. E as referências musicais então são de tirar o chapéu! Amei cada escolha, cada música e banda citadas, primeira vez que uma playlist de livro me agrada em 100%.

O enredo é simples, porém cativante e envolvente na medida certa. Não há grandes surpresas, nem reviravoltas, mas ainda assim você se sente atraído pelo mesmo. É uma história tão bem escrita, tão real, e com uma mensagem tão forte como o poder que a música tem sobre nossas almas, que é realmente impossível não gostar.

Parece que a energia da Start consegue transpassar as páginas e chegar até o leitor. A paixão e a conexão da música, a forma como Elise vai se descobrindo mais sobre si mesma e as coisas ao seu redor, nos faz ter um retrato amplo de como vale a pena lutar por nossos sonhos e por nós mesmos, e que errar é mais humano do que imaginamos. Livro mais que recomendado, favoritado, e claro, inesquecível! Inteligente, sagaz, real, sintonizando música e literatura de uma maneira simplesmente fantástica.

"As pessoas são aquilo que são. Não importa o quanto você tente, é impossível transformá-las naquilo que você quer que elas sejam."

Leia também

3 comentários

  1. depois de uma resenha tão bacana e tão apaixonada eu ja me encantei pela trama, acho que o enredo me conquistaria!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não me interessei por hora.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Tenho visto algumas resenhas bem positivas sobre esse livro. Parece ser aquele tipo de romance leve, nessa fase da adolescência, de descobertas, mas que te prende e te encanta, né? Está na minha "listinha" hehehe
    Espero conseguir ler em breve.
    Beijos!!!
    http://www.caminhocultural.com/

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011