Resenha: Popular - Dicas vintage para ser uma garota descolada

by - sábado, novembro 15, 2014

Autora: Maya Van Wagenen
Páginas: 279
Ano: 2014
Editora: Globo Livros
Compre aqui: Livraria Saraiva

Maya nunca foi uma garota popular. Na verdade, ela era a menina invisível da escola. E para completar, os óculos e uma fascinação por Guerra nas estrelas e O senhor dos anéis não ajudavam em nada sua ascensão na escala da popularidade. Só que tudo isso estava prestes a mudar. Um pouco antes do início das aulas, Maya achou na biblioteca de seu pai um exemplar empoeirado de O guia da popularidade de Betty Cornell, um livro escrito por uma ex-modelo adolescente super glamorosa... Da década de 1950!
Apesar das ideias um tanto antiquadas, Maya aceita o desafio proposto pela sua mãe e decide seguir durante todo o ano letivo os conselhos escritos para meninas que podiam ter sido amigas de sua avó. Então a mágica acontece!
Os resultados da experiência de Maya são divertidos, engraçados e emocionantes, sem deixar de lado os micos, as tristezas e as pequenas desilusões que fazem parte da vida de qualquer adolescente. Com bom humor e presença de espírito incansáveis, Maya conquista amigos, muda seu visual e ganha autoconfiança até finalmente descobrir o que realmente significa ser popular.
Popular Dicas vintage para ser uma garota descolada é um diário que une duas adolescentes de décadas aparentemente muito distantes, mas que enfrentam todos os dias os mesmos dilemas. Afinal, sobreviver à escola nunca foi uma tarefa fácil, não importa a época, nem o lugar. Só que agora, além da ajuda clássica de Betty Cornell com suas pérolas, cremes antiacne caseiros e meias de seda, as adolescentes também contam com as experiências hilárias de Maya Van Wagenen, que mostram que é possível ser ao mesmo tempo nerd, glamourosa e ter muitos amigos.
Mesmo antes de ser lançado nos Estados Unidos, Popular já foi considerado um sucesso: a obra já foi vendida para mais de vinte países. Os direitos para a adaptação cinematográfica do livro foram vendidos para a Dreamworks.

A princípio Popular – Dicas vintage para ser uma garota popular não era um livro que me chamava a atenção, porém me deixava curiosa por se tratar de uma história real. Comecei a ler de maneira despretensiosa, e o que ali encontrei me deixou encantada e até mesmo me surpreendeu.

Acredito que é normal em toda escola ter o grupinho de populares, e etc, sabemos que não é um período muitas vezes fácil esse da pré-adolescência e adolescência, pois é nesta fase que estamos inclusive em processo de descobertas conosco mesmos. Maya não era uma garota popular, porém usando um livro escrito por uma modelo na época de 1950, resolve colocar em prática as dicas ali citadas para se chegar a esse auge. Será que deu certo?

Primeiramente devo dizer que Maya foi corajosa ao realizar este desafio, e até mesmo bastante determinada. Algumas vezes ela se meteu em enrascadas e juro que pensei “não, isso não dará certo”, pois ela realmente seguia a risca todas as dicas de Beth. Mas mesmo com aquelas experiências que pareciam não ter dado tão certo assim, na realidade serviram e muito para o aprendizado de Maya, que as soube converter em algo positivo.

Muitas vezes me esqueci que estava lendo uma história real, e me peguei torcendo por esta jovem e até mesmo ansiosa para o desfecho. É uma leitura que me fez rir e me emocionar, começando de uma forma despretensiosa e me surpreendendo ao final pela profundidade que o mesmo conseguiu chegar com as reflexões abordadas.

A cada mês, a cada dia, vemos a evolução dessa moça como pessoa. Antes ela tinha uma ideia do que seria ser popular, porém a medida que foi tendo diferentes experiências ao colocar as dicas do livro em prática, seu ponto de vista sobre o tema ficou mais apurado e abrangente. Percebeu então que ser popular é algo além de um status, podendo enfim conhecer o real significado dessa palavra. Os aprendizados de Maya não se restringem somente a escola, mas sim a vida.

Popular me deixou encantada, é um diário que, com certeza, todos deveriam ler, não somente o público juvenil, mas nós adultos também, pois muito de seus valores também nos servem, já que assim como Maya deveríamos aprender a nos importar mais com as pessoas ao nosso redor amando-as pelo que são, e também buscar encontrar o melhor de nós mesmos. Real, inteligente, mordaz e inspirador, um livro que lhe fará repensar atitudes e ver o lado mais doce e também ácido dessa fase que é adolescência.

Leia também

4 comentários

  1. adorei a temática da história, assim como você sei que estaria torcendo pela personagem e nos sabemos como a escola pode ser cruel
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. também não tinha me interessado muito pelo livro, mas depois que li os primeiros comentários, fiquei mega curiosa.
    li uma outra resenha hoje e só depois disso fiquei sabendo que a história era real e da autora mesma... claro que fiquei mais curiosa ainda né
    parece ser uma história ótima, bem tocante
    gosto destes livros que me fazem pensar nas minahs atitudes, e com certeza este me fará pensar...

    ResponderExcluir
  3. Olá! Procurando por dicas de livros para pré adolescentes, caí em seu blog e adorei!
    Bem, minha filha tem 11 anos e adora livros de garotas, como por exemplo "Minha vida fora de série", da Paula Pimenta. Vc acha que ela gostará desse? Estou querendo comprar novos autores pra ela. Grande abraço e parabéns pelo blog! Flávia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Este livro é para justamente o publico mais infanto juvenil e juvenil, Flá. Contudo ele é uma biografia, e por ela ler no caso ficção, não sei se vai ser muito atraente para ela logo de cara, mas acredito que vale a tentativa. Popular é um livro gostoso de ler. O que eu recomendo para essa faixa, além da Paula Pimenta, é também os livros da Patricia Barbosa, tem também uma série da Editora Fundamento que se chama "Garotas da rua Beacon", tem também uma série que se chama "30 clues" e outra "Infinity Ring" que são ótimas para essa faixa de idade. Poderosa, de Sergio Klein, enfim, são alguns livros que indico e acho que ela iria gostar tbm! Espero te-la ajudado e volte sempre aqui no blog!!

      Excluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011