Resenha: Twittando o amor

by - domingo, novembro 30, 2014

Autora: Teresa Medeiros
Páginas: 202
Ano: 2014
Editora: Novo Conceito
Compre aqui: Livraria Saraiva

O Twitter é uma festa que nunca termina onde todo mundo fala ao mesmo tempo e ninguém diz nada... Abigail Donovan é uma escritora de sucesso. Ela quase ganhou o prêmio Pulitzer e até foi elogiada no programa da Oprah. Então, por que ela passa os dias e noites escondida no chiquérrimo condomínio onde mora, na companhia de seus dois gatos, sem conseguir escrever? Quando o seu editor a obriga a entrar no mundo das redes sociais para expandir seus horizontes, Abby imagina que vai ser obrigada a conversar com adolescentes que teclam escondido do porão de casa. Mas ela acaba conhecendo Mark Baynard, um professor britânico sexy, bem-humorado e inteligente que está viajando pelo mundo em busca de aventura. Abby tenta resistir ao seu charme, enquanto Mark começa a quebrar a resistência dela aos pouquinhos... Inclusive a resistência a se comunicar por meio de mensagens curtas. Agora que Abby voltou a escrever e a viver , ela descobre que Mark guarda um segredo que poderá mudar para sempre a vida dos dois.

Twitter é minha rede social preferida, a única que eu ainda consigo suportar – desculpem a sinceridade. E claro que assim que recebi este livro e vi seu título, fui tomada por uma curiosidade em ler e conhecer mais essa história.

Hoje em dia é comum muitas das nossas relações começaram na internet, sejam amizades ou até mesmo namoros, talvez a alma gêmea (para quem acredita) pode estar a um clique de distância. Mas nossa protagonista Abby, uma escritora de sucesso que estava num período não muito fácil de sua vida e carreira, entra para esse mundo virtual e conhece Mark, que logo lhe chama a atenção.

A interação e maior parte da narrativa do livro se passa entre tweets. Então é uma leitura que acaba se tornando bem dinâmica, rápida e fácil. Você se sente envolvido pelo enredo, mas alguns detalhes me incomodaram. Primeiro, acredito que tudo foi muito rápido, a relação entre eles, a descoberta do “sentimento a mais”, penso que não basta apenas ter coisas em comum com a pessoa para amá-la (para se ter um interesse talvez), então essa rapidez não me desceu muito bem.

Segundo, são muitas referências a séries e filmes. Eu não sou cinéfila, e nem assisto muitas séries, então fiquei perdida em vários momentos. É como você ver dois amigos seus falando sobre um assunto que só eles sabem e você ficar de fora só observando e sem entender nada, sabe? Foi assim que me senti. Algumas coisas eu sabia, porém ainda assim acho que houve citações demasiadas.

Tirando esses dois pontos, o restante do conjunto da obra me agradou. É uma história gostosinha, uma leitura que você faz ali em pouquíssimo tempo no maior estilo sessão da tarde. Em alguns momentos me emocionei e também refleti, pois Medeiros traz também uma reflexão sobre como nossas relações virtuais interfere em nossa vida real, e como este pode ser um mundo manipulável.

Twittando o amor é um livro fofo, tem algumas surpresas, e quando você não se sente perdido consegue relaxar e perceber as diferentes nuanças de ironia utilizada, que deixaram o livro com um ar leve. É bom? É. Vale a pena? Vale. Mas não leia esperando um livro cheio de reviravoltas, é apenas mais uma leitura para ser feita de maneira despretensiosa para aqueles momentos que queremos algo legal, apenas.

Leia também

14 comentários

  1. Olá minha querida, tudo bem?
    Passando aqui para conferir sua resenha que infelizmente foi um dos livros que menos gostei da Novo Conceito, pois ele não me envolveu como eu gostaria sabe. A história que a autora criou foi bacana, mas eu senti falta de mais envolvimento e de acontecimentos na história. Seilá, não consegui entrar na história pra falar a verdade. Acho que foi também por conta dos diálogos que são o ponto mais forte desse livro. Mas tem gente que tá gostando, mas eu sinceramente não gostei não. Mas entre esse e o que eu li e resenhei no meu blog, acho que fico com ele, porque o outro meu DEUS DO CEU, foi um terror pra entender a história. Mas enfim...

    Adorei seu ponto de vista do livro
    e tudo que vc desenvolveu em sua resenha
    Meus parabéns =]]

    E olha, estou aguardando sua resposta em linda?!
    Se cuida e fica com Deus

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. eu estou bem curiosa para ler este livro, achei a capa fofa e até ja pedi emprestado! espero em breve ler e me divertir tanto quanto você
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Achei a capa muito fofa, e pelo visto combina com o enredo. A impressão que me passou foi esta mesma, um livro fofo e leve, mas sem grandes surpresas.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Oi Daiane, tudo bem?

    Eu já tenho plena consciência de que esse livro é apenas para relaxar e passar o tempo. Eu até leria, mas só se ganhasse de presente ou algo assim. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/2014/12/eu-vivo-lendo-awards-2014-indicados.html(VOTA)

    ResponderExcluir
  5. estou bem curiosa para ler este livro. não sou fã de redes sociais, mas twitter eu uso de vez em quando hehe
    gosto de ver filmes e séries, mas não sou muito ligada nisso, então acho que vou me sentir meio perdida também ;x
    parece ser bem isso mesmo: um livro leve, para se passar o tempo, sem grandes pretensões :P

    ResponderExcluir
  6. Ai dai, o twitter tbm é minha rede social preferida, mas quando folheei o livro e vi que a maior parte da narrativa se passa em tweets eu fiquei com receio, imaginando como a autora iria conseguir ligar a vida dessas pessoas tão perfeitamente através dessa ferramenta. Quer dizer, sei que acontece, mas a vida é muito mais do que sentar em frente ao pc e ficar tweetando. Por isso acho que acontece o que vc disse, tudo muito rápido, não sei acho que estou refletindo demais ou falando bobagem, mas ainda não fui convencida a ler esse livro! rs http://blogliterata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. oi, dayane. eu me interessei pelo livro "twittando o amor" justamente por ser uma leitura leve e despretenciosa. quero le-lo.

    ResponderExcluir
  8. Já sou louca por romances e pelo twitter, adoraria ler esse livro que une minhas duas paixões! <3

    ResponderExcluir
  9. O livro parece realmente ser uma gracinha e bem simples. O fato de ser uma leitura leve o faz ser ótimo para descontrair. E envolver o twitter o faz melhor ainda, deve valer sim a pena.

    ResponderExcluir
  10. Tbm não sou exatamente cinéfila, então acho que ficaria um pouco perdida tbm nesta leitura!
    Mesmo assim fiquei curiosa para saber oq ocorre com a protagonista!

    ResponderExcluir
  11. Gente, esse livro me pareceu tão diferente. quero muito lê-lo e tirar minhas próprias conclusões. Acho que também me sentiria perdida em algumas ocasiões.

    ResponderExcluir
  12. Oi! Logo a capa deste livro transmite a sensação de que é um livro super fofo, fiquei curiosa para saber mais e adorei a resenha. Também gosto do Twitter e fiquei com vontade de acompanhar a aventura da personagem pela rede social e seu encontro com o amor. Também acho chato quando os sentimentos dos personagens florescem rápido demais mas, fora os dois pontos negativos que você comentou, deve ser uma leitura leve e divertida. Mas o que me deu vontade de ler mesmo foi este segredo que o personagem esconde! hahaha Ótima resenha.
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Não deve ser muito fácil a comunicação pelo twitter. Confesso que não sou muito chegada a ele. Na primeira vez que via a capa do livro fiquei super curiosa pelo seu conteudo e agora, lendo sua resenha, bateu uma vontadinha de ler...

    ResponderExcluir
  14. Das redes sociais, o Twitter é o que menos me agrada. Acho que um espaço de apenas 140 caracteres (mesmo que a gente possa Twittar muitas vezes) pra dizer o que se pensa, não é tão grande assim, e o pensamento acaba meio que se perdendo entre uma mensagem e outra. Mesmo assim, acho que o dinamismo da narrativa deve ser o ponto forte dele. E concordo com você em relação à rapidez do relacionamento. Também não acho que é viável, principalmente quando se é virtual.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011