Resenha: Labirinto de espelhos

by - terça-feira, janeiro 20, 2015

Autora: Bárbara Negrão
Páginas: 453
Ano: 2014
Editora: Talentos da Literatura Brasileira

Quando a estudante Eva Lins conhece o misterioso e sedutor Willian não imagina quais segredos ele podia esconder por trás de tanta beleza. Que ele é perigoso, ela pôde ver em seus olhos desde a primeira vez que se encontram, porém, a vontade de estar junto a ele é maior do que qualquer pressentimento que a jovem possa ter. Chocada pelas revelações, e ao mesmo tempo atraída e fascinada por todo o mundo novo que envolve Willian, Eva não se deixa intimidar e se entrega à história que promete ser a mais emocionante de toda sua vida, sem imaginar que mais mistérios estão para serem revelados.



Quando li a sinopse de “Labirinto de espelhos” no mesmo momento percebi que se tratava sobrenatural (também leio tantos livros de fantasia que até me acostumei rs), porém isso ficou mais claro na orelha do livro, em que alguns detalhes me fizeram perceber no mesmo instante (mesmo que não revelado) que eu estava com mais um livro de vampiros em mãos.

Bem, dentro do gênero sobrenatural, vampiros são a temática que mais gosto e que mais leio. Considero-me um pouco exigente e até mesmo chatinha quando o assunto é eles, então comecei a leitura desta obra de uma forma cética e com um pé atrás, mas não consegui manter essa pose por muito tempo, pois sim, o livro me ganhou.

Foi aos poucos, com uma narrativa leve e bem envolvente, tudo ali caminhava pela estrada tão conhecida do clichê, mas eu não conseguia parar de ler, porque era tão bom, e alguns leves mistérios se faziam presentes e de certa forma me prendiam ainda mais na leitura.

O romance que se desenvolvia entre Willian e Eva, sem pressa, ao mesmo tempo que recebia minha aprovação me deixava ansiosa. São personagens bem compostos, parecidos também com muitos dos que já lemos, porém eles tem algo próprio, uma essência, e conseguimos nos aproximar destes, se envolver, rir, e também se apaixonar.

O enredo pode até ser batido, mas Negrão soube como cativar o leitor, envolvê-lo e também se diferenciar, tornando sua história única. Inserindo mistérios que aguçam nossas curiosidades, e personagens secundários que mostram-se importantes, além de um romance fofo, o que temos é um sobrenatural que há muito tempo não via: aquele que nos transporta para dentro de suas páginas, e nos faz voltar à leveza da adolescência.

Um livro que pensei que não me surpreenderia, acabou me surpreendendo, e me conquistando. Página a página adentrei a uma história simples e ao mesmo tempo rica. Com mitologia própria e que mesmo pertencendo a um gênero que é tão corriqueiro atualmente, ainda assim consegue surpreender o leitor com ingredientes próprios.

Leia também

2 comentários

  1. meio que me desestimula um livro sobrenatural... não fico mais tão ansiosa por achar os enredos batidos tbm!
    quem sabe a autora surpreende? sua resenha deixa claro que a trama pode surpreender
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Mais um livro nacional de qualidade!

    Fico bem feliz quando leio uma resenha tão boa e positiva - como a sua - de um livro nacional. Apesar de não curtir tanto assim sobrenatural, fique interessado no livro e vou procurar colocá-lo na lista de futuras leituras. Beijo!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011