Resenha: Exposta - Apenas uma noite, Parte II

by - segunda-feira, fevereiro 16, 2015

Autora: Kyra Davis
Páginas:165
Ano: 2015
Editora: Suma de Letras
Atenção! Livro com conteúdo adulto (+18). Se você ainda não leu o primeiro volume "O estranho", recomendo que não leia esta resenha.

“Você quer saber meu nome? Meu nome inteiro?”
Perguntou o homem misterioso que Kasie conheceu em uma mesa de cartas.
Em O estranho, primeira parte da série best-seller internacional Apenas uma noite, o mundo de Kasie vira de cabeça para baixo quando o estranho com quem passou a noite mais prazerosa de sua vida, em um hotel de Las Vegas, se revela o maior cliente da empresa em que trabalha.
A proximidade de Robert Dade faz Kasie questionar a imagem controlada e modesta que construiu de si mesma, na tentativa de agradar a família e os colegas de trabalho. E o poder de atração de Robert, tanto no escritório quanto no quarto, não permite que Kasie lhe negue nada.
Mas então seu noivo, Dave, descobre a traição. E agora é impossível prever até onde ele irá para não perdê-la e o que Robert será capaz de fazer para roubá-la de vez para si. Em Exposta, a segunda parte da série Apenas uma noite, Kasie enfrentará um jogo de dinheiro, poder e vingança, inimigos perigosos e aliados inesperados. E ela terá que deixar as incertezas de lado para retomar o controle da própria vida.

No volume anterior "O Estranho" Kyra Davis colocou um desfecho tenso, que nos fez imaginar como ela lidaria com aquela situação em "Exposta". Embora soubesse que a história tende mesmo a ser clichê, a curiosidade se fez presente ante a leitura da mesma.

O que logo me saltou os olhos foi que a problemática inserida na trama, que dessa vez se mostrou bem maior, mais profunda, ligada a vida dos personagens e também a tomada de decisões destes. Um passo em falso e Kasie poderia ver tudo desmoronar. Dave se mostra literalmente insano, e suas atitudes algumas vezes nos dão repulsa, em outras, pena. Ou seja, o que vemos nele são as dores de um homem traído e com suas emoções em total descontrole.

Kasie continua com a imagem de mulher forte, porém em alguns momentos vemos essa característica oscilar para certa fraqueza, justificada pelo medo que sentia. Isso me incomodava um pouco, queria que ela se despisse desse medo, mesmo sabendo que na situação sufocante em que estava não era fácil, porém ante as ameaças de Dave e seu comportamento abusivo, desejei a todo o instante que ela jogasse tudo para o alto, mas o colocasse no lugar dele. Sabemos que Kasie consegue enfim ter essa coragem, mas a impressão que fica é que Dade é quem da isso esse primeiro empurrão, e depois ela toma as rédeas e seu controle.

Todo o enredo é permeado por essa tensão, um jogo de poderes entre verdades que podem vir a tona e mentiras, na qual ambas quando dispostas em mesas podem ter o mesmo peso. As consequências das ações de cada personagem mostram a que dimensão em que suas atitudes poderiam chegar, e a possibilidade disso deixa o leitor atento a cada novo capítulo.

A parte erótica, claro não faltou e nem deixou a desejar. As cenas esbanjam sensualidade, não havendo limites para fantasia. Vemos como Kasie aos poucos vai deixando aflorar mais seus pensamentos e própria sexualidade, se libertando aos poucos e com mais confiança sobre si mesma. Gosto da forma como a autora trabalha estas cenas, não são apelativas, e possuem um toque sexy e leve.

A meu ver, Exposta supera e muito o livro anterior em relação a qualidade e desenvolvimento. A obra está mais envolvente, traz a tona mais reflexões para que aquele lê, estando mais próximo de um drama real. Para quem leu o primeiro volume, este, com certeza, tem que ser lido, e mais uma vez Davis deixa-nos aflitos com seu desfecho, que coloca em cheque diversas situações. Aguardo ansiosamente pelo próximo!

Leia também

1 comentários

  1. oi flor, gosto quando traz dicas de eróticos, espero ter a possibilidade de ler em breve
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011