Resenha: Tensão

by - sexta-feira, março 20, 2015

Autora: Gail McHugh
Páginas: 335
Ano: 2015
Editora: Arqueiro

Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos.
Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela.
Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?

Sabe quando você subestima um livro, ou pensa que ele não será tudo aquilo que parece? Pois é, acho que agi dessa forma com Tensão, principalmente nas primeiras vinte páginas. Porém com o decorrer da leitura este livro me arrebatou, ganhando-me capítulo a capítulo e ao final me fez surtar desejando desesperadamente pelo segundo volume.

O enredo é comum, não há muita novidade na história, mas, mesmo assim, esta sabe através de pequenos detalhes envolver o leitor em sua trama. Acredito que o ponto forte para tal façanha tenha sido a forma como a autora construiu seus personagens, os quais possuem personalidades fortes e marcantes, e claro, a deliciosa tensão entre eles.

Emily é uma personagem apaixonante, mas se deixa se manipular facilmente por Dillon, entendemos seus motivos, contudo não há como não desejar em alguns momentos chacoalhá-la e dizer "ouça somente seu coração, menina". Já Dillon consegue ganhar nossa raiva já desde o início por ser um manipulador de primeira. Percebemos que ele não é lá um bom sujeito, porém olhando para a forma como foi composto podemos afirmar que foi no mínimo brilhante, pois poucos autores sabem criar personagens (sejam eles mocinhos ou vilões) tão convincentes em seus papéis.

Achei que Gavin é um protagonista um pouco diferente do que encontro normalmente nos romances que leio. Ele possui o esteriótipo do homem solteiro rico, com coração partido, sexy, etc, mas tem uma doçura, uma leveza, que o tornam alguém especial. Gavin não possui nenhum traço de arrogância, suas atitudes e postura são de um verdadeiro gentleman, então não há como não se deixar se apaixonar por ele.

A tensão crescente entre Gavin e Emily me deixou ansiosa e aflita pelo desfecho, a situação que estavam era complicada, e qualquer ação geraria uma consequência para os dois, se eles aguentariam ou não seria a questão. A moça parecia não enxergar o que já estava bem em frente ao seu nariz. Não gostei da forma como ela obedecia Dillon em tudo, e aceitava coisas que não deveria aceitar. Parecia que estava cega, e a todo momento esperamos pela hora que ela acordaria, pois seu coração já estava nas mãos de Gavin, só faltava admitir.

McHugh criou um drama brilhante, com sua narrativa em terceira pessoa - certeira por sinal, deu a sua obra um ritmo frenético. Somos envolvidos pelo suspense, e esperamos com muita expectativa o momento em que os personagens se renderiam aos seus desejos. É uma cadeia de sentimentos que não se contem apenas em palavras, mas que chegam até nós, deixando-nos facilmente entregues a uma história que exala paixão e sensualidade do começo ao fim.

Fiquei apaixonada por Tensão, é uma história do tipo arrebatadora, e que me levou ao limite. Briguei, comemorei, senti raiva, amor, enfim, foi um misto de emoções que fizeram a experiência dessa leitura se tornar marcante. Preciso muito do segundo livro, ainda mais depois desse desfecho, que foi no mínimo de tirar o fôlego.

Leia também

2 comentários

  1. eu curti o enredo, creio que vai ser bem legal a minha leitura!
    mais um romance meio clichê, mas que sempre mexe comigo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii, Dai :)
    Todo mundo falando desse livro e eu aqui, curiosa. Enfim, esse tipo de narrativa me irrita e atrai (estranho, ne). SEi que vou passar raiva durante a leitura, especialmente com a guria, mas também sei que vou amar. Ultimamente, tenho lido muito do gênero, mas poucos conseguem me conquistar, já que a maioria é uma enxurrada de machismo, garotas chatas e palavões na cama. De qualquer forma, terceira pessoa já melhora um pouco o drama. :) bjo

    ssentrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011