Resenha: A Desconhecida

by - sábado, janeiro 09, 2016


Autor: Peter Swanson
Páginas: 288
Ano: 2015
Editora: Novo conceito


Uma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece de mentiras.Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?

“Ela deixa rastros de caos por onde passa”

Quando soube de existência desse livro, logo pensei: PRECISO
Uma mistura de romance, mistério e assassinato era tudo que eu precisava para sair da rotina de livros de fantasia aos quais sempre me prendi. Quando comecei a história, ela tinha cara de ser meio parada, mas não demorou muito para que não conseguisse mais sair de casa sem levar o livro a tiracolo.

George é um cara bem comum, não tem nada assim de cativante, há o “relacionamento” dele com a Irene e tem levado a vida  até o reaparecimento de Liana, a misteriosa Liana.

Ela é a tal desconhecida, no passado eles namoraram, e aquilo foi a experiência mais maravilhosa e emocionante da vida de George, por isso nos últimos 20 anos ele esperou reencontrá-la, é muito bonitinho que o autor mescla momentos do passado com o presente, então a gente vai vivendo o romance adolescente deles, ao mesmo tempo em que que os mistérios criminosos do presente vão se desenrolando. Enquanto isso vai pegando uma certa implicância com ela, torcendo para que eles fiquem juntos novamente (houveram momentos que torci para que ele ficasse com a Irene mesmo).

Uma coisa eu aviso, tem várias mortes bem sanguinárias nesse livro, fiquei imaginando que daria um bom filme daqueles em que as mortes nos assustam e surpreendem. Tem momentos MUITO tensos, que dá uma vontade de olhar o final do livro para saber se ficará tudo bem.

É uma leitura que eu recomendo, e muito... o final não ficou inacabado, mas dá para se desenrolar num segundo livro, quem sabe né? Se acontecer, já vai entrar para minha listinha quilométrica de desejados.

Espero que gostem da minha primeira resenha aqui no blog! ♥

Lilian Roel Murat

Leia também

1 comentários

  1. eu nem tentei ler esse livro, não é muito a minha cara e a trama simplesmente não ia fluir pra mim
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011