[CINEMA] Amy

by - sábado, fevereiro 13, 2016


Amy Winehouse foi uma artista que sempre me intrigou. Sua voz poderosa com melodias carregadas de sentimentos soava em meus fones de ouvido por horas e horas, e levava-me a pensar o quanto o quanto Amy era uma artista diferente de muitos da sua geração.

Confesso que não via seu estilo de vida com bons olhos, mas ignorava estes fatos perante seu talento. A mídia sempre trazia a imagem de Amy junto a constrangimentos e chacotas. "Amy agora aprontou isso", "A louca fez aquilo". Riam do fato de nos seus últimos anos de vida ela subir aos palcos com um copo na mão, ignorando um fato seríssimo como o alcoolismo.



Sabia que este documentário de alguma forma iria me emocionar, e assim foi do início ao fim. Amy era uma garota cheia de vida, sua voz encantava a todos e assim o sucesso foi iminente. Ela foi arrastada pela fama rápido demais e nem mesmo percebia, a impressão que temos é que ela não se dava conta de até onde tinha chego.

Uma frase que Amy sempre repetia era "Se um dia eu for famosa, eu não vou aguentar". E, assim uma menina que ainda carregava muitos demônios dentro de si, com mãe ausente e pai que se demonstrava mais como um sanguessuga do que um pai, foi jogada aos palcos para fazer seu show.

Seu relacionamento com o namorado Blake também foi amplamente abordado. Amy era uma mulher intensa, e suas composições eram ligadas a sua vida, tanto que depois de assistir este documentário todas as suas músicas soaram para mim de forma diferente, pois era como se através de rimas e estrofes Amy se deixasse transparecer.



Aos poucos vemos como tudo em sua vida foi mudando e a entrega para o vício das drogas. Ela não estava bem, mas ignoravam isso. Viam que Amy estava se afundando cada vez mais na bebida, mas preferiam jogá-la em uma turnê mundial, onde em alguns shows chegou a dar tapas em seu próprio rosto para acordar, cair, beber, em outros nem conseguiu cantar, mas todos queriam que ela estivesse ali. Para a mídia era engraçado condená-la, fazer piadas com seus vícios, isso era extasiantes para os paparazzis. Amy estava no centro de um palco de show de horrores, onde todos sugavam um pouco mais, até ela não aguentar mais.

Mas isso nós vemos diariamente, Amy foi uma das muitas vítimas de uma sociedade que vê graça e motivo de risos em problemas que devem ser vistos com seriedade. Este documentário serve de alerta, mostrando como perdemos um dos melhores talentos da música. A fama tem seu preço, é alto demais, e quando Amy se deu conta disso, se rendeu. Ela estava sozinha.

Um documentário extasiante, sincero e muito emocionante. Amy é simplesmente incrível! Deixe os lencinhos já de lado, e se prepare para conhecer a face de uma menina doce e muito talentosa, e uma mulher que nunca deixou de ser quem era independente se nas frentes das câmeras ou em casa, mas que infelizmente foi engolida pela própria fama.

Leia também

2 comentários

  1. Quero muito ver esse documentário, parece abordar lados inesperados únicos da Amy. Amei o post <3

    ❥Blog:Gordices Literárias

    ResponderExcluir
  2. Uma vítima das drogas, infelizmente, como a inigualável Whitney também a Emy,sei que na semana que ela morreu, pra onde eu olhava ouvia jovens cantando "no, no no.. ." achava tao engraçado....rsrs

    ResponderExcluir

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011