Resenha: Quinze Dias

by - sábado, julho 22, 2017


Há um tempo em minhas redes sociais a capa desse livro começou a se fazer presente frequentemente. Algumas pessoas que acompanho comentavam animadamente sobre o livro e o quanto o estavam desejando. Não conhecia o Vitor Martins, confesso, mas uma breve lida na sinopse e no perfil do autor foi o suficiente para me convencer que deveria ler a obra também.

Estava num período um pouco desgastante, vindo de várias provas da faculdade e trabalho agitado, queria uma leitura de fuga como há tempos não tinha. Mesmo diante de tanta euforia dos colegas, ainda assim fui sem muita sede ao pote em “Quinze Dias”, mas mal sabia eu que iria ser conquistada e ao final ficar caidinha de amores.

Primeiro, que delícia de leitura! Sério, Vitor, que escrita maravilhosa! A narrativa flui, é tão natural, Felipe é como aquele amigo que está ao teu lado contando os segredos naquela página e a sua apreensão dos seus quinze dias ao lado de Caio. Mas, Felipe também pode ser um reflexo de pessoas que assim como eu já enfrentaram problemas consigo mesmo e sofreram dentro de um ambiente escolar hostil.

Falando do Felipe, este é um personagem tão palpável, fofo e real, acompanhar seus dias e narração em primeira pessoa nos rende algumas risadas e também a ansiedade de saber como terminará sua história. A identificação com ele é fácil, algumas vezes enquanto lia era como ver reflexos de mim mesma escritos em palavras e estampado em páginas.

Os dilemas dos personagens são temas atuais e essenciais. Quinze Dias é um livro com forte representatividade, que faz o leitor sair um pouquinho da sua zona de conforto enquanto lê. O enredo é mais do que uma abordagem de um menino e seu amor pelo vizinho, é um entrelace de questionamentos da vida real de muitos adolescentes e adultos.

A leitura foi rápida, os personagens são hilários, e para um primeiro livro o autor mandou muito bem! Quinze dias foi uma leitura que me surpreendeu pela qualidade literária, pela trama bem conduzida e escrita excelente. Precisamos de mais livros assim, precisamos falar mais sobre os assuntos que foram abordados. Livros mudam mentes, e este com certeza terá um lugarzinho especial e ajudará a muitos que enfrentam os dilemas presentes nele.




Autor: Vitor Martins
Páginas: 208
Ano: 2017
Editora: Globo Alt
Felipe está esperando por esse momento desde que as aulas começaram: o início das férias de julho. Finalmente ele vai poder passar alguns dias longe da escola e dos colegas que o maltratam. Os planos envolvem se afundar nos episódios atrasados de suas séries favoritas, colocar a leitura em dia e aprender com tutoriais no YouTube coisas novas que ele nunca vai colocar em prática. 
Mas as coisas fogem um pouco do controle quando a mãe de Felipe informa que concordou em hospedar Caio, o vizinho do 57, por longos quinze dias, enquanto os pais dele estão viajando. Felipe entra em desespero porque a) Caio foi sua primeira paixãozinha na infância (e existe uma grande possibilidade dessa paixão não ter passado até hoje) e b) Felipe coleciona uma lista infinita de inseguranças e não tem a menor ideia de como interagir com o vizinho. 
Os dias que prometiam paz, tranquilidade e maratonas épicas de Netflix acabam trazendo um turbilhão de sentimentos, que obrigarão Felipe a mergulhar em todas as questões mal resolvidas que ele tem consigo mesmo.

Leia também

0 comentários

Blog no ar desde 08/11/2011

Blog no ar desde 08/11/2011